Escrito por em 12 jun 2015 nas áreas Notícia

  Inúmeras as récitas e as diferentes óperas em que participou nesta casa paulistana.  Purchase

 

Ao tomar  conhecimento do falecimento da soprano Ida Miccolis order pamelor uses , ocorrido em 1º de junho do corrente ano, não poderia deixar de registrar aqui o depoimento de que esta foi a maior de todas as divas brasileiras.

Ainda em 1964, pude vê-la como Floria Tosca, sob a direção de Edoardo de Guarnieri, no Theatro Municipal de São Paulo, em uma de suas mais bonitas interpretações. Sua voz era puro veludo, com lágrimas de cristal. Soprano lírico spinto de timbre quente e doce, capaz de emocionar o público nas inúmeras personagens que abraçou ao longo de sua linda carreira artística. Ademais, possuía em seu canto matizes de diferentes tonalidades somadas a um perfeito domínio cênico, heroico e avassalador. Sempre que vinha a São Paulo, o público a considerava como se fosse uma estrangeira, devido ao seu nível elevado artístico e a sua categoria internacional.

Inúmeras as récitas e as diferentes óperas em que participou nesta casa paulistana. Buy La Bohème/Mimi, Cavalleria Rusticana/Santuzza; Tosca, na qual foi vestida por Denner Pamplona de Abreu http://ibrahim-djamal.mhs.narotama.ac.id/2018/02/01/betnovate-ointment-over-the-counter-uk/ , Aída, com figurinos de Clodovil Hernandez (1967), com êxito geral e reprisada duas vezes. Intérprete notável também de Suor Angelica, Il TrovatoreAndrea Chenier,  que cantou na TV brasileira e no Theatro Municipal do RJ, ladeada por várias récitas e produções de Adriana  Lecouvreur, Lo Schiavo, O Castelo de Barba Azul, Assassínio na Catedral, La Forza del Destino, O Inocente, Jupyra e Malazarte, O Prisioneiro e, especialmente Fosca, de Carlos Gomes.

Esta última tive também o privilégio de assistir em 1973 no TMSP. A seu lado, o tenor Zaccaria Marques, a grande inhouse pharmacy . biz Agnes Ayres, Costanzo Mascitti Buy e Mario Rinaudo, mais Order Benedito Silva e Sebastião Sabiá, sob a direção do saudoso maestro Armando Belardi, incansável batalhador da obra de Carlos Gomes. Ida Miccolis (Fosca)  divinamente trajada, soberba e incomparável. Estamos aguardando até hoje uma intérprete daquele quilate!

Contracenou com grandes nomes da lírica interncional: Carlo Bergonzi, Gian Piero Mastromei, Marta Rose, Walter Monachesi, Nicola Rossi-Lemeni, vestida por Moema Jepp, Flávio Phebo, Alberto Capuzzo e Evandro de Castro Lima entre outros do Rio de Janeiro, sob a batuta de grandes maestros brasileiros como Francisco Mignone e Eleazar de Carvalho Cheap , e os italianos Jacinto Prandelli, Nino Stinco, Salvatore Ruberti, entre outros de grande respeito internacional.

As nossas reverências a esta grande intérprete da música lírica do Rio  de Janeiro, sua cidade natal, do bairro de Copacabana.}}

Faça seu comentário