1

Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo

Escrito por em 30 maio 2011 nas áreas Música de câmara, Programação, São Paulo

Considerado um dos mais notáveis grupos de câmara da América Latina, acumula três premiações da Associação Paulista de Críticos de Arte e o Prêmio Carlos Gomes de 2003.

Orquestra de Câmara da Ulbra

Escrito por em 30 maio 2011 nas áreas Movimento, Música de câmara, Programação, Rio Grande do Sul

Neste início de junho, a Orquestra de Câmara da Ulbra, que tem o maestro Tiago Flores como Diretor Artístico, se apresenta, sob a regência do maestro austríaco Wolfgang Czeipek, no Domingo Clássico Juvenil.

Orquestra Rio Camerata se apresenta no Rio

Escrito por em 30 maio 2011 nas áreas Música sinfônica, Programação, Rio de Janeiro

A Orquestra Rio Camerata foi fundada, pelo maestro Israel Menezes, em 1986. De lá para cá, às custas de muito trabalho, vem se apresentando regularmente no Rio de Janeiro, sempre trazendo alguns solistas de respeito, para abrilhantar seus concertos.

Missa de Requiem, de Verdi, pela OSESP

Escrito por em 30 maio 2011 nas áreas Crítica

Neste último domingo, em récita vesperal às 17 horas na Sala São Paulo, assistimos à apresentação da Missa de Requiem, de Verdi. Exatamente a 22 de maio de 1873, falecia uma das maiores glórias da Itália: Alessandro Manzoni, poeta e autor do famoso romance “I Promessi Sposi” (“Os Noivos”).

Palestras ilustradas de Sergio Casoy

Escrito por em 29 maio 2011 nas áreas Curso / Encontro, Ópera, São Paulo

Análise da ópera DIDO AND AENEAS, de Henry Purcell, ciclo A Morte por Amor na Ópera e tipos de sopranos para a ópera italiana.

Gershwin Piano Quartet

Escrito por em 28 maio 2011 nas áreas Música de câmara, Programação, Rio de Janeiro, São Paulo

Composto por 4 pianistas que usam 4 pianos de cauda, tocando, fazendo arranjos e improvisando sobre algumas das canções e peças orquestrais mais conhecidas de Gershwin. As composições originais são reescritas para a incomum combinação de 4 pianos.

Um raro registro musical no Rio de Janeiro em 1640

Escrito por em 28 maio 2011 nas áreas Artigo

Raros são os registros preservados sobre a prática musical no Brasil em épocas anteriores à segunda metade do século XVIII. Dentre vários motivos, devemos essa escassez de fontes ao clima, capaz de promover rápida degradação do material manuscrito; à proibição das prensas na colônia, que manteve a maioria desses registros em cópias únicas; e à expulsão dos promotores do ensino musical e da cultura – os jesuítas -, do reino português e das colônias, pela política pombalina, em 1759.

OSUSP sob a regência de Lígia Amadio

Escrito por em 28 maio 2011 nas áreas Música sinfônica, Programação, São Paulo

Nos dias 3 e 4 de junho, a Orquestra Sinfônica da USP vai se apresentar sob a regência de sua maestrina titular, Lígia Amadio. O violinista solista será o artista russo, bastante conhecido, Shlomo Mintz.

Karajan te espera na esquina

Escrito por em 25 maio 2011 nas áreas Artigo

Você não precisa morar perto de um teatro imponente para poder assistir a grandes apresentações de obras importantes da música clássica – algumas delas esperam por você na esquina, mais precisamente na banca de revistas. A editora Planeta Deagostini está distribuindo a Deutsche Grammophon DVD Collection, uma coleção de DVDs com obras de compositores como Mozart, Bach e Beethoven, interpretadas por artistas como Leonard Bernstein, Jean-Pierre Ponnele, Karl Richter e Placido Domingo.

As “releituras” dos encenadores e o gosto pela ópera

Escrito por em 25 maio 2011 nas áreas Artigo

As montagens moderninhas são mesmo capazes de atrair um leigo para a apreciação do teatro lírico? Quem tem acompanhado o Movimento.com e agora passa a acompanhar o blog, sabe que, via de regra, Marcus Góes e eu discordamos constantemente. Em algumas ocasiões, no entanto, nossas opiniões convergem a um denominador comum. A última dessas convergências deu-se nas nossas análises da encenação da ópera Lucia di Lammermoor, de Donizetti, levada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Uma inverdade histórica na música brasileira

Escrito por em 25 maio 2011 nas áreas Artigo, Ópera

Quase todos, se não todos, os escritos biográficos sobre CARLOS GOMES (1836/1896) vêm afirmando que o compositor foi para a Europa estudar, PORQUE O IMPERADOR D. PEDRO II LHE CONCEDEU UMA BOLSA DE ESTUDOS OU PAGOU TUDO DE SEU BOLSO e coisas semelhantes. Isso não é verdade e diminui os méritos de nosso grande compositor. CG foi para a Europa, mais  precisamente para Milão, capital da música daqueles tempos na Europa, por méritos e conquistas próprias, como se explicará.

O estigma de Mussorgsky

Escrito por em 25 maio 2011 nas áreas Artigo

Uma das mais fascinantes figuras da história da música, Modest Petrovitch Mussorgsky (1839-1881), não foi apenas o expoente máximo da escola nacionalista russa, como também um dos mais criativos compositores de todos os tempos. Junto com Mily Balakirev, Alexander Borodine, César Cui e Nicolai- Rimsky-Korsakov, Mussorgsky constituiu o famoso  “Grupo dos Cinco”.