LateralMPBProgramaçãoRio de Janeiro

Orquestra Petrobras Sinfônica convida Paulinho Moska

Espetáculo para a série ‘Concertos de Inverno’

Buscando sempre inovar e atrair diferentes públicos para as salas de concerto, a Orquestra Petrobras Sinfônica, em parceria com a JB FM, recebe em junho, pela série ‘Concertos de Inverno’, o cantor e compositor carioca Paulinho Moska (voz e violão). A apresentação acontece no dia 26/06, às 20h, na Sala de Câmara da Cidade das Artes.

No encontro inédito, após uma abertura clássica, o artista e o grupo de câmara da OPES, formado por 10 músicos, interpretarão sucessos como “A seta e o alvo” e “Pensando em você”, que foram temas de novelas. Também integram o programa músicas que integram a trajetória do cantor, como “A idade do céu”, “O jeito é não ficar só”, “Namora comigo” e “Quantas vidas você tem”. Os arranjos são de Itamar Assiere.

Moska possui 17 álbuns, sendo dez de estúdio, três ao vivo, uma coletânea e três do programa Zoombibo (apresentado por ele no Canal Brasil).

A série ‘Concertos de Inverno’ encerra no dia 24/07, com uma apresentação ao lado de Daniel Boaventura.

PROGRAMA

Paulinho Moska
O jeito é não ficar só

Jorge Abner Drexler
A idade do céu

Paulinho Moska
Namora comigo

Paulinho Moska
Pensando em você

Paulinho Moska
Quantas vidas você tem

Paulinho Moska e Nilo Romero Filho
A seta e o alvo

 

 

SERVIÇO

 

Orquestra Petrobras Sinfônica convida Paulinho Moska

Dia 26 de junho, quarta-feira, às 20h30

Cidade das Artes/Sala de Câmara (Av. das Américas, 5300 – Barra – 3325-0102)

Ingressos: R$20 / R$ 10 (meia)

Vendas: Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br)

Classificação: livre

 

 

Orquestra Petrobras Sinfônica

Aos 47 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra é formada por mais de 80 instrumentistas e tem como diretor artístico e regente titular o maestro Isaac Karabtchevsky, nome mais respeitado no Brasil e consagrado internacionalmente.

 Modelo de gestão: A Associação Orquestra Pró Música do Rio de Janeiro, entidade que administra o conjunto, apresenta uma proposta administrativa inovadora, sendo a única orquestra do país gerida por seus próprios músicos.

 Sobre a PETROBRAS: A Petrobras completa 33 anos de patrocínio da Orquestra Petrobras Sinfônica em 2018. Através do Petrobras Cultural, a companhia busca contribuir para o fortalecimento das oportunidades de criação, produção, difusão e fruição da cultura brasileira, para a ampliação do acesso dos cidadãos aos bens culturais e formação de novas plateias. A parceria é essencial para manter a Orquestra Petrobras Sinfônica entre os principais conjuntos da América Latina, sempre desenvolvendo um importante trabalho de democratização da música clássica e de renovação do público do gênero.

 

Grupo de câmara da OPES

Ricardo Amado, violino I
Andrea Moniz, violino I
Camila Bastos, violino I
Carlos Mendes, violino II
Her Agapito, violino II
Ivan Zandonade, viola
Daniel Prazeres, viola
Hugo Pilger, violoncelo
Ricardo Cândido, contrabaixo
Pedro Moita, percussão

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.