Escrito por em 25 abr 2014 nas áreas Cinema, Programação, Rio de Janeiro

A cada encontro um desafio.

 

http://www.consulpri.com.br/?p=913 SERVIÇO

 

Cine Cultural Justiça Federal online
Av. Rio Branco,241
Fone: 21 3261 2550 e 3261-2565 (bilheteria)

Dia 10 de maio de 2014, sábado, às 14 e às 16h. (programas diferentes)

Ingressos para cada sessão: R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 (meia para idosos, estudantes e classe musical).

Livre para todas as idades.

online Sala com ar condicionado.

 

 

Em maio, faremos uma apresentação em vídeo concerto exclusivamente dedicada à música barroca, inédita em nossas programações, há muito tempo solicitada pelos frequentadores dos Desafios Musicais no CCJF.

O significado do adjetivo barroco foi muito bem definido pelo escritor espanhol Eugeni d’Ors i Rovira (1881- 1954) como “a arte em que as linhas se cruzam, se torcem ou se quebram, na qual os volumes, avolumados ou ocos, animam-se pelos efeitos do contraste, em que acima de tudo se opõe o movimento ao equilíbrio, a harmonia e à estabilidade”. Em música, o período barroco assiste à consolidação da tonalidade, ao desenvolvimento de novas técnicas de interpretação vocal e instrumental e ao surgimento de alguns dos gêneros mais emblemáticos da arte ocidental, como a ópera, o oratório, a cantata, o concerto e a sonata.

A produção e a direção artística são de Saulo Chermont.

 

Na 1ª sessão, às 14h., o Maestro Ricardo Rocha fará a apresentação do período musical através de palestra com obras musicais de compositores alemães:

Johann Sebastian Bach (1685-1750) – Suíte Orquestral nº 1 em dó maior e Carl Philipp Emmanuel Bach (1714-1788) – Sinfonia nº3 em fá maior WQ 183, interpretadas pela Filarmônica de Berlim sob a regência de Giovanni Antonini.

Em seguida, obras para teclado solo com os prelúdios e fugas ou fuguettes BWV 894 – 896 e 923, utilizando um cravo da coleção do Museu da Música de Paris, interpretado pelo cravista francês Jean Rondeau.

 

Na 2ª sessão, às 16h., teremos a palestra do crítico musical e professor Rodolfo Valverde sobre as obras do compositor barroco francês Jean-Philippe Rameau (1683-1764) apresentando a sua Suíte nº 2 e a Suíte da ópera Les Boréades, regidas pela maestrina Emmanuelle Haïm e Sir Simon Rattle à frente da Filarmônica de Berlim.

A seguir, do inglês Henry Purcell (1659-1695) ouviremos a música para os funerais da Rainha Mary interpretadas pela mesma Orquestra Filarmônica de Berlim regida por Sir Simon Rattle. Encerrando, teremos ainda de Purcell, interpretada por Bernhard Forck, Mark Padmore e os Berliner Barock Solisten, a Abertura para Cordas e Contínuo em sol maior.

 


De J. S. Bach – Suite pour Orchestra no. 3 – Sarabande

English Chamber Orchestra

Pills

 

De C. P. E. Bach – Symphony no. 1 in D major
The English Concert http://toplinerecruiting.com/2018/02/02/lupus-treatment-coumadin/

https://www.youtube.com/watch?v=1u64RqYlF70

 


De Henry Purcell – The fairy queen

If Loves a sweet passion
Les artes florissants – Veronique Gens – soprano

 

 

risperdal consta bipolar disorder

long term side effects of prednisone

Apoio Institucional Patrocínio Realização
Buy incentivo %C3%A0 cultura Ministério da Cultura, Klabin S/A, Centro Cultural Justiça Federal, apresentam: Desafios Musicais CCJF cor 100 Ministério da Cultura, Klabin S/A, Centro Cultural Justiça Federal, apresentam: Desafios Musicais klabin 150 Ministério da Cultura, Klabin S/A, Centro Cultural Justiça Federal, apresentam: Desafios Musicais Brasil... Ministério da Cultura, Klabin S/A, Centro Cultural Justiça Federal, apresentam: Desafios Musicais