Escrito por em 15 maio 2017 nas áreas Música de câmara, Programação, Rio de Janeiro

Composto por intérpretes com vasta experiência camerística, Trio Arqué toca Tchaikovsky, Guerra-Peixe e Mignone no Rio de Janeiro.

 

Formado em 2007, o Trio Arqué se dedica à interpretação do vasto e rico repertório composto para trio de violino, violoncelo e piano, que inclui algumas das melhores obras dos mais renomados compositores eruditos. O conjunto se apresenta na edição do Quartas Instrumentais de 17 de maio, às 19h, no Espaço Cultural BNDES, no Rio de Janeiro.

Para este concerto, o trio selecionou a única peça do compositor russo P. Tchaikovsky para a formação, obra admirada pelo virtuosismo de sua escrita que une a forma sonata a temas de raiz folclórica. Os ambientes folclóricos também foram inspiração para as obras dos brasileiros César Guerra-Peixe e Francisco Mignone, que complementam o programa.

A versatilidade e competência artística de seus integrantes – o violinista Emmanuele Baldini, a violoncelista Heloisa Meirelles e o pianista Horácio Gouveia – podem ser ouvidas na interpretação de obras de diferentes estilos e períodos da música erudita, do Barroco ao Contemporâneo, de compositores como Beethoven, Schubert, Mendelssohn, Brahms, Debussy, Ravel, Magnard, Shostakovich, Takemitsu e Kurtág, entre tantos outros.

 

PROGRAMA:

C. Guerra-Peixe (1914-1993)
Trio

F. Mignone (1897-1986)
Canção Sertaneja

P. I. Tchaikovsky (1840-1893)
Trio em lá menor, Op. 50

 

SERVIÇO:

 

Trio Arqué

 

17 de maio, quarta-feira, às 19h

Espaço Cultural BNDES (Av. Chile, 100, Centro – Rio de Janeiro. Tel.: 0800 702 6337)

 

Entrada gratuita, com reserva de ingressos no site da instituição

 

Sugestão etária: livre

 } else {} else {

Faça seu comentário