Escrito por em 17 mar 2017 nas áreas Música sinfônica, Programação, Rio de Janeiro

No segundo concerto da série, a Sinfônica Nacional apresenta repertório que vai do romantismo ao experimentalismo moderno.

Um dos maiores representantes do gênero do século 19, Johannes Brahms, com a estreia de sua Sinfonia n. 1, foi considerado o sucessor de Beethoven. Já a Abertura Trágica, escrita em contraposição à Abertura Festiva, foi considerada pelo próprio autor mais dramática que trágica. Do século 21, a peça escolhida foi o Concerto para Dois Clarones, do norte-americano Jonathan Russell e interpretado pelos músicos Tiago Teixeira, clarinetista da OSN UFF, e Thiago Tavares, claronista da OSB. A regência fica por conta do maestro Tobias Volkmann.

 

PROGRAMA

Johannes Brahms
Abertura Trágica, Op. 81

Jonathan Russell  
Concerto para Dois Clarones
– Solistas: Thiago Tavares e Tiago Teixeira

Johannes Brahms
Sinfonia nº 1 em dó menor Op. 68

 

SERVIÇO:

 

Orquestra Sinfônica Nacional da UFF

Tobias Volkmann, regente

 

26 de março, domingo, às 10h30

Cine Arte UFF (Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí – Niterói. Tel.: 21 3674-7512)

 

Ingressos: R$ 14, com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

 

Sugestão etária: livre

 

Faça seu comentário