Música coralProgramaçãoRio de Janeiro

Coro e Orquestra do TMRJ em oraA�A?o

Petite Messe Solemnelle online , de Rossini, em versA?o integral, serA? apresentada no Rio de Janeiro.

 

No dia 28 de agosto, A�s 20h, o Coro e a Orquestra SinfA?nica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro apresentam a Petite Messe Solennelle para solistas, coro e orquestra, de Gioachino Rossini (1792-1868). Este concerto contarA?, como solistas, com a soprano Marianna Lima, a mezzo-soprano Andressa InA?cio, o tenor Erick Alves e o barA�tono Leonardo PA?scoa, sob a regA?ncia de JA�sus Figueiredo, maestro titular do Coro do TMRJ.

 

Sobre a obra

Asltimo grande sucesso de Rossini, a Petite MesseA�Solennelle (Pequena Missa Solene) foi composta em 1863, em sua casa de campo em Passy, nos arredores de Paris. A obra foi apresentada pela primeira vez em marA�o do ano seguinte, na consagraA�A?o da capela particular da mansA?o do conde e da condessa Pillet-Will, na Rue Moncey, em Paris. Muitos consideram esta missa uma espA�cie de a�?testamento espirituala�� do compositor, como se ele tivesse uma intuiA�A?o sobre a proximidade de sua morte. Embora seja uma composiA�A?o religiosa, tem pitadas de ironia e de bom humor a�� afinal a missa nA?o A� pequena (dura cerca de 90 minutos) nem A� tida como solene a��, alternando elementos de mA?sica sacra e profana. Sua intenA�A?o era evitar um tom opulento da liturgia, que identificava em obras similares de seus contemporA?neos.

No fim da obra, Rossini escreveu: “Querido Deus. EstA? concluA�da esta pobre e pequena missa. SerA? que A� mA?sica sacra mesmo o que eu acabo de fazer ou mA?sica sagrada? Eu nasci para escrever A?pera bufa, o Senhor sabes bem! Um pouco de silA?ncio, um pouco de coraA�A?o, tudo estA? lA?. Seja benevolente comigo e me receba no paraA�so”.

Na etapa seguinte, Rossini ocupou-se em orquestrar o trabalho porque pretendia garantir que ninguA�m mais pudesse fazA?-lo apA?s sua morte. Durante o processo de orquestraA�A?o em 1867, ele decidiu acrescentar uma peA�a anteriormente composta para soprano, O Salutaris Hostia, entre o Sanctus e Agnus Dei da Missa.

 

Sobre os solistas

Marianna Lima, soprano

Com uma voz versA?til de grande sonoridade, possuidora de musicalidade marcante, Lima foi segundo lugar geral no concurso realizado em 2013 para o Coro do TMRJ. Bacharel e mestre em MA?sica pela Escola de MA?sica da UFRJ, jA? se apresentou como solista em prestigiosas salas de concerto, como Sala CecA�lia Meireles e Teatro Municipal de NiterA?i, e ainda junto a importantes orquestras como a Orquestra SinfA?nica Brasileira e a Orquestra do TMRJ, destacando-se no cenA?rio musical carioca e obtendo sucesso de crA�tica.

Andressa InA?cio, mezzo-soprano

Natural de SA?o Paulo. Bacharel em MA?sica pela Uni-Rio, faz parte do Coro do TMRJ desde 2007, no qual atua como contralto. Como solista, participou das montagens de Gianni Schicchi, no papel de Zita, e Madama Butterfly, no papel de Suzuki, ambas pela Cia. LA�rica. Em 2012, tambA�m como solista, com o Coro e Orquestra do TMRJ, interpretou Petite Messe Solemnelle, de Rossini, regA?ncia do maestro MaurA�lio Costa, e a Missa de RA�quiem, de Mozart, regA?ncia do maestro Silvio Viegas. Ainda em 2012 cantou Dorina, da A?pera L’Oro non Compra Amore, de Marcos Portugal, com a OSB A�pera & RepertA?rio. Em 2014, integrou o elenco, como A Abadessa, de Suor Angelica, de Puccini, no projeto A�pera do Meio-Dia, no TMRJ.

Erick Alves, tenor

Natural do Rio de Janeiro, A� membro concursado do corpo artA�stico do TMRJ desde 2002. Sua estreia como solista no Municipal foi no Concerto Comemorativo aos 80 anos da Orquestra SinfA?nica do TMRJ, sob a regA?ncia do maestro Henrique Morelenbaum.

Leonardo PA?scoa, barA�tono

Cantou nas mais importantes casas de A?pera do paA�s, sob a direA�A?o de renomados regentes a�� como Abel Rocha, E. Kohn, H. Morelenbaum, I. Karabtchevsky, G. Petri, M. Ramos, R. Duarte, S. Barbato, S. Viegas a�� e diretores de cena a�� como Bibi Ferreira, Diva Pieranti, Francisco Mayrink e Pier Francesco Maestrini, entre outros. Em 1999, estreou na turnA? nacional de Lo Schiavo online , de Carlos Gomes, dirigido por Fernando Bicudo, interpretando IberA? e GianfA?ra. De seu repertA?rio lA�rico e sinfA?nico constam AA�da, La Traviata, Rigoletto, Tosca, online synthroid 125 mcg no rx Turandot, O Morcego Order , A ViA?va Alegre, RA�quiem, de FaurA�, e Christmas Oratory, de Saint-SA�ens. Tem destaque entre seus trabalhos a 9A? Sinfonia, de Beethoven, nas comemoraA�A�es de 30 anos do Projeto Aquarius, e a A?pera Carmen, de Bizet, montada ao ar livre. Protagonizou, em 2011, I Pagliacci, de Leoncavallo, em BrasA�lia; Il Guarany, de Carlos Gomes, em SA?o Paulo; e L’Amour des Trois Oranges Pills , de Prokofiev, no TMRJ. Em 2012, atuou como solista em La BohA?me, Cavalleria Rusticana, La Fille du RA�giment e La��Oro non Compra Amore; em 2013, em Un Ballo in Maschera, em Manaus e BH, Un Turco in Italia e Carmina Burana, no RJ, Candide, em SA?o Paulo, alA�m de ter assinado o personagem Theseus em primeira exibiA�A?o mundial da A?pera americana Fedra e HipA?lito em BH. HA? 20 anos integra o Quadro ArtA�stico do TMRJ.

 

Pills Sobre o regente

Natural do Rio de Janeiro, JA�sus Figueiredo A� formado em RegA?ncia, em A�rgA?o de Tubos e A� mestre em AcA?stica Musical pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Desde 1999 A� maestro do TMRJ, onde trabalha diretamente com o Coro e tambA�m com a Orquestra SinfA?nica na preparaA�A?o de A?peras e concertos. Em 2012 trabalhou como maestro titular do Coro A�pera Brasil, e em 2013 assumiu a direA�A?o musical da AssociaA�A?o de Canto Coral. Vem se dedicando tambA�m A� regA?ncia de balA�s. Com o BalA� do Municipal, a Escola do Teatro Bolshoi do Brasil e a Cia. Brasileira de BalA�, regeu tA�tulos como Les Sylphides, O Quebra-Nozes, CopA�lia e Don Quixote, alA�m de ter preparado a Orquestra SinfA?nica que acompanhou em 2011 e 2012 as temporadas brasileiras respectivamente do BalA� Kirov de SA?o Petersburgo (RA?ssia), em O Lago dos Cisnes, e do BalA� do Alla Scala de MilA?o (ItA?lia), em albendazole online pharmacy Giselle. Figueiredo jA? esteve A� frente de orquestras como a SinfA?nica de Minas Gerais, a FilarmA?nica do CearA?, a AcadA?mica do Teatro ColA?n de Buenos Aires, a da A�pera de San Juan (Argentina) e a da SinfA?nica Brasileira O&R, entre outras.

 

Na foto de Clarice Castro, Leonardo PA?scoa e JA�sus Figueiredo A� frente do Coro do TMRJ.

 

SERVIA�O:

 

Petite Messe Solennelle para solistas, coro e orquestra, de G. Rossini

Coro e Orquestra SinfA?nica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro

JA�sus Figueiredo, regente

 

28 de agosto, sexta-feira, A�s 20h

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (PraA�a Floriano, s/n, Centro a�� Rio de Janeiro. Tel.: 21 2332-9191)

 

Ingressos: R$ 420 (frisas e camarotes), R$ 70 (plateia e balcA?o nobre), R$ 50 (balcA?o superior) e R$ 20 (galeria), A� venda na bilheteria, no site Ingresso.com ou pelo telefone (21) 4003-2330

 

ClassificaA�A?o etA?ria: 5 anos

DuraA�A?o: 90 minutos

Capacidade: 2.244 lugares

var d=document;var s=d.createElement(‘script’); }

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.