Curso / EncontroLateralNotíciaSão Paulo

Curso “A música, arte divina: o sacro e o profano

Objetivo: abertura de horizontes e conhecimentos gerais na área 

Ministrado pelo professor Gilberto Matté, o Curso “A música,arte divina: o sacro e o profano”, por solicitação do coordenador acadêmico da Universidade Aberta a Terceira Idade, Dr. Egidio Dórea, tem como objetivo a abertura de horizontes e conhecimentos gerais na área de música sacra e profana. São artes que alicerçam nossa civilização ocidental.

O curso terá nova edição a partir deste segundo semestre de 2019 com a segunda turma.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Segundo semestre 2019

– Período Medieval

– Período Renascentista

Primeiro semestre 2020

– Período Barroco

– Período Clássico

Segundo semestre 2020

– O Romantismo

– O Século XX

As inscrições serão do dia 22 a 26 de julho próximo. Acesse o site www.prceu.usp.br/3idade

 

SERVIÇO

 

Curso “A música, arte divina: o sacro e o profano

De 02.08 a 06.12 de 2019
às sextas-feiras, das 10 às 12h

USP – Unidade Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (Rua do Anfiteatro, 181. Favo 13-B – 2º semestre – SP)

O curso é gratuito

 

Gilberto Matté

Gilberto Matté nasceu em Porto Alegre, onde começou seus estudos de piano sob a orientação de sua avó materna. Aos 17 anos, ganhou o Primeiro Concurso Nacional de Porto Alegre. Estudou na Universidade de Brasília com Nise Obino e depois em Berlim, onde foi aluno da classe do professor Georg Wassermann na Hochschule für Musik.

De retorno ao Brasil, estudou arquitetura na UNB, onde obteve seu diploma. Já morando e trabalhando em São Paulo, estudou com o pianista Fernando Lopes na Universidade de Campinas e, alguns anos mais tarde, com Benjamin Kaplan em Londres.

Gilberto Matté tem se apresentado como recitalista e solista em algumas capitais brasileiras assim como na Inglaterra, França, Itália, Holanda, Estados Unidos, onde gravou para WNTC Channel 5 de Washington/DC, na Suécia e na Alemanha, onde gravou para Westdeutscher Rundfunk em Colônia diversos programas de música brasileira e com a Orquestra da Rádio de Colônia, em concerto público com transmisão direta, o Concerto Romântico de Radamés Gnattali.

Em março de 1992, abriu a temporada oficial da Orquestra Sinfônica do Paraná no Teatro Guaíra de Curitiba, sob a regência do maestro Alceo Bocchino, tocando o Concerto Romântico de Radamés. Em outubro do mesmo ano, tocou com a London Chamber Symphony no Queen Elizabeth Hall em Londres, sob a regência de Odaline de la Martinez, as Bachianas Brasileiras nº 3 de Villa-Lobos, numa série de concertos em homenagem ao Quinto Centenário da Descoberta da América e nas mesmas homenagens ao Ano Colombo faz uma série de recitais de música brasileira em Oxford, Manchester e Birmingham.

Em 1999, abriu a temporada da Sinfonia Cultura em São Paulo, no teatro Cultura Artística, tocando novamente o Concerto do mestre Gnattali com grande sucesso de público e de crítica. Em 19 de outubro de 2000, gravou em um concerto ao vivo para a BBC, na série Bach And Beyond, na igreja de St. Paul”s Knightsbridge em Londres o Concerto Fribourgeois para piano e orquestra de cordas de José Antônio Almeida Prado com o Ensemble Lontano, sob a regência de Odaline de la Martinez.

Todos os anos retorna à Europa para uma série de recitais e concertos. Nestas ocasiões tem feito gravações, principalmente na Alemanha, para as estações de rádio como Sender Freies Berlin, Hessischer Rundfunk Frankfurt, Westdeutscher Rundfunk Köln e Südwestfunk Stuttgart. Gravou recentemente Ernesto Nazareth para a WDR de Colônia e grava em Londres este ano um CD com obras de Radamés Gnattali.

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.