FestivalMúsica de câmaraProgramaçãoRio de Janeiro

XIII Rio Harp Festival 2018

Em maio, o Rio de Janeiro se torna a capital mundial das harpas.

A partir de 1 de maio, o RioHarpFestival chega ao Rio de Janeiro em sua 13 edição. Considerado atualmente um dos maiores eventos de harpa do mundo, o festival apresenta ao público nomes consagrados da harpa e promovendo sua habitual volta ao mundo em torno do som deste que é um dos mais antigos instrumentos musicais da história da humanidade.

São concertos diários e gratuitos, de 1 a 31 de maio, em diversos cartões-postais da cidade do Rio de Janeiro. Há programação também em São Paulo e na Europa. A ideia é privilegiar a música de boa qualidade, sem distinção de procedência, escola ou época, da música medieval aos clássicos europeus, dos românticos aos impressionistas, dos modernos aos contemporâneos brasileiros.

O recital de abertura ocorre no CCBB, no Centro da cidade, às 15h, com apresentação do harpista Athy, da Argentina. Na sequência, às 18h, concerto do Les Alizés, da França. Além do CCBB, o festival também ocorre no Forte de Copacabana, Ilha Fiscal, Iate Clube, Jockey Club, e tem encerramento no AquaRio, no dia 1o. de junho, com concerto da Camerata Uerj, da Comunidade da Maré, com a participação especial de Jacques Vandevelde, da Bélgica, que se apresenta com harpa dupla.

O RioHarpFestival é uma iniciativa do projeto Música no Museu, que há treze anos dedica o mês de maio a ressaltar o instrumento. Na edição de 2018 serão mais de 100 concertos, com 32 músicos de 16 países, incluindo importantes brasileiros, que se apresentam no evento anual que acontece já há 12 anos sem interrupção e com recitais lotados.

“Consolidado no roteiro internacional da harpa, o RioHarpFestival transforma a cidade carioca na sua capital mundial com apresentações que variam desde a música antiga, do clássico ao rock, passando por étnico, jazz, heavy metal e também ritmos brasileiros, latino-americanos, europeus com todos os tipos de harpas desde a clássica tocada nas orquestras a regionais como, a llanera, diferente da celta, que não se assemelha à paraguaia, por exemplo. Vários artistas têm composto novas obras, contribuindo para que o instrumento não fique parado no tempo”, diz Sérgio da Costa e Silva, criador e diretor do festival.

Ainda segundo Sérgio, a “…instrumentos de origens arcaicas, com sonoridade delicada, que chegam como mera curiosidade aos nossos ouvidos tão acostumados ao barulho da vida moderna. A harpa, felizmente, vem atravessando milênios sem deixar de se adaptar a diferentes culturas e estilos musicais e sem minguarem os seus adeptos, apesar de não gozar de tantos praticantes ou de um repertório tão amplo quanto os de outros instrumentos clássicos, como o piano ou o violino. Mais que uma excentricidade de épocas passadas, a harpa se mostra relevante nos dias de hoje”.

 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Rio de Janeiro

Athy

1 de maio, terça-feira | Abertura
CCBB | Teatro II
15h – Les Alizés: Claire Le Fur, harpa (França)
17h – Athy, harpa elétrica (Argentina)

2 de maio, quarta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Les Alizés: Claire Le Fur, harpa (França)
15h – Athy, harpa elétrica (Argentina)
18h – Baltazar Juarez, harpa (México)

3 de maio, quinta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Les Alizés: Claire Le Fur, harpa (França)
15h – Athy, harpa elétrica (Argentina)
18h – Baltazar Juarez, harpa (México)

4 de maio, sexta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Baltazar Juarez, harpa (México)
15h – masterclass com Athy (Argentina)
18h – Eve Matin, harpa (Peru)

5 de maio, sábado
CCBB | Teatro II
13h – Eve Matin, harpa (Peru)
15h – Eve Matin e Top Five, harpa/orquestra de violoncelos e baixo (Peru e Brasil)
18h – Camerata Uerj, com participação especial de Susanna Bertuccioli, harpa (Itália/Brasil)

Susanna Bertuccioli

6 de maio, domingo
CCBB | Teatro II
13h – Eve Matin, harpa (Peru)
15h – Susanna Bertuccioli, harpa (Itália)
18h – Alessandra Magrini, harpa (França)

7 de maio, segunda-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Susanna Bertuccioli, harpa (Itália)
15h – masterclass com Alessandra Magrini (França)
18h – Alessandra Magrini, harpa (França)

8 de maio, terça-feira
Forte de Copacabana
12h30 – Alessandra Magrini, harpa (França)
15h – Kristan Toczko, harpa (Canadá)
18h – Carolina Vega Daniel Vega, harpa/cuatro (Colômbia)

9 de maio, quarta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Kristan Toczko, harpa (Canadá)
15h – Harper Duo: Cesar Moya Fabiola Harper, harpa/guitarra (Chile)
18h – Carolina Vega e Daniel Vega, harpa/cuatro (Colômbia)

10 de maio, quinta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Carolina Vega e Daniel Vega, harpa/cuatro (Colômbia)
15h – masterclass com Harper Duo: Cesar Moya/Fabiola Harper, harpa/guitarra (Chile)
18h – Kristan Toczko, harpa (Canadá)

11 de maio, sexta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Harper Duo: Cesar Moya/Fabiola Harper, harpa/guitarra (Chile)
15h – Duo Orquidea: Yessika Segura Catalina Arias, harpa/tiple (Colômbia)
18h – Vedrana Subotic, piano (EUA)

Lucas Zaracho

12 de maio, sábado
CCBB | Teatro II
13h – Duo Orquidea: Yessika Segura e Catalina Arias, harpa/tiple (Colômbia)
15h – Grupo Arpa: Patrice Fisher, harpa (EUA)
18h – Lucas Zaracho, harpa (Paraguai)

13 de maio, domingo
CCBB | Teatro II
13h – Grupo Arpa: Patrice Fisher, harpa (EUA)
15h – Duo Orquidea: Yessika Segura e Catalina Arias, harpa/tiple (Colômbia)

Ilha Fiscal (a confirmar)
17h – Luiz Zaracho, harpa (Paraguai)

14 de maio, segunda-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Grupo Arpa: Patrice Fisher, harpa (EUA)
15h – Edith Gasteiger, harpa (Áustria)
18h – Lucas Zaracho, harpa (Paraguai)

Jockey Clube
20h – Jennyfer Polet Santiago, harpa (México)

15 de maio, terça-feira
Forte de Copacabana
12h30 – Jennyfer Polet Santiago, harpa (México)
15h – Grupo Arpa: Patrice Fisher, harpa (EUA)
18h – Camerata Uerj, com participação especial de Jennyfer P. Santiago, harpa (Brasil/México)

Iate Clube
20h – Edith Gasteiger, harpa (Áustria)

16 de maio, quarta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Edith Gasteiger, harpa (Áustria)
15h – Jennyfer Polet Santiago, harpa (México)
18h – Eduardo Viveros, harpa (México)

Vanja Ferreira

17 de maio, quinta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Eduardo Viveros, harpa (México)
15h – Grupo Jaffer, música oriental (Índia/Brasil)
18h – Vanja Ferreira, harpa (Brasil)

18 de maio, sexta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Eduardo Viveros, harpa (México)
15h – Phelipe Aldana, harpa (Colômbia)
18h – Trio Kagurazaka, música japonesa (Japão/Brasil)

19 de maio, sábado
CCBB | Teatro II
13h – Phelipe Aldana, harpa (Colômbia)
15h – Eduardo Viveros, harpa (México)
18h – Cynthia Valenzuela, harpa (México)

Edmar Castañeda

20 de maio, domingo
CCBB | Teatro II
13h -Phelipe Aldana, harpa (Colômbia)
15h –Duo Mikuskovics Baum, harpa/multi-instrumento (Áustria)
18h – Cynthia Valenzuela, harpa (México)

21 de maio, segunda-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Cynthia Valenzuela, harpa (México)
15h – Duo Mikuskovics Baum, harpa/multi-instrumento (Áustria)
18h – Daniel Zanatta, harpa (Brasil)

22 de maio, terça-feira
Forte de Copacabana
12h30 – Cynthia Valenzuela, harpa (México)
15h  – Duo Mikuskovics Baum, harpa/multi-instrumento (Áustria)
18h  – Esteban Guzmán, harpa (Colômbia)

23 de maio, quarta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Duo Norma H. Rodrigues, harpa, e Ana Carolina, flauta, com a participação da mezzosoprano Jurema Fontoura (Brasil)
15h – Esteban Guzmán, harpa (Colômbia)
18h – Grupo Jaffer, música oriental (Índia/Brasil)

24 de maio, quinta-feira
CCBB | Teatro II
12h30: – Esteban Guzmán, harpa (Colômbia)
15h – Duo Norma H. Rodrigues, harpa, e Ana Carolina, flauta, com a participação da mezzosoprano Jurema Fontoura (Brasil)
18h – Trio Vanja Ferreira, harpa, Damu Telek, violoncelo, e Igor Levy, flauta (Brasil)

25 de maio, sexta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Duo Norma H. Rodrigues, harpa, e Ana Carolina, flauta, com a participação da mezzosoprano Jurema Fontoura (Brasil)
15h – Kobie du Plessis, harpa (África do Sul)
18h – Martin Albarracin, harpa (Colômbia)

Kobie du Plessis

26 de maio, sábado
CCBB | Teatro II
13h – Martin Albarracin, harpa (Colômbia)
15h – Edmar Castañeda, harpa (Colômbia)
18h – Kobie du Plessis, harpa (África do Sul)

Forte de Copacabana
18h30 – Orquestra Violões do Forte, com participação de Martin Albarracin, harpa (Brasil/Colômbia)

27 de maio, domingo
CCBB | Teatro II
13h – Kobie du Plessis, harpa (África do Sul)
15h – Martin Albarracin, harpa (Colômbia)
18h – Edmar Castañeda, harpa (Colômbia)

28 de maio, segunda-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Martin Albarracin, harpa (Colômbia)
15h – Naja Moháric, harpa (Eslovênia)
18h – Diane Pauvert, harpa (França)

29 de maio, terça-feira
Forte de Copacabana
12h30 – Diane Pauvert, harpa (França)
15h – Naja Moháric, harpa (Eslovênia)
18h – Camerata do Uerj, com participação de Jacques Vandevelde, harpa dupla (Bélgica/Brasil)

30 de maio, quarta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Diane Pauvert, harpa (França)
15h – Naja Moháric, harpa (Eslovênia)
18h – Jacques Vandevelde, harpa (Bélgica)

31 de maio, quinta-feira
CCBB | Teatro II
12h30 – Jacques Vandevelde, harpa dupla, e Ensemble Carioca (Bélgica/Brasil)
15h – masterclass com Jacques Vandevelde, harpa dupla

Jacques Vandevelde

1 de junho, sexta-feira
AquaRio
15h – Camerata da Uerj, com participação de Jacques Vandevelde, harpa dupla (Bélgica/Brasil)

2 de junho, sábado
Forte de Copacabana
15h – Orquestra de Pandeiros, com participação de Jacques Vandevelde, harpa dupla (Bélgica/Brasil)

Palácio São Clemente
18h – Luiz Carlos de Moura Castro, piano (Brasil)

3 de junho, domingo
Forte de Copacabana:
15h – Orquestra de Pandeiros (Brasil)

 

III S.PauloHarpFestival

22 de junho, sexta-freira
13h – Tatiana Henna, harpa (Brasil)
15h – Zoe Vandermeer, harpa (País de Gales)
18h – Duo Sandra Aquaviva, flauta, e Anna Cheylat, harpa (Argentina)

Vivian Duré Prado

23 de junho, sábado
13h – Vivian Duré Prado, harpa (Paraguai)
15h – Burning Symphony (Brasil)
18h – Zoe Vandermeer, harpa (País de Gales)

24 de junho, domingo
13h – Grupo de Harpas Yassy: Dario Andino, harpa argentina (Argentina)
15h – Nando Araújo (Brasil)
18h – Vivian Duré Prado, harpa (Paraguai)

25 de junho, segunda-feira
13h – Duo Norma H. Rodrigues, harpa, e Ana Carolina, flauta, com a participação da mezzosoprano Jurema Fontoura (Brasil)
15h -Trio Kagurazaka, música japonesa (Japão/Brasil)
18h – Vivian Duré Prado, harpa (Paraguai)

 

Portugal
Lisboa | Palácio Foz
25 de junho, segunda-feira
18h – Duo Salomão Matos, harpa, e Luís Coelho, guitarra portuguesa

Coimbra | Biblioteca Joanina
26 de junho, terça-feira
18h – Carolina Coimbra, harpa

 

Espanha
Madri | Casa do Brasil
29 de junho, sexta-feira
18h – Orquestra de Harpas Célticas da Itália

30 de junho, sábado
18h – Beatriz Milán, harpa

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.