Escrito por em 9 dez 2011 nas áreas Notícia

 

New Netherlands Orchestra promove a estreia de Laércio Diniz no dia 18 de dezembro.

A New Netherlands Orchestra, nova orquestra holandesa, faz sua estreia em 18 de dezembro, em Hilversum, na Holanda. Formada principalmente com músicos da Orquestra Filarmônica da Radio Holandesa, a New Netherlands Orchestra terá como diretor artístico e regente titular, o maestro brasileiro Laércio Diniz.

Laércio Diniz tem longa carreira como violinista e regente no Brasil e no exterior. Sua estreia internacional como maestro aconteceu no Carnegie Hall, em Nova York. No Brasil, também regeu as óperas “A Flauta Mágica”, de Mozart e “La Serva Padrona”, de Pergolesi e fez parte da orquestra da Companhia de Ópera Brasileira e da Filarmônica Vera Cruz.

É também maestro e diretor artístico da Orquestra Filarmônica do Brasil e já foi professor de violino na Alemanha e no Brasil, realizando mais de 500 concertos pela Europa. Diniz atuou como chefe de naipe da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo e, através do projeto Maestro CAPEMISA, regeu, como convidado, durante o ano de 2011, várias orquestras por todo o Brasil.

O programa de estreia da New Netherlands Orchestra tem obras de Villa-Lobos, Clóvis Pereira, Albinoni e Dvorak. “ viagra substitute gnc Procuramos um repertório que levasse energia ao público, iniciando com o compositor brasileiro Villa-Lobos com o Prelúdio da Bachiana nº 4, que mostra a profundidade da alma brasileira”, explica o maestro Laércio Diniz.

Em seguida teremos um compositor que completa no próximo ano seus 80 anos, o nacionalista Clóvis Pereira, que é de Recife e nesta peça demonstra a alma popular desta região. Logo em seguida, Albinoni, com sua beleza única interpretada por um dos melhores oboístas holandeses Maarten Dekkers, e por fim a serenata de Dvorak, que é uma peça que em cada movimento nos eleva o espírito e nos remete a profunda reflexão”, completa o regente.

A New Netherlands Orchestra tem como objetivo oferecer música de qualidade e altíssimo nível técnico, além de fortalecer os laços culturais e históricos entre a Holanda e o Brasil. Para concretizar este objetivo, já faz parte dos planos da nova orquestra, uma tournée pelo Brasil, em 2012.