Escrito por em 22 mar 2018 nas áreas Canto, Música sinfônica, Programação, São Paulo

Orquestra do Theatro São Pedro recebe solistas para homenagem ao compositor campineiro.

 

O Theatro São Pedro, em São Paulo, segue sua temporada 2018 com um concerto da Orquestra do Theatro São Pedro, que apresenta seu segundo programa com dois concertos. As apresentações ocorrem nos dias 24 e 25 de março, sábado, às 20h, e domingo mais cedo, às 17h.

O maestro convidado desta vez é Cláudio Cruz, atual diretor musical e regente titular da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e um dos líderes do Quarteto Carlos Gomes. Para interpretar um repertório totalmente dedicado ao compositor brasileiro Carlos Gomes, a Orquestra tem a companhia de três importantes cantores líricos do país na atualidade: a soprano Eliane Coelho, o tenor Fernando Portari e o baixo-barítono Lício Bruno Viagra Soft purchase . Juntos, apresentam aberturas, árias e trechos das óperas O Guarani, Fosca, Maria Tudor e Lo Schiavo.

Até dezembro, a Orquestra do Theatro São Pedro apresenta mais quatro programas sinfônicos – oito concertos no total – com diversos maestros convidados, como Ligia Amadio, Ricardo Bologna e Roberto Tibiriçá, entre outros. O grupo também recebe alguns dos principais cantores do cenário lírico brasileiro, como a soprano Manuela Freua, e a mezzo Ana Lúcia Benedetti, além do violoncelista Antonio Meneses, que fecha o ano. O repertório pretende trabalhar as vozes em suas múltiplas facetas e traz obras de Beethoven, Prokofiev, Verdi, Wagner, Weber, Berio e Ginastera, entre outros, além dos compositores brasileiros vivos Silvio Ferraz e Valéria Bonafé.

 

Artistas buy Amoxicillin

O maestro Cláudio Cruz iniciou-se na música com seu pai, o luthier João Cruz, posteriormente recebeu orientações de Erich Lenninger, Maria Vischnia e Olivier Toni. Foi premiado pela APCA e recebeu os prêmios Carlos Gomes, Bravo, Grammy, entre outros. Foi regente titular das sinfônicas de Ribeirão Preto e de Campinas. Atuou como diretor artístico e regente nas montagens das óperas Lo Schiavo e Don Giovanni, em Campinas; e Rigoletto e La Bohème, em Ribeirão Preto. Participa de festivais internacionais nos EUA e no Brasil. Atua como regente convidado em diversas orquestras no Brasil, América do Sul, Europa e Japão. Atualmente, é regente e diretor musical da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e primeiro violino do Quarteto de Cordas Carlos Gomes.

 

Eliane Coelho (foto de Jackeline Nigri)

Carioca, a soprano Eliane Coelho diplomou-se na Escola Superior de Música e Teatro de Hannover; mais tarde, foi contratada pela Ópera de Frankfurt e, em seguida, pela Ópera de Viena, na qual recebeu o título de Kammersängerin em 1998. Apresentou-se em cidades como Estocolmo, Munique, Berlim, Dresden, Nice, Marselha, Copenhagen, Nápoles, Torino, Catania, Sófia, Bucareste, Praga, São Petersburgo, Valência, Zurique, Tóquio, no Festival Aix-en-Provence e nos teatros La Scala e Bastille. Seu extenso repertório continua se enriquecendo com novos papeis. Elogiada internacionalmente, atuou ao lado de artistas como Bryn Terfel, Leonie Rysanek, Siegfried Jerusalem, Heinz Zednik, Bernd Weikl, Brigitte Fassbaender, e sob a regência de Zubin Mehta, Donald Runnicles, entre outros.

 

Fernando Portari

O tenor Fernando Portari é um artista versátil que, ao longo do tempo, aliou a arte de seu canto à força de sua voz para tornar-se intérprete dos mais variados gêneros musicais. Artista internacionalmente reconhecido, cantou no teatro Alla Scala de Milão e foi partner da soprano Anna Netrebko, em Berlim, sob a regência do maestro Daniel Barenboim, em Manon, de Massenet. Cantou em mais de 40 óperas, concertos, recitais, shows e espetáculos por todo o Brasil.

 

Lício Bruno

Mestre em Performance, o baixo-barítono Lício Bruno aperfeiçoou-se na Academia Franz Liszt, em Budapeste. É professor na Escola de Música da UFRJ e no CAL, no Rio de Janeiro, coordenador do curso de pós-graduação em Canto e Expressão da Faci/Alpha Cursos, no Espírito Santo, e diretor artístico do 2º Festival Sesi de Ópera. Recebeu o Prêmio Carlos Gomes 2004, a Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes (Sbace-SP), é condecorado pela ONU e vencedor de dez concursos nacionais e internacionais. Tem mais de 80 personagens em óperas e é o único brasileiro a ter interpretado Wotan/Wanderer da tetralogia wagneriana. Atua no Brasil, Europa, América Latina e Indonésia.

 

PROGRAMA:

Antônio Carlos Gomes (1836-1896)
Abertura (O Guarani)
Dueto ( Viagra Soft cheap O Guarani)
Abertura (Fosca)
D’amore le ebbrezze (ária de Cambro, de Fosca)
Ah se tu sei fra gil angeli (ária de Paolo, de Fosca)
Quale orribile peccato amoxil reviews (ária de Fosca, de Fosca)
Abertura (Maria Tudor)
Vendetta, vendetta (ária de fluoxetine order Maria Tudor)
Quando nascesti tu (ária de Americo, de Lo Schiavo)
Alvorada (Lo Schiavo)
O ciel del Parahyba (ária de Ilara, de Lo Schiavo)
Sogni d’amore (ária de Ibere, de Lo Schiavo)
Trio final (Lo Schiavo)

 

SERVIÇO:

 

Orquestra do Theatro São Pedro

Eliane Coelho (soprano) Fernando Portari (tenor) e Lício Bruno (baixo-barítono)

Cláudio Cruz, regência

 

24 e 25 de março, sábado, às 20h; e domingo, às 17h

Theatro São Pedro fluoxetine purchase (R. Albuquerque Lins, 207, Campos Elíseos – São Paulo)

 

Ingresso: R$ 30, com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

 

Duração aproximada: 90 minutos

Capacidade: 636 lugares

 

Faça seu comentário