Escrito por em 5 jun 2018 nas áreas Música sinfônica, Programação, Rio de Janeiro

OSB recebe o pianista para interpretar o Concerto em lá menor, de Grieg, e apresenta mais um Concerto da Juventude.

 

A Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, apresenta, no dia 9 de junho, às 20 horas, como parte da série Sala Orquestras, a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), sob regência de Lee Mills, tendo como solista o pianista Ronaldo Rolim no Concerto para piano em lá menor, de E. Grieg. O programa traz ainda obras de Liszt, Fernández e Villa-Lobos. O recital tem ainda a participação de músicos de Barra Mansa, pelo projeto Conexões Musicais.

No domingo, 10 de junho, às 11h, a OSB e seu regente voltam ao palco da Sala para mais um Concerto da Juventude, apresentação de caráter didático. No programa, obras de Heitor Villa-Lobos e Johann Sebastian Bach.

 

Ronaldo Rolim

Um dos principais nomes da nova geração de pianistas brasileiros, Ronaldo Rolim vem sido aclamado pela crítica especializada por uma “especial capacidade de comover através de suas interpretações” e pela “maestria de seu fraseado, agógica e dinâmica”. Com uma carreira que engloba performances em mais de 20 países em quatro continentes, tem se apresentado em importantes salas de concerto.

Como solista convidado, apresentou-se frente a diversas orquestras brasileiras e internacionais, como a Tonhalle-Orchester, Royal Liverpool Philharmonic Orchestra e Sinfônica da Capela de São Petersburgo, entre outras. Grande defensor da música de câmara, colabora frequentemente com diversos instrumentistas.

 

Orquestra Sinfônica Brasileira

Reconhecida como um dos conjuntos sinfônicos mais importantes da música nacional, a Orquestra Sinfônica Brasileira soma mais de cinco mil concertos ao longo de seus 78 anos de atuação, revelando diversos talentos e promovendo, por meio de seus projetos educacionais e concertos públicos, a democratização do acesso à cultura.

Fundada em 1940, a OSB foi pioneira não só na forma de levar a música sinfônica e de concerto para todos os cantos do Brasil e outros países, como também no incentivo à formação de novos talentos e difusão da cultura em território nacional.

 

PROGRAMAS

9 de junho

Franz Liszt (1811-1886)
Três Sonetos de Petrarca

Edvard Grieg (1843-1907)
Concerto para piano em lá menor, Op. 16

Oscar Lorenzo Fernández (1897-1948)
Reisado do Pastoreio

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Bachianas Brasileiras n. 7

 

10 de junho

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Bachianas Brasileiras n. 7: Prelúdio (Ponteio) | Giga (Quadrilha Caipira) | Toccata (Desafio) | Fuga (Conversa)

Johann Sebastian Bach (1685-1750)
O Cravo Bem Temperado, Livro 1: Prelúdio n. 1
Suíte Orquestral n.3: Gigue
Tocata em ré menor (arr. Michael Rondeau)
Fuga em sol menor (arr. Michael Rondeau)

 

Foto: Wasin Prasertlap

 

SERVIÇO:

 

Orquestra Sinfônica Brasileira

Ronaldo Rolim, piano (apenas sábado)

Lee Mills, regência

 

9 de junho, sábado, às 20h | 10 de junho, domingo, às 11h

Sala Cecília Meireles (Largo da Lapa, 47, Centro – Rio de Janeiro. Tels.: 21 2332-9223 e 2332-9224)

 

Ingressos: R$ 40 (sábado) e R$ 10 (domingo), com meia-entrada para estudantes e pessoas com mais de 60 anos

 

Faça seu comentário