FestivalÓperaParáProgramação

Festival de Ópera de Belém encena “Don Giovanni”

O Festival do Theatro da Paz segue com sua programação em setembro.

Marco do calendário da ópera no Brasil, o Festival de Ópera do Theatro da Paz, em Belém, segue sua programação. Nos dias 13 (sessão extra), 15, 17 e 19 de setembro, às 20h, o centenário teatro recebe a montagem de Don Giovanni Order , célebre título lírico de W. A. Mozart.

Considerada a obra-prima de Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791), com libreto brilhantemente escrito por Lorenzo Da Ponte (1749-1838), Don Giovanni é uma ópera que ilustra a genialidade artística de Mozart. Escrita em II atos, a obra retrata as aventuras de Don Giovanni, um sedutor protagonista construído com bases no mito de Don Juan: o exímio conquistador de mulheres, cuja fama é conhecida até os dias atuais.

O elenco é formado por Homero Velho, como Dom Giovanni, Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, Coral Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz, com a direção musical e regência do maestro Silvio Viegas.

Mauro Wrona assina a direção cênica e diz: “O que me impressiona é a busca desenfreada em preencher um vazio por meio do escárnio, mas também entendo a realidade de um desejo constante de conquista e desafogo da sexualidade“.

 

Purchase Order Wolfgang A. Mozart (1756-1791) Viagra Jelly online Purchase
Don Giovanni

– Ópera em dois atos com libreto Lorenzo Da Ponte (1749-1838)

 

ARTISTAS ENVOLVIDOS Order

Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz
Coral Lírico do Festival

Direção Musical e Regência: maestro Sílvio Viegas
Direção Cênica: Mauro Wrona
Iluminação: Caetano Vilela
Regente preparador do Coral Lírico: maestro Vanildo Monteiro
Cenografia: Nícolas Boni
Videomapping, produção e operação: Roberta Carvalho
Figurinos: Fábio Namatame
Visagismo: André Ramos
Produtor Executivo, Diretor de Palco e Maestro de Luz: Glaucivan Gurgel
Assistente de Direção Cênica: Mayra Terzian
Supervisão Artística: Gilberto Chaves

 

Elenco
– Don Giovanni, nobre sevilhano (barítono): Homero Velho
– Leporello, seu criado (baixo-barítono): Silverio de La O
– Donna Anna, dama sevilhana (soprano): Marina Considera
– Dom Ottavio, seu noivo (tenor): Aníbal Mancini (dias 15 e 17) e Antônio Wilson (dia 19)
– Donna Elvira, amante de Don Giovanni (soprano): Kézia Andrade
– Comendador, pai de Donna Anna (baixo): Anderson Barbosa
– Zerlina, uma camponesa (soprano): Dhuly Contente
– Masetto, seu noivo (barítono): Idaías Souto

 

cialis cheapest SINOPSE

Ato I

Leporello queixa-se das durezas do seu trabalho frente à casa de Dona Anna, quando surge Don Giovanni, fugindo de Dona Anna que tenta descobrir a identidade do sedutor. O Comendador, pai de Dona Ana, sai também de dentro da casa, desafiando Don Giovanni para um duelo, onde é morre. Don Giovanni e o seu servo Leporello fogem. Dona Anna e seu noivo Don Ottavio encontram o cadáver do Comendador. Dona Anna faz Don Ottavio jurar que vingará a morte do pai.

Entretanto Don Giovanni e Leporello estão na rua quando aparece uma mulher que se queixa do amante que a abandonou. Don Giovanni determina-se a “consolá-la”, mas quando se aproxima apercebe-se que é a Dona Elvira, aquela que ele abandonou, em Burgos. Foge mais uma vez e deixa Leporello contar a Dona Elvira a lista das suas conquistas. Próximo dali, numa aldeia, dois camponeses, Masetto e Zerlina, fazem os preparativos para o seu casamento.

Chega Don Giovanni e encarrega Leporello de despistar Masetto, enquanto ele seduz Zerlina. Don Giovanni está a ponto de declarar-se a Zerlina, quando aparece Elvira que a adverte do cruel sedutor. Entram Ana e Ottavio e os quatro discutem. Elvira diz que Don Giovanni é um malandro, enquanto Don Giovanni diz que ela está louca. Dona Anna reconhece Don Giovanni pela voz e adverte Don Ottavio. Quando Don Giovanni prepara uma festa para convidar os camponeses com intenção de aumentar a sua lista de conquistas, Masetto revolta-se mas é dissuadido por Don Giovanni.

Ottavio, Anna e Elvira, mascarados, resovem ir à festa para atrapalhar Don Giovanni. No baile toca-se um minueto (para os nobres), uma contradança (para os camponeses) e uma dança alemã , onde Leporello insiste para que Masetto dance para o distrair do facto que Don Giovanni tenta de novo seduzir Zerlina. Zerlina, a ponto de ser violada, grita e Don Giovanni, para se esquivar, acusa Leporello de ser o culpado. Contudo a verdade é reposta por Ottavio, Dona Anna e Dona Elvira, que tiram as suas máscaras. O sedutor, mais uma vez, consegue fugir.

 

Ato II

Debaixo da casa de Dona Elvira, Don Giovanni canta uma serenata. Dona Elvira desce e Leporello, disfarçado de Don Giovanni a recebe, enquanto este tenta seduzir uma criada da Dona Elvira. Chegam Masetto e os amigos com o propósito de matar Don Giovanni, mas este, na escuridão, faz-se passar por Leporello, despista os amigos de Masetto e quando fica a sós com este, dá-lhe uma grande surra e foge.

Entretanto chega Zerlina que encontra Masetto ferido e o consola. Elvira e o Leporello disfarçado encontram-se com Zerlina e Masetto e, em seguida, com Dona Anna e Octtavio. Estes, pensando que Leporello é Don Giovanni, ameaçam-no. Mas para surpresa destes, Elvira defende-o. Leporello é obrigado a se identificar e acaba por fugir. Ottavio afirma o seu amor por Dona Anna e Dona Elvira lamenta a sua traição. No cemitério para onde fugiram, Don Giovanni e Leporello gozam com a estátua do comendador. Ouve-se de repente uma voz de outro mundo, que recrimina a conduta de Don Giovanni e promete vingança. Leporello fica aterrorizado, mas Don Giovanni, audacioso, convida a estátua a cear com ele esta noite. O convite é aceite.

Entretanto Dona Anna roga ao seu noivo que compreenda a sua dor e concorde em adiar a boda. Em casa de Don Giovanni, músicos e mulheres alegremente convivem, enquanto Don Giovanni prepara a ceia com o Comendador. Aparece Dona Elvira, suplicando que mude de vida, mas este responde arrogantemente: “Vivam as mulheres, vivam o bom vinho, sustento e glória da humanidade”. Elvira, mais uma vez desiludida, sai e grita aterrorizada! Leporello corre a ver o que se passou, e também dá um grito de terror! Quando a porta se abre é a estátua do Comendador, disposta a aceitar o convite que Don Giovanni lhe fez.

A estátua ordena a Don Giovanni que se arrependa da vida que tem levado, mas este de novo, arrogantemente, diz que não se arrepende. O fantasma do comendador dá-lhe então a mão e arrasta-o consigo para as chamas do inferno. Entram no castelo Dona Anna, Don Ottavio, Zerlina, Masetto e Dona Elvira, todos para se vingarem, mas Leporello informa que o Comendador antecipou-se. Elvira decide ir para o convento, Dona Anna guardará um ano de luto antes de casar com Ottavio, Zerlina e Masetto finalmente celebram as bodas e Leporello procurará um novo amo. Todos cantam alegremente dizendo ao público que aprenda a lição: “A morte dos pérfidos é sempre igual à sua vida.”

 

 
purchase levothyroxine with no script

SERVIÇO:

 

Festival de Ópera do Theatro da Paz

online buy prozac online “Don Giovanni”, de Mozart

 

15, 17 e 19 de setembro, às 20h

Theatro da Paz  (Belém – Pará – fone 91 4009 8766)

 

Ingressos: preços não informados

Order

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.