Escrito por em 29 nov 2011 nas áreas Lateral, Música coral, Música sinfônica, Programação, Rio de Janeiro

Coro com 75 vozes apresenta a Missa de Santa Cecília, com a Orquestra Sinfônica Nacional, no Rio e em Niterói.

SERVIÇO

 

Missa de Santa Cecília

– Igreja N. Sra. do Carmo, antiga Catedral da Sé
Av. Primeiro de Março, s/nº – Centro

Dia 09 de dezembro (sexta), às 12h.

Regência de Henrique Morelenbaum

 

– Igreja Santuário das Almas
Rua Álvares de Azevedo, 237, Icaraí – Niterói

Dia 11 de dezembro (domingo), às 11h.

Regência de Henrique Morelenbaum new healthy man viagra

 

Concertos didáticos

Catedral Presbiteriana
Rua Silva Jardim, 23 – Centro

Dias 01 e 06.12, às 18:30

Regência: Maestrina Valéria Matos

Todos os concertos com entrada franca

 

A Associação de Canto Coral comemora seus 70 anos com um programa especial: a realização da Missa de Santa Cecília, do Padre José Maurício Nunes Garcia. A obra não é realizada no Rio de Janeiro desde 1997. Os setenta e cinco coralistas do Coro da Associação, em parceria com o Coro da Escola de Música da UFRJ, sob a regência da maestrina Valéria Matos, estarão com a Orquestra Sinfônica Nacional, sob a direção do maestro Henrique Morelenbaum.

O compositor carioca, Padre José Maurício Nunes Garcia, um brasileiro afro-descendente, se tornou o maior expoente da música sacra brasileira nos tempos de D. João, de quem foi mestre de capela na Catedral da Sé, o mais alto posto da época para um músico. Após a volta de D. João a Portugal, as obras de José Maurício foram caindo no esquecimento.

Na segunda metade do séc.XX, a maestrina e pesquisadora Cleofe Person de Mattos, redescobriu os originais do mestre e, com o objetivo de difundir os resultados de suas pesquisas, criou a Associação de Canto Coral, em dezembro de 1941, tendo Villa-Lobos como padrinho. Desde então, a Associação se dedica a esta causa e à difusão da música erudita brasileira. Ao longo dos anos, a Associação foi firmando seu status no meio musical. Seus coros foram regidos por personalidades como Igor Stravinsky, Sir Colin Davis e Karl Richter, entre outros.

A Missa de Santa Cecília é uma missa festiva que foi composta em 1826 pelo Padre José Maurício Nunes Garcia, poucos anos antes do seu falecimento, em 1830. Trata-se de uma obra para grande orquestra, coro e solistas, que requer amplos recursos humanos e materiais para a sua realização. Cleofe Person de Mattos, a fundadora da Associação de Canto Coral foi uma das maiores estudiosas da obra do padre compositor. Santa Cecília é a padroeira da Música.

“Com a montagem desta obra, num concerto para grande coro e orquestra, a Associação de Canto Coral espera contribuir mais uma vez para a preservação da memória musical brasileira, e, ao mesmo tempo, homenagear no seu aniversário de 70 anos de fundação o grande mestre José Maurício Nunes Garcia, que é a própria razão de sua existência.“, explica a regente da Associação, Valeria Matos.}