Escrito por em 13 dez 2012 nas áreas Lateral, Música sinfônica, Programação, Rio de Janeiro

A Orquestra de Campos faz apresentação com ingresso popular a R$ 1,00

 

SERVIÇO

 

Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, s/nº – Centro
Informações: (21) 2332-9191

Dia 16 de dezembro, às 11h.

Ingressos populares: R$ 1,00

Classificação etária: Livre

*Vendas somente no dia da apresentação, diretamente na entrada principal do Theatro Municipal.

**Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto para crianças até 10 anos.


 

Considerada “A Grande Dama do Violino Brasileiro”, Mariuccia Iacovino (1912-2008) é homenageada no ano do centenário de nascimento pela orquestra sinfônica que leva o seu nome. Grande intérprete de incomum longevidade artística, essa violinista apresentou-se dos 5 anos até pouco antes de seu falecimento, com 95 anos. Para celebrar o legado da musicista, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro – vinculado à Secretaria de Estado de Cultura – levará a seu palco o concerto da Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino, executando peças marcantes do repertório da brilhante violinista, a exemplo das composições de Massenet (Meditação da Ópera Thais, para violino e piano), de Fritz Kreisler (Liebesleid, para violino e piano), de Edward Elgar (Salut d’amour, para violino e piano) e de César Frank (Quinteto em fá menor), que constam da primeira parte do programa.

Atração do projeto Domingo no Municipal, em 16 de dezembro, às 11h, com ingressos a R$ 1,00, o espetáculo terá regência do Maestro Luís Maurício Carneiro e vai contar com os talentos dos solistas Gabriela Queiroz (violino), Daniel Guedes (violino), Daniel Albuquerque (viola), Márcio Malard (violoncelo) e Flávio Augusto (piano).

 

Sobre a Orquestra

Fundado em 1998, o conjunto reúne cerca de 80 integrantes com faixa etária dos 11 aos 18 anos, originados de diversos segmentos sociais. Durante mais de uma década de atividade, o grupo vem sendo considerado um exemplo de iniciativa inédita, não só no Estado do Rio de Janeiro, mas no Brasil e na América do Sul, sendo a primeira orquestra brasileira a fazer parte do projeto venezuelano “El Sistema” da FESNOJIV (Fundación del Estado Para el Sistema Nacional de las Orquestas Juveniles e Infantiles de Venezuela) que mantém um intercâmbio de professores e alunos.

Com extensa temporada de concertos apresentados periodicamente no Teatro Municipal Trianon, de Campos, no litoral Norte do Rio de Janeiro, a Orquestra realizou diversas turnês por diversas cidades brasileiras e da América Latina. A Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino conta com um vasto repertório de música brasileira. Em 2010 a fez sua Turnê Internacional pela Bolívia, participando do 8º Festival Del Sol nas cidades de La Paz e El Alto. Em 2011, a Orquestra abriu as comemorações dos 102 anos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e se apresentou em concertos viagra sale pfizer exclusivos para os maestros Gustavo Dudamel e José Antonio Abreu.

 

Sobre o regente

Natural de Campos dos Goytacazes, RJ, Luís Maurício Carneiro é bacharel em Piano pelo Conservatório Brasileiro de Música. Em 1997, integrou a Orquestra Sinfônica Ibero-Americana por ocasião da VII Cumbre Iberoamericana de Jefes de Estado y Gobierno, participando de diversos concertos na Venezuela. Retornou ao Brasil em fevereiro do ano seguinte, com a finalidade de se aprofundar na implantação e no desenvolvimento do programa Sistema de Orquestras Infantis e Juvenis da Venezuela. Atualmente, divide suas atividades profissionais como diretor artístico e pedagógico das orquestras ligadas à Academia de Orquestras e Coros Sinfônicos de Campos, primeiro núcleo brasileiro representante do Sistema de Orquestras Infantis e Juvenis da Venezuela, regendo a Orquestra Sinfônica Mariuccia Iacovino.

 

DOMINGO NO MUNICIPAL

Regência: Luís Maurício Carneiro

Solistas:
Gabriela Queiroz, violino
Daniel Guedes, violino
Daniel Albuquerque, viola
Márcio Malard, violoncelo
Flávio Augusto, piano

 

PROGRAMA

Massenet
Meditação da Ópera Thais, para violino e piano

Fritz Kreisler
Liebesleid, para violino e piano

Edward Elgar
Salut d’amour, para violino e piano

César Frank
Quinteto em fá menor

Glinka
Abertura da Ópera Ruslam e Ludmila

Tchaikovsky
Sinfonia No. 5 em mi menor, Op. 64 / Finale

L. M. Carneiro
Festa Brasileira