Escrito por em 6 nov 2018 nas áreas Lateral, Música de câmara, Programação, Rio de Janeiro

Concerto apresentará a internacionalmente premiada pianista Lícia Lucas

Este concerto apresentará a internacionalmente premiada pianista Lícia Lucas interpretando obras de Villa-Lobos, Camargo Guarnieri, Rachmaninoff e Louis Gottschalk. O concerto dura cerca de uma hora e meia, incluindo a contextualização das obras pela concertista. Entrada ao preço de R$5 (cinco reais). Gratuidade para maiores de 60 anos, professores e estudantes. A receita reverterá para melhoria das condições de execução dos concertos na Paróquia. Não será necessário fazer reserva. O próximo concerto será no sábado 1º de dezembro às 15:30 com a mezzo-soprano Luciana Costa et Silva e a soprano Chiara Santoro, acompanhadas pela pianista Maria Luisa Lundberg.

A estação Jardim de Alá do Metrô, saída B, Almirante Pereira Guimarães, fica a 150 metros da Paróquia. Há abundante transporte por ônibus que trafegam pela Av. Ataulfo de Paiva. Os Shoppings Leblon e Rio Design Center oferecem amplo estacionamento pago.
A Paróquia dos Santos Anjos através do seu Pároco Thiago de Azevedo e a Curadoria da Série Música Clássica dos Santos Anjos através de seu titular Nélson de Franco desejam-lhe um excelente concerto.

PROGRAMA

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Impressões seresteiras, Ciclo brasileiro no. 2 – 1936

Três cirandas – 1926
Therezinha de Jesus
– Que lindos olhos
– O cravo brigou com a rosa 

Mozart Camargo Guarnieri
Três ponteios 
– Ponteio no. 24  (tranquilo) do 3o. caderno – 1954
Ponteio no. 30 (sentido) do 3o. caderno – 1955
Ponteio no. 49 (torturado) do 5o. caderno – 1959

Sergei Rachmaninoff (1873-1943)
Dois prelúdios 
– Nº 5, em sol menor – Alla Marcia – 1901
– Nº 2, em si bemol maior – Maestoso – 1903

Louis Moreau Gottschalk (1829-1869)
Grande fantasia dobre o Hino Nacional Brasileiro – 1869

 

Lícia Lucas 

Lisboa, Berlim, Paris, Roma, Washington, Moscou, São Petersburgo. Nestes centros é que Licia Lucas tem se afirmado pelo mundo. Percorreu com grande sucesso a Rússia em tournée artística, tendo já atuado com mais de 50 orquestras sinfônicas de Europa, Estados Unidos e América Latina. Foi aclamada na legendária Sala Tchaikovsky em Moscou como solista da Orquestra Filarmônica de Moscou obtendo o aplauso da crítica especializada. A Revista “AMÉRICA LATINA”, publicada pela editora “Ciência”, em matéria assinada pela Sra. Natalia Constantinova, da Academia de Ciências da Rússia, destaca: Na solene cerimônia de inauguração na Sala P.I. Tchaikovsky veio à cena uma encantadora mulher tão modesta como elegante. Logo que seus dedos tocaram os primeiros acordes, a audiência sentiu que intervinha uma brilhante pianista, capaz de competir com os mais destacados pianistas do mundo…Somente a explosão de aplausos e júbilo pode devolver o mundo para a realidade do acontecido.

Nos Estados Unidos foi ovacionada como solista da Miami Symphony Orchestra onde o New Herald e o Diário das Américas assim se expressaram: Licia esteve maravilhosa, com uma sonoridade especial desde os tons brilhantes até os mais suaves matizes. É uma grande dama do piano. Obteve grande sucesso na Itália como solista da Filarmônica de Turim na Sala Maior do Conservatório Giuseppe Verdi e em São Petersburgo com a Orquestra Filarmônica de São Petersburgo.

Familiar aos palcos do mundo, suas apresentações garantiram-lhe grande admiração por parte do público e da crítica. Na Itália o jornal L’Osservatore Romano escreveu a propósito: “Inteligência e admirável intuição poética…sensibilidade agógica e dinâmica, limpidez de toque…de forma a obter admiração geral e o entusiasmo do público”.

Conhecedores da execução pianística, comparam Lícia Lucas com a legendária pianista brasileira Guiomar Novaes. “O brilho de ambas está no encanto que emerge no interior de sua música; é como se os sons adquirissem personalidades próprias, distintas de sua natureza física, frutos da magia inexplicável que preside a construção da beleza intangível”.

Lícia Lucas nasceu em Itu, São Paulo e começou os estudos de piano em família com a professora Nayl Cavalcante Lucas, diplomando-se posteriormente na Escola Nacional de Música na classe da professora Neida Cavalcante Montarroyos. Dotada de uma sólida formação pianística e artística obtida em prestigiosos conservatórios europeus, Licia Lucas se especializou no Brasil com Homero de Magalhães, discípulo de Alfred Cortot e na Itália com Vincenzo Vitale, descendente artístico de Thalberg, no Conservatório de Santa Cecília de Roma. Sua educação musical foi aperfeiçoada com Bruno Seidlhofer e Hans Graf da escola vienense.

Iniciou sua prestigiosa carreira conquistando o Primeiro Lugar no Concurso para Solistas da Orquestra Sinfônica Brasileira, interpretando o Concerto “Coroação” de Mozart sob a batuta do Maestro Eleazar de Carvalho. Na Itália conquistou a Medalha de Ouro no Concurso Internacional Viotti de Vercelii, sendo a mais jovem de todos os concorrentes, concedida pelo presidente do Júri o famoso pianista Arturo Benedetti Michelangeli. Desde então tem se apresentado com grande sucesso na Europa, Ásia, America Latina e Estados Unidos. Anualmente suas tournées incluem apresentações como solista de orquestras sinfônica na Europa, Rússia, Estados Unidos, México, o Caribe, Centro e Sul América. Em reconhecimento a sua trajetória artística recebeu da Nicarágua a Medalha de Ouro da Ordem “Mecenas das Artes e da Cultura Nacional”.

Entre suas gravações destacam-se as realizadas na Rússia com a Filarmônica de São Petersburgo, com a Orquestra da Sociedade Filarmônica de Moscou; com a Filarmônica de Turim na Itália; nos Estados Unidos com a Arpeggione Kammerorchester da Áustria; os CDs gravados para o selo L’ART: “Il Barocco” e os “24 Prelúdios de Chopin”; o CD “Licia Lucas in Italy” gravado na Itália no Fazioli Concert Hall e o CD “Licia Lucas in Russia” gravado recentemente com a Orquestra Sinfônica da Rádio&TV de Moscou com o Concerto Nº2 e a Rapsódia sobre um Tema de Paganini de Rachmaninoff. Em 2014 Licia Lucas foi aclamada na Argentina como docente e recitalista na Sala Rautenstrauch no Encontro de Piano Mercosul em Bariloche e em Buenos Aires no Museu da Arte Hispanoamericana. Em 2015 recebeu a Ordem do Mérito Cultural “Carlos Gomes” e o Grau de Comendadora da Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino.

Representante da arte brasileira da prestigiosa Série Música no Museu no Brasil e no Exterior, foi aclamada em Portugal na Sala dos Espelhos do Palácio Foz de Lisboa e na Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra no 725º Aniversário de sua fundação e na Sala de Concertos da Embaixada do Brasil em Berlim. No Brasil Licia Lucas é membro Titular e ex-Presidente da Academia Nacional de Música, Membro do Comité D’Honneur da Fundação João de Souza Lima e na França é Membro do Comité D’Honneur da Fundação Franz Liszt. O livro “A Genealogia do Piano” de autoria de Lícia Lucas e Marne Serrano, tem conquistado a admiração no Brasil e no exterior.

 

SERVIÇO

 

18º Concerto de Música Clássica na Paróquia dos Santos Anjos

Dia 10 de novembro, Sábado, às 15h30

Paróquia dos Santos Anjos (Av. Afrânio de Melo Franco, 300, esquina de Humberto de Campos, Leblon, fone 2239-1349/8043).

Entrada franca


Lícia Lucas interpretando a Grande Fantasia

https://www.youtube.com/watch?v=VGf3QMPgsc0

Faça seu comentário