Escrito por em 21 maio 2019 nas áreas Lateral, Música de câmara, Programação, São Paulo

Mais um evento do Toriba Musical

O Toriba, hotel mais musical de Campos do Jordão, tem no próximo sábado, 25 de Maio, um recital com o violonista Yuri Marchese.  Mais um evento do programa Toriba Musical, o recital acontece na Sala da Lareira do hotel, às 19 horas.

Neste ano em que se completam 60 anos da morte de Heitor Villa-Lobos, o jovem violonista homenageia o compositor interpretando duas de suas obras mais importantes para violão solo: o conjunto dos “Doze estudos” e o conjunto dos “Cinco prelúdios”.

Diversos prêmios

Nascido em Vitória, ES, Yuri Marchese formou-se em Música pela Universidade Estadual de Londrina, PR, e é Mestre em Música pela Universidade de Aveiro, Portugal. Estudou com Paulo Vaz de Carvalho (Portugal), Fábio Zanon (São Paulo), Ináqcio Rabaioli e Natanael Fonseca (Londrina). Realizou sua primeira turnê no exterior aos 22 anos e já se apresentou em importantes cidades no Brasil, em Portugal, na Espanha e na República Tcheca.

Conquistou diversos prêmios, com destaque para o 1º Lugar no IX Concurso Jovens Músicos, Música no Museu (Rio de Janeiro, 2017), 1º Lugar e melhor intérprete de música portuguesa no Concurso Internacional de Leiria (Portugal, 2017), 1º lugar no VII concurso FITO (São Paulo, 2012), 2º lugar e Melhor Intérprete Capixaba no X Concurso Nacional Villa-Lobos (Vitória, 2013) e 2º lugar no I Concurso Terras de Santo Estevão (Portugal, 2015). Entre 2010 e 2014 foi bolsista do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão.

Participou de vários festivais e séries internacionais de concerto como o Festival de Música de Londrina, Série Palcos Musicais, Young Prag Festival (República Tcheca), Semana da Guitarra de Águeda, Irmão Violão e Zêzere Arts Festival (Portugal). Neste último, realizou, junto com a orquestra do festival, a estreia mundial da versão integral do concerto para violão de Jaroslav Pelikan sob regência de Brian MacKay.

Atua como professor há mais de dez anos. Trabalhou em Portugal no Conservatório Regional de Coimbra, Conservatório de Música de Coimbra e no Conservatório David de Souza em Figueira da Foz. Reside atualmente em Londrina, Paraná.

 

Violonista Yuri Marchese

Divisor de águas

Durante seus anos de formação Heitor Villa-Lobos (05/03/1887 – 17/11/1959) esteve intimamente ligado à cultura popular, especialmente das rodas de choro. A partir dessa época, abraçou o violão como ninguém antes, elevando o instrumento a um patamar então inimaginável. Escreveu uma coleção de peças comparável às grandes séries de estudos para piano ou violino.

Entre peças solo e peças de câmara, Villa-Lobos escreveu mais de 40 peças para violão, além de ter realizado também algumas transcrições de peças de autores como Chopin e J. S. Bach.

Seus Doze Estudos, compostos em 1928-29, são, definitivamente, um divisor de águas dentro da história do violão. Ao mesmo tempo que exploram possibilidades técnicas do instrumento, até então praticamente desconhecidas, expressam uma linguagem marcadamente comprometida com a inovação do discurso musical.

Os Doze Estudos, bem como os Cinco Prelúdios, estes escritos em 1940, estão entre as obras mais populares do violão no século XX. São presença obrigatória no repertório de todo e qualquer violonista.

P R O G R A M A

H. Villa-Lobos
Doze estudos (1928-29)
• Nº1 Animé (des arpéges)
• Nº2 Trés animé (des arpéges)
• Nº3 Un peu animé (des arpéges)
• Nº4 Un peu modéré (des accords répétés)
• Nº5 Andantino
• Nº6 Un peu animé
• Nº7 Très animé – Moderé
• Nº8 Moderé
• Nº9 Un peu animé
• Nº10 Très animé – Un peu animé – Vif
• Nº11 Lent – Animé
• Nº 12 Un peu animé

H. Villa-Lobos
Cinco prelúdios (1940)
• Nº1 Andantino espressivo
• Nº2 Andantino
• Nº3 Andante – Molto adagio (e dolorido)
• Nº4 Lento – Animato – Moderato – Lento
• Nº5 Poco animato

 

 

S E R V I Ç O

 

Toriba Musical – Violão de Yuri Marchese homenageia Villa-Lobos

Dia 25 de maio, sábado, Sábado, às 19 horas

HOTEL TORIBA / Sala da Lareira (Av. Ernesto Diederichsen 2962, Campos do Jordão – (12) 3668-5000)

Ingressos
• R$ 50,00 – valor que será abatido em caso de consumo nos restaurantes e bares do hotel
• Gratuitos para hóspedes do hotel e clientes do Terraço Panorama, do Bar Vindima e dos restaurantes Pennacchi e Toribinha Bar & Fondue

Indicação etária: Livre

Foto: Gustavo Rampini

Visite Campos do Jordão, hospede-se no Hotel Toriba e curta a boa música. Vale a pena.

 

Faça seu comentário