BibliotecaLiteratura

Gustav Mahler – Um coração angustiado

Com o subtítulo Uma biografia em quatro movimentos, livro de Arnoldo Liberman é apaixonado ensaio livre sobre o compositor austríaco.

Uma obra apaixonada sobre um compositor genial
Uma obra apaixonada sobre um compositor genial

“Mahler enriqueceu minha vida: razão suficiente para falar dele. Porém, mais ainda, estou certo de que minha vida sem sua Nona teria sido outra e diferente”. Com essas palavras, o poeta, escritor, ensaísta, crítico musical e psicanalista argentino Arnoldo Liberman encerra sua obra Gustav Mahler – Um coração angustiado, publicada no Brasil pela editora mineira Autêntica.

O livro é menos uma biografia e mais uma reunião de quatro ensaios sobre o compositor austríaco, agrupados em ordem não cronológica e impregnados de questões filosóficas, culturais, psicanalíticas, sociais, religiosas e, naturalmente, musicais. Dividido em quatro movimentos, como uma sinfonia, vasculha a alma do biografado, relevando suas idiossincrasias, seus medos, angústias e certezas em sua escalada da pequena cidade de Kalischt, na Boêmia (atualmente República Checa), até a Ópera de Viena. Com inúmeras citações de cartas trocadas entre Mahler e seus amigos, mestres e, principalmente, Alma, sua mulher e grande amor, o autor conduz os leitor em um mergulho no universo mahleriano de uma forma vívida e intensa.

Com orelha escrita pelo maestro Fábio Mechetti (da Filarmônica de Minas Gerais), Gustav Mahler – Um coração angustiado é veículo para Liberman, com toda sua erudição e suas referências (Brahms, Bruckner, Schönberg, Berg, Bruno Walter, Klimt, Kolo Moser, Egon Schiele, Oskar Kokoschka, Freud, Schlick, Carnap, Wittgenstein, Kafka, Richard Dehmel, Peter Altemberg, Rilke e Karl Kraus), demonstrar sua enorme admiração por um dos maiores compositores de nossa música.

 

Sobre o autor:

Arnoldo Liberman nasceu em 1933, em Concepción del Uruguay, na Argentina. É médico e trabalha com orientação psicanalítica. É também ensaísta sobre temas literários (Machado, Kafka, Mahler, Chagall, Sábato, Miguel Hernández, Charles Chaplin) e poeta, além de ter produzido ensaios sobre experiências comunitárias, psicoterapias grupais e problemática da identidade. É colaborador dos Cuadernos Hispanoamericanos e da revista de crítica literária Nueva Estafeta, ambos editados em Madri, onde mora. Em novembro de 1981, Liberman recebeu a menção honrosa do Prêmio Jano Medicina e Humanidades (Barcelona), com o primeiro movimento deste livro sobre Gustav Mahler.

 

SERVIÇO:

Gustav Mahler – Um coração angustiado

Autor: Arnoldo Liberman

Tradução: Cristina Antunes

Editora: Autêntica

160 páginas

Preço médio: R$ 46

 

 

Faça seu comentário
Fabiano Gonçalves
Publicitário e roteirista (formado no Maurits Binger Film Institute - Amsterdã). Corroteirista do longa O Amor Está no Ar e de programas de TV (novela Chiquititas - 1998/2000). Redator na revista SuiGeneris, no site Escola24horas e no Departamento Nacional do Senac. Um dos fundadores do movimento.com, escreve também sobre televisão para o site teledossie.com.br. - E-mail: fabiano@movimento.com