Escrito por em 23 maio 2018 nas áreas Bahia, Música contemporânea, Programação

Orquestra Sinfônica da Bahia, sob regência do maestro Carlos Prazeres, apresenta o concerto Futurível.

 

No dia 24 de maio, a Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) apresenta mais uma edição do projeto Futurível, da série Jorge Amado 2018, no Teatro Castro Alves, em Salvador. Com a regência do maestro Carlos Prazeres, o público tem a chance de conhecer composições contemporâneas e assistir a um concerto que reúne poesia, dança e projeção.

Mario Ferraro

O repertório começa com a premiada Brasília, abertura sinfônica do compositor Mario Ferraro, doutor em Música pela City University (Londres). Um dos grandes compositores do país, ele é vencedor de prêmios de composição clássica, tais como o Camargo Guarnieri (2005), Funarte (2012, 2014), da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro (2012), entre outros. Já criou três óperas de câmara: The Moonflower (Londres,2011), Ahaiyuta, o Comedor de Nuvens (Londres/Rio, 2013) e Medeia (2016). Desde 2007, suas obras têm sido executadas por músicos da London Sinfonietta, da Royal Academy of Music, da Nieuw Ensemble de Amsterdam, do Bard College (EUA), do Quinteto Villa-Lobos, da Osusp, entre outros.

O repertório do concerto inclui ainda Sonhos Percutidos, do premiado compositor e educador baiano Wellington Gomes. Composta em 2006, a peça tem inspiração na música afro-brasileira e no repertório do Olodum, grupo convidado para unir a percussão baiana à música sinfônica contemporânea.

Encerrando o programa, a Orquestra Sinfônica da Bahia apresenta Concerto para Orquestra, do polonês Witold Lutoslawski (1913-1994). Esta obra se difere de peças que tendem a destacar um solista ou um grupo de solistas, pois trabalha com a coletividade dos músicos, com passagens de solos dentro de cada família de instrumentos, abrangendo uma maior complexidade.

O concerto conta com a participação do grupo Olodum, do VJ Caetano Moura e das bailarinas Loreta Pelosi e Taís Alves, do Balé do Teatro Castro Alves.

 

SERVIÇO:

 

Orquestra Sinfônica da Bahia

Carlos Prazeres, regência

 

24 de maio, quinta-feira, às 20h

Teatro Castro Alves (Praça 2 de Julho, s/n, Campo Grande – Salvador)

 

Ingressos: R$ 20, com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

 

Faça seu comentário