Escrito por em 24 mar 2019 nas áreas Lateral, Musical, Programação, São Paulo

História adaptada do filme de Billy Wilder no Teatro Santander

A produção, que fez sua estreia no West End em 1993, chegando à iluminada Broadway no ano seguinte, sendo considerada uma das maiores obras de Andrew Lloyd Webber, é baseada no filme de mesmo nome, dirigido por Billy Wilder em 1950 e estrelado por Gloria Swanson e William Holden. A história gira em torno de uma grande estrela do cinema mudo, que embora tenha vivido tempos áureos no berço da sétima arte, se vê em um momento decadente em sua famosa mansão em Los Angeles, presa a um passado que a fez parar no tempo e relutar contra a aceitação do próprio esquecimento.

O papel, que já foi interpretado por nomes como Patti LuPone e Glenn Close (recentemente escolhida para estrelar também o remake do longa em versão musical), no Brasil é defendido por Marisa Orth – enfrentando o que diz ser o maior desafio de sua carreira – e Andrezza Massei, que se alternam ao longo da curta temporada. Ao lado das Norma’s brasileiras, estão Daniel Boaventura e Eduardo Amir, revesando-se na figura do misterioso e fiel mordomo Max Von Mayerling, e Júlio Assad como o escritor Joe Gillis, figuras centrais do espetáculo que propõe uma catarse emocional.

 

Cena do musical

Tudo acontece quando um incidente leva Gillis até a casa de Norma, que após esclarecer uma pequena confusão feita por Max, se apresenta como um aspirante a roteirista, o que acaba fazendo-a acreditar que pode estar nele sua chance de retorno ao estrelato. Ela então lhe entrega para revisão um texto baseado no conto de Salomé e a dança dos sete véus, apostando na realização do longa, e o seduz usando de seu estilo de vida luxuoso que, não só o atrai, como também dá início a um iludido jogo de interesses que pode lhes custar caro demais.

Outros personagens importantes da trama que traz as principais características do conceito noir, a exemplo da atmosfera que não abre mão de um clima escuro e depressivo, são Betty Schaefer interpretada por Lia Canineu, Artie Green por Bruno Sigrist, Cecil B. DeMille por Sérgio Rufino, Sheldrake por Carlos Leça e Manfred por Arízio Magalhães.

Com libreto e letras de Don Black e Christopher Hampton e música de Andrew Lloyd Webber, responsável também pela orquestração ao lado de David Cullen, o musical conta com a direção artística de Fred Hanson, a direção musical de Carlos Bauzys, as versões brasileiras de Mariana Elisabetsky e Victor Mühlethaler, a coreografia e direção de movimento de Kátia Barros, os cenários de Matt Kinley, figurinos de Fause Haten, design de luz de Cory Pattak, design de som de Tocko Michelazzo, design de vídeo de Terry Scruby, design de peruca de Feliciano San Roman e design de maquiagem de Beto França.

 

 

SERVIÇO

 

Musical “Sunset Boulevard

De 22 de março a 07 de julho de 2019
Às quintas e sextas, às 21h; sábados, às 17 e 21h; e domingos, às 15 e 19h

Teatro Santander – Complexo do Shopping JK Iguatemi (Av. Juscelino Kubitschek, 2041 – Itaim Bibi – SP)

Ingresso: de R$37,50 a R$120 (valor de meia entrada)

Classificação etária: livre, menores de 12 anos acompanhados

 

Teaser de Sunset Boulevard

Faça seu comentário