Espírito SantoLateralMúsica antigaPernambucoProgramação

Primavera da Trupe Barroca

Conjunto A Trupe Barroca faz Concerto de Primavera em Vitória e em Olinda.

 

A primavera chegou para o conjunto capixaba A Trupe Barroca. Com regência do maestro Sérgio Dias e participação, como solistas, de Wagner Pereira de Souza (violino barroco) e Alberto Domínguez Gálvez (piccolo e oboé barroco), o grupo faz concertos em Vitória (ES), no dia 29 de setembro, às 10 horas da manhã, na Catedral Metropolitana, e no dia 30, às 16 horas na Catedral da Sé, em Olinda (PE).

Esta é a primeira vez que A Trupe Barroca se apresenta fora do Espírito Santo. Em Olinda, o concerto integra a programação do Festival Relicários.

 

A Trupe Barroca

Um trabalho pioneiro no estado do Espírito Santo e o maior instrumentário histórico entre as orquestras especializadas do Brasil. Fundada originalmente em 1998, com o nome de Victoria Ensamble, o grupo fez sua reestreia em dezembro de 2017, com um concerto de Natal, na Catedral de Vitória, assumindo um novo nome e uma nova missão: a proposta ousada de se dedicar exclusivamente ao repertório dos séculos 17 e 18, utilizando-se de instrumentos históricos ou cópias perfeitas e investindo em pesquisa e nas sutilezas das interpretações historicamente orientadas, com um repertório, também, inovador do período barroco.

Os instrumentos que servem ao grupo provêm da coleção particular de seu fundador e já fazem com que A Trupe Barroca possua hoje o maior instrumentário histórico entre as orquestras especializadas do Brasil.

 

Sérgio Dias, regente

Graduado em Flauta, Composição e Regência, pós-graduado em Educação Musical, em Arte e Cultura Barroca, e mestre em Música (com área de concentração em Musicologia Histórica), Sérgio é doutorado pelo Departamento de Ciências Musicais da Universidade Nova de Lisboa e trabalha como musicólogo consultor junto ao arquivo do Conservatório San Pietro a Majella de Nápoles.

É ex-professor do Conservatório Brasileiro de Música, ex-titular de Harmonia, Contraponto, Fuga e Estruturação Musical da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), além de ex-professor substituto de História da Música do Conservatório de Coimbra e da Escola Superior de Educação de Lisboa.

 

Wagner Pereira de Souza

Wagner Pereira de Souza, violino barroco

Nascido em Belo Horizonte, iniciou seus estudos de violino aos 14 anos. Em quase 27 anos, integrou onze orquestras brasileiras (no ES, RJ, e SP), e vários grupos camerísticos, como spalla, tutti e como solista, apresentando-se nas mais importantes salas de concerto e teatros do Brasil, e do mundo.

Atualmente integrante de A Trupe Barroca, se apresenta com um instrumento original de construção de Georg Hosp, da Alemanha, de 1753.

 

Alberto Domínguez Gálvez

Alberto Domínguez Gálvez, piccolo e oboé barroco

Natural de San Fernando (Cádiz), Espanha, Alberto começou seus estudos musicais no conservatório de sua cidade natal, na especialidade de saxofone. É formado também em flauta-doce e oboé barroco, tendo completado vários cursos com nomes importantes do mundo da música antiga.

É também fundador da orquestra de câmara Elcurarojo, em que é solista e diretor artístico, e com a qual realizou vários concertos na Espanha e na Itália.

 

PROGRAMA:

29 de setembro

Antonio Vivaldi (1678-1741)
Concerto para oboé, violino , cordas e contínuo em si bemol maior, RV 548
Concerto para piccolo, cordas e contínuo em lá menor, RV 445

Georg Philipp Telemann (1681-1767)
Suíte La Lyra: Ouverture – Bourrée I / Bourrée II – Gigue – Menuet I / Menuet II. Doucement – La Vielle – Sicilienne – Rondeau

 

30 de setembro

Antonio Vivaldi (1678-1741)
Concerto para oboé, violino , cordas e contínuo em si bemol maior, RV 548

Marin Marais (1656-1728)
Pieces en trio n. 1 pour les flutes, violon & dessus de viole: Prelude – Sarabande I et II – Fantaisie – La Bagatelle – Gavotte -Rondeau – Menuet I et II – Chaconne

Alessandro Scarlatti (1660-1725)
Sonata em fá maior para flauta doce, oboé, violino e contínuo

Antonio Vivaldi (1678-1741)
Concerto para piccolo, cordas e contínuo em lá menor, RV 445

 

SERVIÇO:

 

“Concerto de Primavera”

A Trupe Barroca

Sérgio Dias, regência

 

29 de setembro, sábado, às 10h

Catedral Metropolitana de Vitória (Praça Dom Luiz Scortegagna, s/n, Cidade Alta – Vitória)

 

30 de setembro, domingo, às 16h

Catedral da Sé (Ato da Sé, s/n, Carmo – Olinda)

 

Os dois concertos têm entrada gratuita

 

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.