Espírito SantoFestivalLateralProgramação

Festival de Música Erudita do Espírito Santo – VI edição

Congo, homenagem a Zumbi dos Palmares e apresentações em patrimônios históricos.

 

 
De 3 a 24 de novembro, Vitória recebe a 6ª edição do Festival de Música Erudita de Espírito Santo. Este ano – além dos tradicionais concertos no Teatro Carlos Gomes – outras nove apresentações ocorrem em patrimônios, escolas e asilo, na programação dos Concertos Itinerantes.

Pelo segundo ano, o festival democratiza a forma de participação de grupos na programação por meio de um edital de chamamento realizado pela Cia. de Ópera do Espírito Santo (Coes) no mês de julho deste ano, quando foram selecionados dois espetáculos para compor a programação que vai passar pelo palco do Teatro Carlos Gomes, no Centro de Vitória.

Ao todo, são apresentados 12 concertos e uma ópera, totalizando 20 apresentações. Criado com o objetivo de facilitar o acesso à música de concerto, o evento busca também ampliar o mercado de trabalho para os mais diversos artistas e profissionais do setor, seja nas áreas de canto e instrumental ou na área cênica.

Integram também o festival diversas atividades simultâneas nos dias de programação: Concerto Social; Projeto Sociocultural Vale Música; o espetáculo O Congo e o Erudito, além da 5ª edição da exposição de artes visuais com o título Revivendo o Melpômene, realizada na Praça Costa Pereira.

O diretor-geral do festival, Tarcísio Santório, destaca que o evento, além de proporcionar entretenimento, mostra como a plateia que admira música erudita é uma realidade: “O público capixaba interessado em música erudita se multiplica a cada apresentação no estado. A tendência é de que a formação e o crescimento dessa plateia se fortaleçam ainda mais com a realização de festivais deste porte”.

Homenagens

Roberto Duarte (foto de Paulo Lacerda)

Na edição deste ano são homenageados artistas como Personalidade Nacional e Personalidade Capixaba. O homenageado nacional é o maestro Roberto Duarte, que rege a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) no concerto na abertura. Já o homenageado capixaba é o saudoso Professor Alceu, que será lembrado no concerto com a execução da música Nostalgia, composta por ele e dedicada à cantora lírica Natércia Lopes, que participa da noite.

A realização do festival é da Cia. de Ópera do Espírito Santo (Coes), com a direção geral de Tarcísio Santório e direção artística da cantora lírica Natércia Lopes.


PROGRAMAÇÃO GERAL

5ª EXPOSIÇÃO DE ARTES VISUAIS: INSTALAÇÃO REVIVENDO O MELPÔMENE

3 de novembro, das 18h às 20h

Vernissage

4 a 9 de novembro, das 9h às 21h

Visitação

Colette Dantas, curadoria
Local: Praça Costa Pereira

Classificação: livre

 

TEATRO CARLOS GOMES

Natércia Lopes

3 de novembro, às 20h

CONCERTO DE ABERTURA

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo
Roberto Duarte, regência
Natércia Lopes, soprano

Classificação: 10 anos


8 de novembro, às 20h

Projeto Ensaio Aberta para estudantes do EJA


9 de novembro, às 20h, e 
11 de novembro, às 19h

Flávio Leite

Ópera O Diletante, de João Guilherme Ripper
João Marcos Charpinel, Quintino
Priscila Aquino, Merenciana
Luana Shaeffer, Josefina
Alessandro Santana, Gaudêncio
Flávio Leite, Marcelo
Luane Voigan, Constança
 Coro Lírico da Coes

Gabriel Rhein-Schirato, regência
Colette Dantas, direção cênica
Orquestra Sinfônica da Coes

Classificação: 12 anos


14 de novembro, às 20h

CONCERTO SOCIAL

Matheus Cutini

Orquestra Jovem Vale Música
Lucas Anízio, regência
Matheus Cutini, piano

Classificação: livre


16 de novembro, às 20h

Orquestra Sinfônica do Espírito Santo
Helder Trefzger, regência
Natércia Lopes e Meire Norma, sopranos
Alexandre Bianque, tenor
Alessandro Santana, baixo-barítono
Coro Sinfônico da Fames: Sanny Souza, maestro

Classificação: 10 anos


17 de novembro, às 20h

Quinteto Villa-Lobos
Rubem Schuenck, flauta
Luís Carlos Justi, oboé
Paulo Sérgio Santos, clarineta
Aloysio Fagerlande, fagote
Philip Doyle, trompa

Classificação: 10 anos

Quinteto Villa-Lobos


20 de novembro, às 20h

CONCERTOS ESPECIAIS: HOMENAGEM A ZUMBI DOS PALMARES EM QUATRO ATOS
Kiusam de Oliveira, direção artística, bailarina e roteirista
Cecitônio Coelho, direção musical
Elaine Vieira e Peujor, cantores solistas
Coral Opus Liberi: Cláudio Modesto, maestro
Conjunto de Câmara da Cia. de Ópera do Espírito Santo

Luza Carvalho, figurinos
Natan Dias, iluminação
Elis Gonçalves, visagismo

Classificação: 10 anos


22 de novembro, às 20h

Duo piano & cello
Sanny Souza, violoncelo
William Lizardo, piano

Classificação: 10 anos


23 de novembro, às 20h

Orquestra Jovem de Sopros e Percussão da Fames
Marcelo Madureira, regência

Classificação: 10 anos


24 de novembro, às 20h

Ensemble São Paulo
Betina Stegmann, violino
Nelson Rios, violino
Marcelo Jaffé, viola
Rafael Cesário, violoncelo
Fernando Tomimura, piano (convidado)

Classificação: 10 anos

Ensemble São Paulo

 

CONCERTOS ITINERANTES

4 de novembro, às 9h

Coral Arcelor-Mittal
Adolfo Alves, maestro titular
Wilson Olmo, adjunto do preparador vocal e maestro
Elenísio Junior, pianista

Local: Igreja Central Nossa Senhora da Conceição – Serra Sede / Serra

Classificação: Livre


6 de novembro, às 14h

O congo e o erudito
Banda do Congo da Serra
Quinteto de Cordas da Coes

Local: EMEF Ismênio Vidigal – Planalto Serrano / Serra

Classificação: Livre


7 de novembro, às 14h

O congo e o erudito
Banda do Congo da Serra
Quinteto de Cordas da Coes

Local: EEEFM Clóvis Borges Miguel – Serra Sede / Serra

Classificação: Livre


13 de novembro, às 14h

O congo e o erudito
Banda do Congo da Serra
Quinteto de Cordas da Coes

Local: EMEF Vercenílio da Silva Pascoal – Joana D’arc / Vitória

Classificação: Livre

Bandas de Congo da Serra


13 de novembro, às 20h

Coral Arcelor-Mittal
Adolfo Alves, maestro titular
Wilson Olmo, adjunto do preparador vocal e maestro
Elenísio Junior, pianista
Natércia Lopes, soprano (participação especial)

Local: Catedral Metropolitana – Vitória / ES

Classificação: Livre


14 de novembro, às 14h

Quarteto Camburi
Lucas Azevedo, violino
Bruno Mandrade, violino
Ildefonso Barros, viola
Jonathan Azevedo, violoncelo

Local: EMEF São Vicente de Paulo – Centro / Vitória

Classificação: Livre


18 de novembro, às 10h

Coral Opus Liberi
Claudio Modesto, maestro titular

Local: Igreja de São Gonçalo – Centro / Vitória

Classificação: Livre


18 de novembro, às 15h

Coral Opus Liberi
Claudio Modesto, maestro titular

Local: Convento de Nossa Senhora da Penha – Prainha / Vila Velha

Classificação: Livre


21 de Novembro, às 15h

Duo piano & cello
Sanny Souza, violoncelo
William Lizardo, piano

Local: Casa de Repouso Aconchego, Araçás / Vila Velha

Classificação: 10 anos

 

 

SERVIÇO:

 

6° Festival de Música Erudita do Espírito Santo

 

3 a 24 de novembro

Teatro Carlos Gomes (Praça Costa Pereira, 132, Centro – Vitória) e outros locais

 

Entrada gratuita, com distribuição de ingressos uma semana antes de cada espetáculo, na bilheteria do Teatro

 

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.