Escrito por em 19 mar 2017 nas áreas Lateral, Musical, Programação, Rio de Janeiro

Sucesso na TV nos anos 1990, Vamp vira musical com direito aos protagonistas da novela, Claudia Ohana e Ney Latorraca.

 

Ela voltou! A novela Vamp, comédia de terror que marcou toda uma geração nos anos 1990 e até hoje é considerada cult pela legião de fãs que deixou, chega ao teatro em uma produção da Aventura Entretenimento. Com concepção e direção geral de Jorge Fernando e direção de Diego Morais, que dirigiu ao lado de Jorge a novela Êta mundo bom, o espetáculo Vamp, o musical estreou no Teatro Riachuelo Rio, tendo no elenco os protagonistas do folhetim, Claudia Ohana e Ney Latorraca. Para completar e garantir a qualidade e a originalidade, também fazem parte da equipe criativa alguns nomes da novela, como o autor Antonio Calmon, o figurinista Lessa de Lacerda e o cenógrafo José Claudio Ferreira.

Cláudia Ohana renasce como a cantora de rock Natasha, papel mais emblemático de sua carreira, e Ney Latorraca, volta como o Conde Vlad, um dos mais marcantes personagens de sua vitoriosa trajetória, para trazer ao palco a inesquecível dupla de vampiros hilários, cativantes e apavorantes (de mentirinha). “Não é uma história de vampiros, é uma história de amor, com muita comédia para a família inteira poder se divertir no teatro. É um espetáculo para todas as idades: para quem foi criança naquela época e para as crianças de hoje”, garante Jorge Fernando.

“Natasha foi uma personagem tão boa que poder revivê-la é um presente. A novela foi muito marcante para mim. E fazer ao vivo, novamente com o com Jorginho e com Ney é muito emocionante! Na época, nós não sabíamos ao certo no que ia dar. A diferença agora é que estamos vindo de uma novela de sucesso, o que gera mais expectativa. Já se passaram 26 anos e acredito que a gente não vá fazer exatamente a mesma Natasha, vamos descobrir uma Natasha 2017”, adianta Claudia Ohana. “O personagem fez muito sucesso na época, como toda a novela em si. Foi uma obra que ‘aconteceu’, o que não é algo fácil. Por isso, voltar com tudo para o teatro é uma alegria. O público vai ver uma síntese da novela no palco, porque é o mesmo autor, o mesmo diretor, o mesmo figurinista”, completa Ney Latorraca.

Os números da produção incluem um total de 36 atores e 350 figurinos, além de 13 cenários e efeitos especiais. Para Aniela Jordan, sócia-diretora da Aventura, Vamp é um musical que vai reunir diferentes gerações. “Esse é o primeiro espetáculo que está sendo montado na sala de ensaios do Teatro Riachuelo e logo com uma produção tão especial, estamos muito felizes!”. Sobre a parceria com Jorge Fernando, ela completa: “Jorginho é o pai de ‘Vamp’. Seria impossível fazer sem ele”.

Ao lado dos protagonistas, estão nomes como Evelyn Castro (Cássia Eller – O Musical), no papel da intrépida caça-vampiros britânica Mrs. Alice Penn Taylor, e Cláudia Netto (Se eu fosse você – O musical, Judy Galard – O Fim do Arco-íris), que fará a Mandrágora, mãe do Conde Vlad, personagem criado especialmente para a trama. Entre as crianças, estão Xande Valois, como o Matosinho, filho fofo de Matoso (Osvaldo Mil) e Mary Matoso (Livia Dabarian), o malvado e atrapalhado casal do folhetim original. Ainda estarão presentes os inesquecíveis Matosão (Thadeu Matos), Jonas (Luciano Andrey), Carmem Maura (Erika Riba) e os filhos Lena (Gabriella di Grecco) e Lipe (Oscar Fabião).

A trilha sonora terá algumas das músicas inesquecíveis da novela e outras inéditas, compostas especialmente para o espetáculo por Tauã Delmiro e pelo diretor musical Tony Lucchesi. A música-tema será a arrepiante Noite Preta, na voz de Claudia Ohana e com novos arranjos. Claudia também assume o vocal do clássico Sympathy to the Devil, dos Rolling Stones, como fez na novela, e Puro Êxtase. Entre as outras canções, estará Thriller, de Michael Jackson, coreografada em uma releitura em que tudo termina em samba. Gita, de Raul Seixas, Felicidade Urgente, de Elba Ramalho, e Doce Vampiro, de Rita Lee, são outros destaques.

 

Latorraca e Ohana em “Vamp, o musical”

A trama

Como na novela, exibida em 1991, a trama contará a história de Natasha, uma cantora que vende a alma para Conde Vlad em troca do sucesso na carreira. Ele, apaixonado por sua presa, fará de tudo para conquistá-la, mas, com o passar do tempo, Natasha só tentará se livrar dele e da maldição de ser vampira para sempre. Para isso, parte em busca do medalhão do poder, escondido na cidadezinha litorânea Armação dos Anjos, onde encontra a família do capitão Jonas. Natasha vai até lá com a desculpa de gravar o clipe de uma música, causando comoção na cidade. Vlad descobre seu plano e, para se vingar, transforma o paraíso em uma cidade tomada por vampiros. O final será surpreendente e muito diferente do da novela.

 

 

Ficha Artística

Texto: Antonio Calmon
Concepção e direção geral: Jorge Fernando
Direção: Diego Morais
Coreografia: Alonso Barros
Direção musical, arranjos e preparação vocal: Tony Lucchesi
Cenografia: José Claudio Ferreira
Figurino: Lessa de Lacerda
Visagismo: Martin Macias
Desenho de Luz: Maneco Quinderé
Desenho de Som: Carlos Esteves
Produção de Elenco: Marcela Altberg
Orquestração e assistente de direção musical: Alexandre Queiroz
Elenco: Ney Latorraca, Claudia Ohana, Evelyn Castro, Claudia Netto, Luciano Andrey, Erika Riba, Pedro Henrique Lopes, Xande Valois, Livia Dabarian, Thadeu Matos, Osvaldo Mil, Gabriella Di Grecco, Oscar Fabião, Mariana Cardoso, Duda Santa Cruz, Daniel Brasil, Rafa Mezadri, Talita Real, Mariana Gallindo, Lana Rodhes, Laura Ávila, Carol Costa, Carol Botelho, Jessica Gardolin, Renan Mattos, Lucas Nunes, Matheus Paiva, Leonardo Senna, Franco Kuster, Murilo Armacollo, Gustavo Della Serra, Marina Mota, Gabriel Querino, Andressa Tristão, Leonardo Rocha

 

Fotos: Felipe Panfili

 

SERVIÇO:

 

“Vamp, o musical”

 

De 17 de março a 4 de junho, quinta e sexta-feira às 20h30, sábado às 16h30 e 20h30, e domingo às 18h

Teatro Riachuelo Rio (R. do Passeio, 38/40, Cinelândia – Rio de Janeiro. Tel.: 21 3005-3432)

 

Ingressos: sábados às 20h30: R$ 180 (plateia VIP), R$ 120 (plateia e balcão nobre) e R$ 50 (balcão); sábados às 16h30 e domingos: R$ 150 (plateia VIP), R$ 120 (plateia e balcão nobre) e R$ 50 (balcão); quintas e sextas-feiras: R$ 130 (plateia VIP), R$ 100 (plateia e balcão nobre) e R$ 50 (balcão), com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

 

Capacidade: 1.000 pessoas

Duração aproximada: 2 horas (com intervalo de 15 minutos)

Sugestão etária: livre

 

Faça seu comentário