Escrito por em 20 dez 2012 nas áreas Cinema, Lateral, Programação, Rio de Janeiro

Concerto “Hollywood espetacular” reúne trilhas de filmes em única apresentação com ingressos a R$ 1,00.

 

SERVIÇO

 

Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, s/nº – Centro

Dia 23 de dezembro, às 11h.

Ingressos populares: R$ 1,00*
Classificação etária: Livre

Informações: (21) 2332-9191
*Vendas somente no dia da apresentação, diretamente na entrada principal do Theatro Municipal.
**Vale lembrar que, mesmo na sessão matinal, não é permitida a entrada de pessoas trajando bermuda, short, top, camiseta sem manga e chinelos, exceto para crianças até 10 anos.

 

Inesquecíveis músicas de longas-metragens de sucesso como Os Incríveis, O Terminal, Guerra nas Estrelas e A Pantera Cor-de-Rosa integram o programa da próxima atração do projeto Domingo no Municipal. O Theatro – vinculado à Secretaria de Estado de Cultura – oferece a seu público o concerto Hollywood Espetacular!, com sete temas de conhecidos filmes executados pelos sessenta músicos da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro, com direção artística e regência do Maestro Antônio Henrique Seixas. “Preparamos este espetáculo para encerrar a temporada de 2012 da Banda Filarmônica do Rio de Janeiro com a certeza de que agradaremos o público e o aproximaremos da música sinfônica”, comenta Seixas. O espetáculo terá como solistas o violinista Daniel Guedes e o clarinetista Cristiano Costa.

Fundada em maio de 2010, a Banda Filarmônica do Rio de Janeiro – BFRJ é uma associação cultural sem fins lucrativos que tem como objetivo principal a execução da música para sopros, percussão e cordas em seu mais alto nível. Composta por cerca de sessenta músicos de sopros, percussão, encontram-se, entre seus componentes, instrumentistas profissionais de orquestras sinfônicas, professores universitários de música, artistas com bacharelado em música ou em via de obtenção do diploma, além de alunos de nível avançado de sopros e percussão. Desde a sua fundação, a BFRJ tem levado música de qualidade a variados segmentos da sociedade, apresentando-se em diversos espaços culturais e eventos importantes no cenário cultural do Estado do Rio de Janeiro como o Teatro Oi Casagrande, Centro Cultural Justiça Federal, Projeto Candelária e a Escola de Música da UFRJ, entre outros.

Antônio Henrique Seixas, Diretor Artístico e Regente Titular

Mestre em Música pela UFRJ, estudou trombone com Sérgio de Jesus e Gilberto Gagliardi, no Brasil, e com Per Brevig, nos Estados Unidos. Em 1997, foi vencedor do III Prêmio Weril para Jovens Solistas de Instrumentos de Sopro. Apresentou-se, como solista, com a Orquestra Sinfônica de Sergipe, Banda Sinfônica da CSN, Banda Sinfônica do Colégio Salesiano, Grupo de Metais e Percussão da UFRJ e UFRJazz Ensemble. Mantém intensa atividade didática ministrando cursos e masterclasses por todo o Brasil.

Dedica-se também, desde 2001, à regência, tendo participado de cursos, no Brasil e no exterior, com os maestros Roberto Duarte, Gerald Brown, Yeruham Scharovsky, Osvaldo Ferreira, Isaac Karabtchevsky e Douglas Bostock. Entre os grupos que já dirigiu destacam-se: Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica de Recife, Banda Militar do Porto (Portugal), Orquestra Sinfônica de Barra Mansa, Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, Banda Sinfônica de Barra Mansa e Conjunto de Metais da Orquestra Petrobras Sinfônica.

Daniel Guedes, violino

Considerado um dos mais importantes músicos brasileiros de sua geração, Daniel Guedes vem se destacando como um artista versátil, atuando como violinista, violista, camerista, professor e regente. Carioca nascido em 1977, Daniel iniciou seus estudos de violino aos sete anos com seu pai e logo ingressou no Conservatório Brasileiro de Música. Em 1991, ganhou bolsa de estudos da Capes para estudar em Londres, tendo sido aluno de Detlef Hahn na Guildhall School of Music durante um ano.

Posteriormente, cursou bacharelado e mestrado na Manhattan School of Music de Nova York, na classe de Pinchas Zukerman e Patinka Kopec no Pinchas Zukerman Performance Program. Foi vencedor dos concursos Jovens Concertistas Brasileiros (1991), Bergen Philharmonic Competition (1998) e Waldo Mayo Memorial Award (2000), prêmio este que lhe valeu um concerto no Carnegie Hall de Nova York tocando o Concerto n°1 de Max Bruch.

Desde os 10 anos, Daniel Guedes vem atuando como recitalista e solista das principais orquestras brasileiras e também nos EUA, Canadá, Inglaterra, Noruega, Itália e América do Sul. É professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), além de lecionar em importantes festivais como o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, o Festival de Música de Santa Catarina (FEMUSC), o Festival Asociación Musica canada prescriptions online prices para Todos (Mendoza, Argentina) e o Festival de Música Colonial e Música Antiga de Juiz de Fora, entre outros.

O crítico de música Carlos Augusto Dantas, do jornal Tribuna da Imprensa, o considerou como “o Nélson Freire do violino”. O Jornal do Brasil o classificou como um dos destaques do ano de 2003 e “um dos principais violinistas de sua geração”.

Cristiano Costa, clarineta

Natural de Niterói, iniciou seus estudos aos 13 anos, na Banda do Colégio São Vicente de Paulo, tendo participado, posteriormente, das principais bandas do Rio de Janeiro. Teve como mestre o professor José Botelho, um dos principais nomes do instrumento no seu país. Atualmente cursa o bacharelado em clarineta na UNIRIO, tendo como Professor o Dr. Fernando Silveira.

Em 2009, foi selecionado entre músicos de sua universidade para integrar o projeto A História do Soldado, de Igor Stravinsky, tendo o maestro Felipe Catapan (Suíça) como diretor. Participou de shows com artistas de sucesso, a exemplo de Elza Soares e do conjunto Roupa Nova, entre outros. Atuou como solista da banda sinfônica do festival “Banda Larga”. Participou de diversos festivais entre eles o FEMUSC (SC) e o Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Dentre os professores com quem teve a oportunidade de estudar destacam-se Cristiano Alves, Sérgio Burgani, José Freitas, Pedro Robatto, Ovanir Buosi, John Manasse (EUA), Romain Gyot (França), Yang Gao (China) e Jorge Montilla (Venezuela). Foi vencedor do Concurso Internacional de Clarinetas realizado no II Encontro Internacional de Clarinetas em Tucumán (Argentina). Integra o naipe de clarinetas da Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem, UNIRIO e Banda Filarmônica do Rio de Janeiro.

PROGRAMA

Michael Giacchino
Os Incríveis

John Williams
Viktor’s Tale (O Terminal)

Gustav Holst
Marte (Os Planetas)

John Williams
A Lista de Schindler

John Williams
Superman

Henry Mancini
Mancini Medley

John Williams
Star Wars Saga