Escrito por em 13 maio 2019 nas áreas Lateral, Ópera, Programação, São Paulo

Excertos de óperas de Mozart, Verdi, Puccini, Rossini, Offenbach e Donizetti

Espetáculo com a Academia de Ópera e a Orquestra Jovem do Theatro São Pedro, que estarão sob a regência de Juliano Dutra, tem direção cênica e iluminação de Iacov Hillel e roteiro de Fábio Brandi Torres; Apresentações acontecem nos dias 18 e 19 de maio.

Neste mês, o Theatro São Pedro – instituição da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado sob a gestão da Santa Marcelina Cultura – apresenta o primeiro espetáculo, de um total de quatro que serão realizados até dezembro, com a Academia de Ópera e a Orquestra Jovem do Theatro São Pedro. É o concerto cênico Em Família, que acontece nos dias 18 e 19 de maio: sábado, às 20h e domingo, mais cedo, às 17h. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), e estão à venda na internet e bilheteira do teatro.

Os bolsistas da Academia de Ópera do Theatro São Pedro entram em cena para interpretar fragmentos de óperas de importantes compositores, todas interligadas em um roteiro que amarra histórias e conflitos. No palco, o elenco será dividido para representar duas famílias conhecedoras de ópera. Em uma espécie de competição, elas disputam “o título” do saber musical mais apurado com discussões e representações cênicas das obras presentes no programa.

Entre os títulos conhecidos do público estão Don Giovanni, A Flauta Mágica e As Bodas de Fígaro de Mozart, Rigoletto, de Verdi, La Cenerentola, de Rossini e Os Contos de Hoffmann, de Offenbach. O repertório também traz excertos de Viva La Mamma e Don Pasquale, de Gaetano Donizetti, Gianni Schicchi, de Puccini, Eugene Onegin, de Tchaikovsky e João e Maria, de Humperdinck.

A regência será do maestro convidado Juliano Dutra, que reencontra a Orquestra Jovem do Theatro São Pedro após trabalhar com o grupo em 2018. Juliano foi regente assistente do maestro Cláudio Cruz, titular da Orquestra Jovem do Estado e atualmente está morando nos EUA para o mestrado em regência orquestral na Universidade da Carolina do Leste.

O espetáculo Em Família terá direção cênica e iluminação de Iacov Hillel, professor de interpretação teatral da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo e que já trabalhou em outras produções do São Pedro. O roteiro é do dramaturgo Fábio Brandi Torres. Os figurinos utilizados são do próprio acervo do teatro.

Esta programação vai além da temporada profissional do teatro, que segue em 2019. Até dezembro, Academia e Orquestra Jovem do Theatro São Pedro apresentam mais três espetáculos, sendo duas montagens de ópera – entre elas uma estreia – e um concerto de câmara. Tudo já com data marcada.

A Academia de Ópera do Theatro São Pedro tem o compromisso de contribuir para a formação de novos cantores líricos brasileiros. Atualmente conta com 16 bolsistas e sua proposta pedagógica contempla uma grade contínua de atividades como aulas, workshops e montagens de ópera, com o objetivo de preparar os alunos para o mundo profissional. Dessa forma, a Academia promove oportunidades práticas de desenvolvimento artístico aos jovens cantores por meio de espetáculos encenados com orquestra e formações de câmara.

E trabalhando em conjunto com a Academia está a Orquestra Jovem do Theatro São Pedro. Criada em 2017 sob a gestão da Santa Marcelina Cultura, o grupo realiza atividades artístico-pedagógicas ligadas ao gênero operístico com o objetivo de desenvolver o nível técnico e artístico dos bolsistas. A programação completa do Theatro São Pedro está na página da internet theatrosaopedro.org.br.

 

PROGRAMA

Engelbert Humperdinck 
João e Maria
Brüderchen komm tanz mit mir

Jacques Offenbach 
Os Contos de Hoffmann
Ah, qui me sauvera du démon

Wolfgang A. Mozart
Don Giovanni
Ah del padre il periglio

Wolfgang A. Mozart
Così Fan Tutte
Alla bella Despinetta

Wolfgang A. Mozart
Le Nozze di Figaro
Riconosci in questo amplesso

Wolfgang A. Mozart
Così Fan Tutte
Ah Guarda Sorella

Giuseppe Verdi
Rigoletto
Figlia! Mio padre!

Piotr I. Tchaikovsky
Eugene Onegin
Ah! Tania, Tania / ária de Olga

Wolfgang A. Mozart
A Flauta Mágica
Der Hölle Rache kocht in meinem Herzen

Giacomo Puccini
Gianni Schicchi
Oh, mio babbino caro

Gaetano Donizetti
Viva la Mamma
Mascalzoni! Sfaccendati!

Gaetano Donizetti
Don Pasquale
Povero Ernesto!

Jacques Offenbach 
Os Contos de Hoffmann
Les oiseaux dans la charmille / Canção da boneca

Gioachino Rossini
La Cenerentola
Nacqui all’affanno e al pianto
– Non più mesta accanto al fuoco

 

SERVIÇO

 

Theatro São Pedro apresenta concerto cênico Em Família

Dia 18 de maio, sábado, às 20h
Dia 19 de maio, domingo, às 17h

Theatro São Pedro (Rua Barra Funda, 161 – Barra Funda, São Paulo/SP – 11 2122 4070)

Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia) – para todos os setores (Plateia Central, 1º e 2º Balcão).

Vendas: bilheteria e internet theatrosaopedro.byinti.com
Formas de pagamento: Dinheiro e Cartões de Débito e Crédito

Classificação indicativa: Livre

Acessibilidade: Sim

 

Cantores

Cíntia Cunha, soprano | D. Anna | Lauretta
Daiane Scales, soprano | Antonia
Elisa Braga, soprano | Gretel (Maria) | Rainha da noite
Higla Marques, soprano | Fiordiligi
Laís Assunção, soprano | Susanna | Gilda
Tatiane Reis, soprano | Olympia | Clorinda
Fernanda Nagashima, mezzo soprano
Larissa Guimarães, mezzo soprano | Voz da mãe | Angelina (Cenerentola)
Ivy Szot, mezzo soprano | Despina | Tisbe
Paulina Łuciuk, mezzo soprano | Hänsel (João) | Dorabella
Jabez Lima, tenor | D. Basilio | Cochenille | Dandini
Eduardo Javier Gutiérrez, tenor | D. Ottavio | Ernesto | Spalanzani
Mikael Coutinho, tenor | Ferrando | Hoffmann
Kaique Stumpf, barítono | Figaro
Isaque Oliveira, barítono | Guglielmo | Biscroma
Charles Miyazaki, barítono (participação especial) | Dr. Miracle | Rigoletto | Agata
Pedro Côrtes, baixo | D. Alfonso | D. Bartolo | A harpa | D. Magnífico

Academia de Ópera do Theatro São Pedro
Mauro Wrona, coordenação
Norma Gabriel, aulas de teatro
Alexsander Ribeiro de Lara, pianista correpetidor
Wesley Rocha, pianista correpetidor

 

Santa Marcelina Cultura

Criada em 2008, a Santa Marcelina Cultura é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social, qualificada como Organização Social de Cultura pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado. É responsável pela gestão do Guri Capital e Grande São Paulo e da Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP Tom Jobim).

O objetivo da Santa Marcelina Cultura é desenvolver um ciclo completo de formação musical integrado a um projeto de inclusão sociocultural, promovendo a formação de pessoas para a vida e para a sociedade. Desde maio de 2017, a Santa Marcelina Cultura também gere o Theatro São Pedro, desenvolvendo um trabalho voltado a montagens operísticas profissionais de qualidade aliado à formação de jovens cantores e instrumentistas para a prática e o repertório operístico, além de se debruçar sobre a difusão da música sinfônica e de câmara com apresentações regulares no Theatro.

 

Faça seu comentário