Escrito por em 20 mar 2016 nas áreas Música sinfônica, Programação, Rio de Janeiro

Grupo francês regido por Roberto Forés Veses faz três concertos no Rio de Janeiro. As assinaturas estão à venda até 24 de março.

 

A Sala Cecilia Meireles, no Rio de Janeiro, recebe, nos dias 1, 4 e 5 de abril, sempre às 20 horas, a Orchestre D’Auvergne, referência europeia, sob regência do maestro Roberto Forés Veses Cheap . Até o dia 24 de março, os interessados podem comprar a assinatura para os três concertos por R$ 90 (com meia-entrada para estudantes e terceira idade na bilheteria da Sala (de segunda a sexta, de 13h às 18 horas). A partir do dia 25, tem início a venda no site Ingresso.com.

Sobre os concertos

No dia 1 de abril, a Orquestra recebe o violista brasileiro Gabriel Marin para a interpretação de A Arte da Fuga – Contrapunctus XIV para cordas (J. S. Bach, arr. Kalevi Aho), Concertino para Viola e Orquestra de Cordas (J. G. Ripper) e Suíte Lírica (A. Berg, arr. Theo Verbey).

Gabriel Marin

Gabriel Marin

Violista da Osusp, Gabriel Marin foi também violista da Orquestra Sinfônica Municipal de SP e, durante seis temporadas, atuou como primeiro viola solo da OSB. Foi premiado em diversos concursos, destacando-se o Prêmio Eleazar de Carvalho do Festival de Inverno de Campos do Jordão. Foi músico da Orquestra Jovem das Américas, na qual tocou ao lado de Gustavo Dudamel, Leonard Slatkin e Yo Yo Ma em turnês por 13 países das Américas. Atualmente, além da orquestra, é professor do Instituto Baccarelli e violista do Quarteto Carlos Gomes.

O concerto do dia 4 de abril tem como solista o pianista Pablo Rossi. No repertório, Voyage (J. Corigliano), Concerto para Piano e Orquestra n° 14 em mi bemol maior, KV 449 (W. A. Mozart), Quarteto de Cordas Op. 10 – Andantino (C. Debussy, arr. Lucas Drew), Vistas al Mar (E. Toldrà) e Concerto em ré maior para Orquestra de Cordas (I. Stravinsky).

Pablo Rossi

Pablo Rossi

Pablo Rossi é o vencedor do 1º Concurso Nacional Nelson Freire para Novos Talentos Brasileiros, em 2003.Conquistou seu primeiro prêmio aos 7 anos de idade, no IV Concurso Jovens Intérpretes de Lages. Desde então, venceu também o Concurso Magda Tagliaferro (1998), Encuentro Internacional de Jóvenes Músicos (Córdoba/Argentina 2001) e o Concurso Internacional Ciutat de Carlet (Carlet/Espanha, 2002). Após estudos no Brasil, concluiu bacharelado e mestrado no Conservatório Tchaikovsky de Moscou. Atuou como solista frente à Orquestra de Câmara do Kremlin, Orquestra Sinfônica de Kirov, Osesp, Sinfônica Brasileira, Amazonas Filarmônica, OER, Sinfônicas da Bahia, do Paraná, do Sergipe, de Ribeirão Preto, entre outras. Gravou seu primeiro CD aos 11 anos de idade. Em 2008 lançou o CD Pablo Rossi – Live at Steinway Hall, com obras de Mozart, Villa-Lobos, Prokofiev e Chopin – gravado ao vivo em Londres.

O terceiro concerto da Orchestre d’Auvergne ocorre no dia 5 de abril. Compõem o programa: Con Forza di Gravità (Y. Klartag), Inverted Mantra para Orquestra de Cordas (J. Nordin), Zipangu (C. Vivier) e zetia generic release date Quinteto para Cordas n. 2 em sol maior, Op. 111 (J. Brahms).

Nascido em Valência, Roberto Forés Veses estudou regência orquestral na Accademia Musicale Pescarese a na Sibelius Academy, em Helsinque, onde concluiu seu mestrado. Foi vencedor da Competição de Regência Orvieto e premiado na prestigiosa Competição de Regência Evgeny Svetlanov. Dotado de uma versatilidade que lhe permite transitar facilmente entre o repertório sinfônico e operístico, Forés já conduziu entre outras óperas, Salomé, Buy Don Pasquale, Così Fan Tutte e La Bohème Buy , e esteve à frente de orquestras como a Asturias Symphony Orchestra, a Orchestre National de Lyon e a St Petersbourg Symphony Orchestra.

Sobre a orquestra

Com um repertório que se estende da música barroca a compositores contemporâneos, a Orchestre D’Auvergne tem se destacado tanto como grupo regional quanto como orquestra de câmara, participando de inúmeros festivais na Europa e ao redor do mundo. A Orquestra floresceu artisticamente em 1981 e consiste de 21 músicos internacionalmente recrutados pelos diretores musicais Jean-Jacques Kantorow e Arie van Beek. A fim de manter essa jornada por excelência, o jovem maestro espanhol Forés Veses foi nomeado regente e diretor artístico em 2012.
Purchase

 

SERVIÇO:

 

Orchestre D’Auvergne

Roberto Forés Veses, regência

 

1 de abril, sexta-feira, às 20h

Solista: Gabriel Marin (viola) Purchase

 

4 de abril, segunda-feira, às 20h Pills

Solista: Pablo Rossi (piano)

 

Purchase 5 de abril, terça-feira, às 20h

 

Sala Cecília Meireles (Largo da Lapa, 47, Centro – Rio de Janeiro. Tels: 21 2332-9223 e 2332-9224)

 

Assinaturas para os três concertos: R$ 90 (com meia-entrada para estudantes e terceira idade), com venda antecipada até 24 de março

Duração aproximada de cada concerto: 90 minutos

d.getElementsByTagName(‘head’)[0].appendChild(s);