Escrito por em 31 out 2017 nas áreas Música de câmara, Programação, São Paulo

Grupo argentino toca na capital paulista nos dias 7 e 9 de novembro; ingressos já estão à venda.

Propagar a revolução que o maestro Astor Piazzolla provocou no tango e na música argentina: este tem sido o objetivo do Quinteto Astor Piazzolla ao longo de sua carreira de mais de 50 anos.

Considerado o único conjunto musical capaz de representar o estilo do compositor portenho, o grupo é formado atualmente por Lautaro Greco (bandoneon), Sebastián Prusak (violino), Sergio Rivas (contrabaixo), Germán Martinez (guitarra) e Cristian Zarate (piano).

Em São Paulo, o conjunto faz duas apresentações, na Unibes Cultural, nos dias 7 e 9 de novembro, terça e quinta-feira, às 21h. A turnê do grupo no país também passa pelas cidades de Salvador e Curitiba.

No repertório das apresentações estão canções de Piazzolla, como Camorra, Chin Chin , Milonga del Ángel, Tango para una ciudad, Milonga Loca, Calambre, Muerte del Ángel, Concierto para quinteto, Adios Nonino, Libertango, Lo que vendrá e Milonga para tres – estas duas últimas contarão com a participação especial de Julián Vat na flauta e no sax, respectivamente.

 

Masterclass

No dia 8 de novembro, às 19h30, Julian Vat, diretor artístico do Quinteto Astor Piazzolla, dará a masterclass Piazzolla, o revolucionário do tango. O evento ocorre também na Unibes Cultural, em São Paulo, com valor R$ 200 e as inscrições podem ser feitas.

Na aula, o músico explora as influências que cercaram e contribuíram para o som único de Piazzolla, como Stravinsky, Bach, Bartok, Mulligan, Gershwin, Troilo e Pugliese. Como compositor e como intérprete artístico único que foi, o portenho criou diferentes formações de grupo, com e sem bandoneon. Os participantes terão mostras de como estas formações estão presentes na música do maestro, com exemplos gravados, interpretações ao vivo em saxofone e flauta, tudo para dar a real noção de como uma obra foi escrita e de como ela deveria ser ouvida.

 

Acompanhando o mestre

A última vez que o Quinteto se apresentou no Brasil foi em 1988, justamente quando o grupo acompanhava Astor Piazzolla em uma turnê no país.

“Esta é uma grande oportunidade para que a gente possa se reconectar ao vivo com um público que recebeu a música do maestro com muito carinho e admiração. Piazzolla adorava o Brasil, tinha grandes amigos, artistas, compositores e poetas com quem compartilhou momentos maravilhosos de sua vida. Retornar ao país com sua obra, neste ano tão especial, será para nós uma grande honra e uma oportunidade de reviver sua obra” , afirma Laura Escala Piazzolla, viúva do maestro e diretora geral do Quinteto.

A criação do Quinteto Astor Piazzolla aconteceu na década de 1960. No final da década de 1970, o som do grupo teve uma guinada, mas sempre agregando ao tango aspectos modernos a tradições e influências do jazz e da música clássica. Após a morte do músico em 1992, com a criação da Fundação Astor Piazzolla, a diretora da instituição Laura Escalada Piazzolla decidiu formar um novo conjunto com cinco solistas virtuosos, capazes de interpretar a vasta obra do compositor que revolucionou o tango.

 

Quinteto Astor Piazzolla

A criação do Quinteto Astor Piazzolla se deu na década de 1960 com um som provocador e às vezes melódico, causando furor entre o público jovem. Em 1978, começou um segundo período absolutamente diferente, com uma proposta musical mais elaborada e intelectual, mostrando um compositor em constante evolução. Após seu falecimento e com a criação da Fundação Astor Piazzolla se iniciou uma nova etapa. Com a finalidade de continuar difundindo o legado do maestro, Laura Escalada Piazzolla decide formar um novo conjunto com cinco solistas virtuosos, capazes de interpretar a vasta obra do compositor que revolucionou o tango. O atual Quinteto Astor Piazzolla está há mais de 20 anos percorrendo o mundo, aclamados pela imprensa internacional como o único conjunto musical capaz de representar o estilo único do grande Astor Piazzolla.

 

Foto: Adrian Gilardoni

 

SERVIÇO:

 

Quinteto Astor Piazzolla

 

7 e 9 de novembro, terça e quinta-feira, às 21h

Unibes Cultural (R. Oscar Freire, 2.500, Sumaré – São Paulo. Tel.: 11 3065-4333)

 

Ingressos: R$ 130, à venda

 

Capacidade: 280 lugares

Duração aproximada: 70 minutos

 

Estacionamento conveniado na R. Oscar Freire, 2.617

Faça seu comentário