CinemaMúsica de câmaraProgramaçãoSão Paulo

Concerto com trilhas sonoras

Compositor Antonio Pinto toca trilhas sonoras de sua autoria com o Quarteto de Cordas de SP.

 

O Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo preparou uma apresentação especial em 30 de agosto, às 20h. Antonio Pinto, que assina as trilhas de Central do Brasil e Abril Despedaçado, de Walter Salles, O Senhor das Armas, de Andrew Niccol, e dos documentários Amy e Senna, de Asif Kapadia, toca piano e violão com os quatro músicos na Sala do Conservatório, em São Paulo.

O Quarteto é um parceiro de longa data do compositor e participou da produção das trilhas em todos esses projetos cinematográficos. “Nossa relação com o Antonio começou ainda na época da Jazz Sinfônica. Eu o chamei para tocar com a orquestra e ele nos chamou para gravar suas trilhas. Às vezes, apenas como quarteto; às vezes, cada um de nós individualmente; às vezes a gente gravava quatro, cinco, seis vezes a mesma parte para que parecesse uma orquestra. E, às vezes, a gente fazia parte de um grupo maior. Ou seja, a gente se tornou parceiro em diversas empreitadas”, explica Marcelo Jaffé, violista do Quarteto.

Em O Amor nos Tempos do Cólera, de Mike Newel, por exemplo, Jaffé revela que “Betina (Stegmann) faz solo de violino. Ela dubla o violinista da varanda. No documentário do Senna, choramos muito. O Antonio coloca a televisão para a gente ver o que está acontecendo enquanto a gente toca”. E essa cumplicidade promete um concerto cheio de surpresas inspiradas na sétima arte.

Estão ainda no repertório do concerto – que tem a participação de Sidiel Vieira no contrabaixo, Yaniel Matos no violoncelo e Gabriel Ferreira no violão acústico, além dos cantores Manu Julian e Leonardo Matumona – temas dos filmes Colateral, de Michael Mann; Nina, de Heitor Dhalia; e The Boy who Harnessed the Wind, de Chiwetel Ejiofor, entre outros.

 

Antonio Pinto

Compositor de trilhas sonoras, é autor da música de cinco filmes de Walter Salles. A parceria entre o cineasta e o compositor começou em 1995, quando Antonio criou a música para o curta-metragem Socorro Nobre e para o longa Terra Estrangeira, codirigido por Daniela Thomas, irmã de Antonio. Em 1998, compôs, ao lado de Jacques Morelenbaum, os temas de Central do Brasil, filme que correu o mundo e teve duas indicações ao Oscar. Filho do cartunista Ziraldo, Antonio também é o compositor da trilha de Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles, em parceria com Ed Cortês.

Em 2004, deu início aos trabalhos internacionais: a trilha adicional do longa-metragem norte-americano Colateral, de Michael Mann, protagonizado por Tom Cruise, e a trilha de Crônicas, de Sebastián Cordero, uma coprodução entre México e Equador. Foi indicado ao Globo de Ouro pela música original Despedida, composição sua, com letra e interpretação de Shakira, para o filme O Amor nos Tempos do Cólera (Love in the Time of Cholera, 2007), de Mike Newell. Sócio-diretor da produtora Supersônica, é um dos poucos músicos brasileiros efetivamente especializados em trilhas sonoras para cinema.

 

Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo

O Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo foi fundado em 1935, por iniciativa de Mário de Andrade. Inicialmente era chamado de Quarteto Haydn e buscava difundir a música de câmara e estimular compositores brasileiros a escrever novo repertório para o gênero. O grupo passou a ser chamado de Quarteto de Cordas Municipal a partir de 1944, chegando à sua forma definitiva em 1981, como Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo.

O grupo apresenta-se constantemente no Brasil e no exterior, em eventos como a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha; o Festival de Música de Saragoza, na Espanha; e o Festival Internacional de Música de Morelia, no México. No Brasil, além da participação nos mais importantes festivais e cursos de música, desenvolveu projetos de estímulo a jovens instrumentistas por meio de concursos e de concertos didáticos em escolas da rede pública, universidades e escolas de música.

Em concertos comentados, o Quarteto apresenta o amplo repertório para a formação, inclusive o de vanguarda, promovendo o contato do público com todas as tendências e escolas de composição, como parte do projeto original do grupo, de fomento e formação de plateias. Em sete oportunidades o Quarteto de Cordas ganhou o prêmio de Melhor Conjunto Camerístico da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e por três vezes o Prêmio Carlos Gomes.

O conjunto é atualmente formado por Betina Stegmann e Nelson Rios (violinos), Marcelo Jaffé (viola) e Rafael Cesário (violoncelo).

 

SERVIÇO:

 

Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo

Antonio Pinto, composições, piano e violão

 

30 de agosto, quinta-feira, às 20h

Sala do Conservatório – Praça das Artes (Av. São João, 281, Centro – São Paulo. Tel.: 11 4571-0401)

 

Ingressos: R$ 20, com meia-entrada para aposentados, pessoas com mais de 60 anos, professores da rede pública e estudantes

 

Duração aproximada: 60 minutos

Recomendado para maiores de 7 anos

 

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.