Escrito por em 28 fev 2018 nas áreas Música sinfônica, Ópera, Programação, São Paulo

Orquestra paulistana recebe o maestro inglês Neil Thomson e solistas em concerto com obras de Weber, Prokofiev e Bizet.

 

O Theatro São Pedro, em São Paulo (instituição da Secretaria da Cultura do Estado sob gestão da organização social Santa Marcelina Cultura), dá início à sua intensa programação artística com os primeiros concertos da Orquestra do Theatro São Pedro e, atendendo a pedidos dos próprios músicos, o maestro convidado é o inglês Neil Thomson, atual diretor artístico e regente titular da Orquestra Filarmônica de Goiás. As apresentações com entrada gratuita ocorrem nos dias 3 e 4 de março, sábado, às 20h, e domingo, às 17h.

O repertório traz a abertura de O Franco-Atirador, ópera do romantismo alemão de Weber e que estreou em 1820; e a Sinfonia n. 1 – Clássica, tida como uma das obras mais conhecidas e aclamadas do russo Sergei Prokofiev e pioneira entre as composições neoclássicas.

Na volta do intervalo, a orquestra interpreta excertos da ópera Carmen, do francês Georges Bizet. A obra estreou em Paris em 1875 e é uma das mais conhecidas do repertório lírico. E para dar voz a Carmen e Don José, dois dos personagens da história, sobem ao palco a mezzo-soprano Luciana Bueno e o tenor Paulo Mandarino.

Até dezembro, a Orquestra do Theatro São Pedro apresenta mais cinco programas sinfônicos – dez concertos no total – com diversos maestros convidados, como Cláudio Cruz, Ligia Amadio, Ricardo Bologna, Roberto Tibiriçá, entre outros. O grupo também vai receber alguns dos principais cantores do cenário lírico brasileiro, como a soprano Eliane Coelho, o tenor Fernando Portari, o barítono Lício Bruno, e o grande violoncelista Antonio Meneses, que fecha o ano.

O repertório visa trabalhar as vozes em suas múltiplas facetas e traz obras de Beethoven, Prokofiev, Verdi, Wagner, Weber, Berio e Ginastera, entre outros, além dos compositores brasileiros vivos Silvio Ferraz e Valéria Bonafé, e um programa todo dedicado a Carlos Gomes.

 

Artistas

O regente convidado Neil Thomson nasceu em Londres em 1966, estudou violino e viola na Royal Academy of Music (1984-87) e regência com Norman Del Mar no Royal College of Music (1987-89). Realizou também curso de regência na escola de verão de Tanglewood em 1989, estudando com consagrados nomes da música orquestral como Gustav Meier, Seiji Ozawa, Kurt Sanderling e Leonard Bernstein. Desde março de 2014 é regente titular e diretor artístico da Orquestra Filarmônica de Goiás. No Reino Unido, já regeu a Sinfônica e a Filarmônica de Londres, Filarmônica Real, Orquestra Real de Liverpool, Orquestra Real Escocesa, a Hallé, Sinfônica da BBC, Orquestra de Ulster e a Orquestra da Ópera Nacional de Gales.

A mezzo-soprano Luciana Bueno estreou em O Barbeiro de Sevilha, como Rosina. Desde então tem se apresentado como Carmen (Carmen), Donna Elvira (Don Giovanni), Lola (Cavalleria Rusticana), João (João e Maria), Suzuki ( Cialis Super Active purchase Madama Butterfly), Meg Page (Falstaff doxycycline online ), Giulietta (Os Contos de Hoffmann), Cinderela (Cenerentola), Romeo (I Capuleti e I Montecchi), Mãe (Poranduba), Teresa ( purchase doxycycline Magdalena), Mãe/Xícara Chinesa/Libélula (O Menino e os Sortilégios de Ravel), Marguerite (A Danação de Fausto), Miss Jessel (The Turn of the Screw) e Mãe (O Menino e a Liberdade). Foi solista em O Messias Female Viagra purchase , de Häendel; Requiem, de Verdi; Missa em dó menor, de Mozart; Missa em dó maior e Nona Sinfonia, de Beethoven. Estudou com Pier Miranda Ferraro (Itália) e Leilah Farah (Brasil). Atualmente desenvolve repertório com Ricardo Ballestero.

Com sólida formação musical, o tenor Paulo Mandarino destaca-se no cenário lírico como intérprete de personagens que vão do clássico ao verismo. Ganhador da Bolsa Virtuose, concedida pelo Ministério da Cultura a profissionais consagrados, estudou na Accademia Lirica Italiana, em Milão, com o tenor Pier-Miranda Ferraro. Apresentou-se em concertos nas cidades de Paris, Milão, Roma, Viena e Budapeste. Sua estreia profissional foi como Edgardo, na ópera Lucia di Lammermoor, de Donizetti, em sua cidade natal, Brasília. Desde então apresenta ao público personagens como Rodolfo, em Cialis Super Active cheapest La Bohème; Pinkerton, em Butterfly; Cavaradossi, em Tosca, de Puccini; Idomeneo, em Idomeneo, de Mozart; Riccardo, em Female Viagra buy Un Ballo in Maschera; Duca di Mantova, em Rigoletto, de Verdi; Oedipus, de Stravinsky; Hoffmann, de Offenbach, Faust, de Berlioz. Como concertista, Mandarino tem se destacado por suas participações no Requiem e Inno delle Nazioni, de Verdi; Nona Sinfonia, de Beethoven; O Messias, de Händel, entre outras obras.

 

SERVIÇO:

 

Orquestra do Theatro São Pedro

Luciana Bueno (mezzo-soprano) e Paulo Mandarino (tenor)

Neil Thomson, regência

 

3 e 4 de março, sábado e domingo, às 20h e 17h, respectivamente

Theatro São Pedro (R. Albuquerque Lins, 207, Campos Elíseos – São Paulo. Tel.: 11 4003-1212)

 

Entrada gratuita, com retirada de ingressos na bilheteria duas horas antes do início do concerto, limitado a 4 ingressos por pessoa

 

Duração aproximada: 90 minutos

Sugestão etária: livre

Capacidade: 636 lugares

 

Faça seu comentário