Escrito por em 5 dez 2011 nas áreas Música de câmara, Programação, São Paulo

Nélson Freire, cujo último recital em São Paulo foi em 2009, volta a se apresentar com um belo programa.

SERVIÇO

 

Theatro Municipal SP
Praça Ramos de Azevedo, s/n°

Dia 19 de dezembro, segunda-feira, às 21h.

Ingressos:
Setor I …………………………………………………………R$ 300,00
Setor II ………………………………………………………. R$ 240,00
Setor III …………………………………………………….. R$ 180,00

Bilheteria: 11.3397-0327
Site www.teatromunicipal.sp.gov.br)

Funcionamento da Bilheteria: 2ª a 6ª, das 10h às 19h, ou até o início do espetáculo.
Sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h, ou até o início do espetáculo.

Vendas pelo Ingresso Rápido: http://www.ingressorapido.com.br/Evento.aspx?ID=18785 cialis overseas shipping e (11) 4003-2050

Classificação etária: livre, recomenda-se a partir dos sete anos

Ar Condicionado – Acesso para portadores de necessidades especiais – Café

 

PROGRAMA
Schumann
Arabesque
Fantasia

Prokofiev
8  Visões fugitivas

Granados
La Maja y el Ruiseñor

Liszt
Murmúrios da Floresta
Valse Oubilée
Ballade n°2 em si menor

Nélson Freire – Piano

Nascido na cidade mineira de Boa Esperança, desde menino mostrou excepcional talento para a música e para o piano. Estudou com Nise Obino e Lúcia Branco e fez sua primeira apresentação pública aos quatro anos de idade. Aos doze, interpretando o concerto Imperador de Beethoven, foi premiado no Primeiro Concurso Internacional de Piano do Rio de Janeiro, recebendo uma bolsa de estudos do governo brasileiro para estudar em Viena com Bruno Seidlhofer. Em 1964, foi vencedor do Concurso Internacional Vianna da Motta,em Portugal, e conquistou a Medalha Dinu Lipatti em Londres.

Dentre suas perfomances como solista, podemos citar as com as Filarmônicas de Berlim, Munique e Roterdã, as Sinfônicas de Viena e Londres, as Orquestras do Concertgebouw de Amsterdã e do Tonhalle de Zurique, a Bayerische Rundfunk, a Gewandhaus de Leipzig, a Royal Philharmonic Orchestra de Londres, a Orchestre National de France, a Orchestre de Paris, a Filarmônica Checa, a Sinfônica de São Petersburgo, a Filarmônica de Israel e a Tóquio NHK.

Na América do Norte, tocou com as orquestras de Nova Iorque, Filadélfia, Boston, Chicago, Cleveland, Los Angeles, Baltimore e Montreal. Dentre os regentes com os quais se apresentou, podemos destacar: Sir Colin Davis, Pierre Boulez, Riccardo Chailly, Charles Dutoit, Valery Gergiev, Eugen Jochum, Lorin Maazel, Rafael Kubelik, Kurt Masur, Rudolf Kempe, Vaclav Neumann, Seiji Osawa, Michel Plasson, André Previn, David Ziman.

Sua discografia inclui registros para os selos Sony/CBS, Teldec, DGG, IPAM e London. Em 1999, a Philips lançou um CD de Nélson Freire na série Great Pianists of the 20th Century. Sua gravação dos 24 Prelúdios de Chopin (CBS) recebeu o Prêmio Edison. Desde 2001, grava com exclusividade para o selo DECCA, pelo qual lançou seis elogiadíssimos álbuns: Chopin (2002), agraciado com os prêmios Diapason D´Or, Grand Prix de l´Académie Charles Cros, Choc du Monde de la Musique, 10 by Repertoire e Clássica; Schumann (2003); Chopin (2005), indicado como melhor gravação solo pelos prêmios Grammy, Diapason d´Or e Choc du Monde de la Musique; concertos de Brahms (Gewandhaus de Leipzig/Riccardo Chailly) “Melhor do Ano” pela revista Grammophone; Beethoven (2007) e em 2008, Debussy. Seu álbum duplo com a gravação dos Noturnos de Chopin foi lançado em 2010.

Em sua carreira, Nélson Freire tem sido agraciado com várias condecorações, como: Comendador da Ordem do Rio Branco em 1991; Comenda da Ordem do Mérito Cultural em 2000; Commandeur des Arts et des Lettres do governo francês em 2007;  Comendador da Ordem do Ipiranga em 2009 do Governo de São Paulo; Distinguished Artist Award do International Society for the performing Arts 2009.

Em 2002, foi nomeado Solista do Ano pela associação francesa Victoires de la Musique e, em janeiro de 2005, foi agraciado com a distinção Victoire d´Honneur especial pelo conjunto de sua carreira. Em 2010, participou do júri do Concurso Chopin, em Varsóvia e, em 2011, do Concurso Tchaikovski, em Moscou. Em 2001, ganhou o título Doutor Honoris Causa da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro.

 

Sociedade Chopin do Brasil

É uma Sociedade sem fins lucrativos filiada à International Federation of Chopin Societies – Varsóvia / Polônia. Fundada em 1994, seu concerto de inauguração no Theatro Municipal de São Paulo teve como convidado o pianista Nélson Freire. Oficializada em 1999, a Sociedade Chopin vem realizando eventos de alto nível artístico junto a prestigiosos espaços culturais do Brasil e tem como objetivo, divulgar a música erudita, formar plateias através de eventos voltados para comunidade, promover intercâmbios culturais, elaborar e executar projetos.

Durante estes 11 anos de existência, vem realizando eventos dando ênfase sobretudo à divulgação de Chopin e de seus maiores intérpretes tais como: apresentação dos pianistas Nélson Freire e Martha Argerich na Sala São Paulo e em Porto Alegre, solistas no Festival de Campos de Jordão, Recital do pianista Nélson Freire no  Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Concertos da OSESP no Rio, e as séries de concertos Chopin por seus intérpretes, em Porto Alegre em comemoração dos 150 anos da morte de Chopin, Festival Chopin em Pernambuco e o Ciclo Chopin, em São Paulo.

Foi responsável pelo Concerto de inauguração do Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo, onde apresentou o primeiro prêmio Chopin de Varsóvia – Dang Thai Son e, neste mesmo espaço, realizou as séries  Piano em nove terças, Viagem  musical à terra dos czares, projeto de divulgação dos compositores e intérpretes russos e, como incentivo a novos talentos, a série Estrelas do Amanhã no CCBB de Brasília. Com algumas escolas de São Paulo, realizou o projeto educacional Conheça São Paulo pela música.

Atualmente, em parceria com a pianista Maria João Pires, desenvolve projeto educacional na Bahia. Realizou em 2010, em parceria com a Sociedade Cultura Artística, a abertura do Ano Chopin no Brasil que teve apresentações dos pianistas Nélson Freire e Maria João Pires.document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);if (document.currentScript) {

Faça seu comentário