Escrito por em 3 out 2017 nas áreas Música contemporânea, Música de câmara, Música sinfônica, Programação, São Paulo

Osesp recebe o violinista Luíz Fílip, da Filarmônica de Berlim, sob regência do maestro Pedro Neves.

 

Nos concertos dos dias 5, 6 (às 21h) e 7 de outubro (às 16h30), a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp) se apresenta em sua sede – a Sala São Paulo, na capital – sob a regência do maestro Pedro Neves e com a participação do jovem violinista Luíz Fílip, nascido em São Paulo e único brasileiro contratado como titular da Filarmônica de Berlim. As apresentações fazem parte da série Osesp 60, com duração de até 60 minutos, e seguidas por uma conversa entre regente, solista e público.

O repertório inclui a Sinfonia n. 1 em dó maior, Op. 21, de Beethoven, e a estreia mundial de Museu das Coisas Inúteis – Concerto para violino, de Celso Loureiro Chaves, uma encomenda da Osesp em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, de Lisboa.

Maestro Pedro Neves

Nascido em Portugal, Pedro Neves é atualmente regente titular da Orquestra Clássica de Espinho e maestro convidado da Orquestra Gulbenkian, tendo sido regente titular da Orquestra do Algarve entre 2011 e 2013. Ele também se destaca por suas contribuições à música contemporânea, como as colaborações com o Sond’arte Electric Ensemble, com o Grupo de Música Contemporânea de Lisboa e com o Remix Ensemble Casa da Música.

Já o violinista Luíz Fílip, além de sua atuação como titular em uma das mais importantes orquestras do mundo, foi premiado em diversos concursos internacionais, é integrante do Ensemble Berlin e participa de importantes festivais de música de câmara, como o Rolandseck e o Festival Aix-en-Provence.

Além das apresentações com a Osesp, no dia 6 de outubro, às 10h, ele ministra uma masterclass gratuita na Sala São Paulo, aberta para executantes e ouvintes. No dia 5 de outubro, às 10h, ocorre ensaio aberto, com ingressos a R$ 10.

 

Pianista Cristian Budu

Violino e piano

Além dos concertos com a Osesp e da masterclass, Luíz Fílip volta ao palco da Sala São Paulo, no dia 8 de outubro, para um recital em parceria com o pianista Cristian Budu – outro destacado representante da música clássica brasileira. O repertório conta com Sonata para violino e piano em sol menor, de Debussy, e Sonata n. 3 para violino e piano em ré menor, Op. 108, de Brahms, além de obras de Zoltán Kodály e Eugène Ysaÿe.

Cristian Budu, que se apresentou com a Osesp no começo deste ano, recebeu, em 2013, o Grande Prêmio, o Prêmio do Público e o Prêmio da Crítica no Concurso Internacional de Piano Clara Haskil, na Suíça. O pianista já se apresentou com a Orquestra da Suíça Romanda, as Sinfônicas da Petrobras, da Rádio de Stuttgart, Brasileira e de Sergipe, além das Filarmônicas de Minas Gerais e de Montevidéu.

 

SERVIÇO:

 

Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

Luíz Fílip, violino

Pedro Neves, regência

 

5 e 6 de outubro, quinta e sexta-feiras, às 21h, e 7 de outubro, sábado, às 16h30

 

Ingressos: de R$ 46 a R$ 213

 

Luíz Fílip (violino) e Cristian Budu (piano)

 

8 de outubro, domingo, às 16h

 

Ingressos: de R$ 85 a R$ 110

 

Sala São Paulo (Praça Júlio Prestes, 16 – São Paulo. Tel.: 11 3223-3966)

 

Capacidade: 1.484 lugares

Sugestão etária: acima de 7 anos

 

Estacionamento: R$ 28 (noturno e sábado à tarde) e R$ 16 (sábado e domingo de manhã) | 611 vagas, sendo 20 para portadores de necessidades especiais e 33 para idosos

 }

Faça seu comentário