Escrito por em 7 dez 2018 nas áreas Lateral, Música coral, Programação, Rio de Janeiro

Hoje, a ACC conta com seis grupos corais de propostas diferentes

A Associação de Canto Coral, nestes 77 anos, comemora a formação de diversos grupos corais com diferentes propostas e repertórios, cumprindo com o seu dever fundamental: a perpetuação da prática coral.

Hoje, a ACC conta com seis grupos corais de propostas diferentes, além do Núcleo de Ópera e, neste encontro, temos a oportunidade de conhecer três deles. O Coro Prelúdio, com repertório popular diversificado, sob a regência de Miguel Torres, o Coro Tu Voz Mi Voz, com foco em repertório latino-americano, sob a regência de Jésus Figueiredo, e o Coro Oficina, com repertório de música popular e folclórica brasileira, sob a regência de Rafael Caldas. Uma oportunidade única de confrontar diferentes gêneros musicais para a formação coral em um só dia.

 

PROGRAMA

Coro Prelúdio – Regência: Miguel Torres / Piano: Glícia Campos

Flávio Venturini e Guarabira
Espanhola
– Arranjo de Alexandre Zilahi

Sérgio Magrão e Luís Carlos Sá
Caçador de Mim
– Arranjo de Eduardo D. Carvalho

Burt Bacharach e Hal David
I Say a Little Prayer
– Arranjo de Miguel Torres

Waldemar Henrique
Uirapuru
– Arranjo de Jocelyn Maroccolo

Carole Stephens
Gloria

 

Coro Oficina – Regência: Rafael Caldas / Piano: Carlos Elói

Folclore Brasileiro
Coco do Engenho Novo
– Arranjo de Aricó Júnior

Folclore Brasileiro
Meu limão meu limoeiro
– Arranjo de Aricó Júnior

Gilberto Gil
Refazenda
– Arranjo de Rafael Caldas

Irving Berlin
Natal Branco
– Arranjo de Ed Lojeski

José Feliciano
Um Feliz Natal (Feliz Navidad)
– Arranjo de Mac Huff

 

Coro Tu Voz Mi Voz – Regência: Jésus Figueiredo

Tomás Luis de Victoria
Astiterunt Reges
– Espanha, responsório

Tradicional Porto Rico
Alegria, alegria, alegria
– Arranjo de Pbro. Abel di Marco

Constantino Naradey
Corre caballito
– Arr.: José Luis Fernández
– Venezuela – canção natalina

Aníbal Sampayo
Río de los pájaros
– Arranjo de D. Ubach
– Uruguai, canção

Chabuca Granda
La flor de la canela
– Peru, valsa

Carlos Gardel/Alfredo Lepera
El día que me quieras
– Arranjo de Sánchez
–  Uruguai, canção

 

 

SERVIÇO

 

Encontro de coros da ACC

Dia 09 de dezembro, domingo, às 11h

 

Sala Paulo Moura – Centro da Música Carioca Artur da Távola (Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca, Rio de Janeiro)

 

Ingresso: R$ 30,00 (R$ 15,00 a meia-entrada)

 

 

Associação de Canto Coral

A Associação de Canto Coral (ACC) foi criada em dezembro de 1941, tendo como patrono musical o compositor Heitor Villa-Lobos e, como diretora artística, Cleofe Person de Mattos, maestrina e musicóloga dedicada à pesquisa de obras de compositores de nosso passado musical, sobretudo do Padre José Maurício Nunes Garcia. A difusão do resultado de suas pesquisas tornou-se um dos papéis cruciais da instituição.

Atualmente presidida por Pedro Olivero, a Associação já esteve sob comando de nomes como Fernando Bicudo e Cícero Sandroni. De 1995 a 2012, a direção artística foi representada pelos regentes Carlos Alberto Figueiredo e Valéria Matos e, desde 2013, é ocupada pelo maestro Jésus Figueiredo.

Preocupada com a formação de público, com a preparação de novas gerações de cantores e com a reciclagem de profissionais atuantes no meio musical, a ACC promove palestras, ciclos de leituras de obras corais, vídeos comentados, musicalização infantil, cursos para professores, estudantes de música e comunidade coral, dentre outras atividades.

A Associação de Canto Coral é reconhecida como órgão de Utilidade Pública Federal, sem fins lucrativos e não conta com nenhuma subvenção pública. Por essa razão, mantém-se pela contribuição de sócios e pelo eventual apoio de empresas privadas.

 

Faça seu comentário