Escrito por em 11 dez 2018 nas áreas Movimento

Artistas apresentam clássicos do cinema

Fechando a programação de 2018, o Cine Arte UFF abre suas portas para um encontro especial, no dia 16 de dezembro, às 10h30. O Quarteto de Cordas da UFF convida o saxofonista, pianista e compositor argentino Blas Rivera para um concerto com obras autorais para quarteto de cordas, saxofone, piano, com a participação de dois bailarinos especializados em tango.

Inspirando-se no estilo do cinema mudo com música interpretada ao vivo, Blas Rivera apresenta uma releitura de cenas de quatro filmes que marcaram a história do cinema desde 1922 até os dias de hoje propondo novas trilhas musicais: King Kong (1976), Nosferatu (1979), Drácula de Bram Stoker’s (1992) e The Artist (2001). Além do grupo instrumental acrescentou um casal de bailarinos de tango que vai se misturando com as histórias da tela ao longo do espetáculo: Cecília Gonzalez e Luciano Bastos.

 

PROGRAMA

Cenas do filme The Artist (França, 2001)

Blas Rivera (1965)
Prelúdio para quarteto de cordas: Ojalá que me escuche

Blas Rivera (1965)
Milonga sudaca

Cenas do filme Nosferatu (Alemanha,1922) e Nosferatu the Vampyre (EUA,1979)

Blas Rivera (1965)
Prelúdio para quarteto de cordas: Jaque mate

Blas Rivera (1965)
Sombras de Ranquel

Cenas do filme Drácula de Bram Stoker’s (EUA,1992)

Blas Rivera (1965)
Prelúdio para quarteto de cordas

Blas Rivera (1965)
Canción para conquistar a la bailarina

Cenas do filme King Kong (EUA,1976 e 2005)

Blas Rivera (1965)
Valsa pro Chico

Blas Rivera (1965)
Nocturno

Blas Rivera (1965)
Milonga para King Kong

Blas Rivera (1965)
Menos Íntimo

 

Quarteto de Cordas

Tomaz Soares – 1º Violino
Ubiratã Rodrigues – 2º Violino
David Chew – Violoncelo
Nayran Pessanha – Viola  (licenciado)
Jessé Máximo Pereira – Viola (convidado)

 

SERVIÇO

 

Quarteto de Cordas convida Blas Rivera

Dia 16 de dezembro, domingo, às 10h30

Cine Arte UFF
(Rua Miguel de Frias 9, Icaraí, Niterói – RJ – 21 2629 5030)

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos e servidores da UFF).

 

 

Faça seu comentário