CantoLateralProgramaçãoRio Grande do Sul

Lilla Keith e Darkson Magrinelli em Porto Alegre

Ela, soprano, e ele, clarinetista. Também o piano de Paulo Bergmann.

A soprano norte-americana Lilla Keith faz sua primeira apresentação no Brasil juntamente com o clarinetista radicado nos Estados Unidos Darkson Magrinelli. Ambos se apresentam com um dos melhores pianistas gaúchos, Paulo Bergmann.

O repertório é bastante eclético, ele começa com os três executando a belíssima Melodia Sentimental que é parte integrante da obra A Floresta Amazônica de Heitor Villa-Lobos. O recital segue com a soprano cantando três canções do compositor francês Francis Poulenc que era membro do grupo Les Six. O recital continua com duas obras de compositors contemporâneos, uma ária para soprano do compositor alemão-americano André Previn, e uma peça solo para clarineta chamada Gryphon.

Essa peça solo explora a técnica expandida da clarineta utilizando quartos de tom, ruídos, flutter tongue, respiração circular, mas ainda assim mantendo o caráter lírico que estará presente em todo o recital. A soprano volta ao palco cantando três árias de óperas italianas compostas por Giacomo Puccini. O grupo encerra o recital executando um Lied para soprano, clarineta e piano escrito por Franz Schubert e chamado Der Hirt auf dem Felsen/O Pastor na Rocha.


PROGRAMA

Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Melodia Sentimental

Francis Poulenc (1899-1963)
C
Violon
Fleur

André Previn (1929-2019)
I Want Magic

Theresa Martin (1979)
Gryphon

Giacomo Puccini (1854-1924)
Quando me’n vò
O mio babbino caro
Chi il bel sogno di Doretta

Franz Schubert (1797-1828)
Der Hirt auf dem Felsen

 

SERVIÇO

 

Soprano e clarinetista americanos

Dia 26 de julho, sexta-feira, às 19h

 

Casa da Música POA (Rua Gonçalo de Carvalho, 22 – Porto Alegre)

 

 


Lila Keith

Lilla Keith

Tem sido elogiada pela sua voz “brilhosa, polida, e precisa” (Voix des arts). Neste ultimo semestre, Keith fez seu “debut” profissional como papel principal em Humperdinks Hänsel and Gretel na Greensboro Opera. Paralelamente, foi Alice Ford em Verdi’s Falstaff com a University of North Carolina em Greensboro Opera Theatre.  Foi a vencedora do 2019 Student Artist Competition na UNCG School of Music por sua performance da Lia’s aria da L’enfant prodigue composta por Debussy. No próximo semestre ela cantará como solista a frente da UNCG’s Symphony Orchestra.

Recentemente, participou de programas prestigiosos como Chicago Summer Opera e CoOPERAtive Summer program em Princeton, NJ. No passado, cantou Lady Billows em Albert Herring e excertos de Cosi fan tutte (Fiordiligi), The Rape of Lucretia (Coro Feminino), Suor Angelica (papel principal), e Flauta Máfica Die Zauderflöte (Primeira Dama).

Keith também cantou recitais solo e showcases com a Accademia Dell’arte em Arezzo, Italy. Keith possui o Bacharelado em Música Vocal Performance pela Furman University, aonde ela foi Josephine em HMS Pinafore e cantou os solos de soprano na missa de Mozart Coronation Mass. Atualmente, Lilla mora em Greensboro, Carolina do Norte, e esta estudando mestrado na University of North Carolina em Greensboro, sua professora é Dr. Carla Lefevre.

 

Darkson Magrinelli

Darkson Magrinelli

Começou a estudar música aos 9 anos de idade com a professora Marilene Antunes. Magrinelli tocou profissionalmente em orquestras no Brasil por mais de 10 anos antes de se mudar para a Califórnia em 2010. Em 2006 e 2007, ganhou o Concurso Jovens Solistas do SESI/FUNDARTE, e em 2013, a Concerto Competition da APU Symphony Orchestra. Como professor, Magrinelli ministra masterclasses pela América do Sul e do Norte, e também foi Adjunct Professor de Clarineta da East Tennessee State University nos anos de 2017/18. Atualmente Darkson é professor de clarineta no Festival Internacional de Música Guaranda no Equador.

Durante seus anos na Califórnia, Darkson estudou sobre a tutela da clarinetista Michele Zukovsky (Los Angeles Philarmonic) que disse “Este inteligente e maravilhoso músico é capaz de dar recitais aonde a plateia é imediatamente envolvida e tocada. Magrinelli é um excelente clarinetista que sempre toca a serviço da música”. Em Los Angeles, Darkson também pode estudar com os clarinetistas Jennifer Showalter, Burt Hara e Yehuda Gilad. Em 2014, fez um tour pela Europa tendo aula com renomados clarinetistas, tais como Paolo Beltramini no Konservatorium Dreilinden em Lucerne, Suiça; David Minetti no Conservatory of Toulouse, França; e Howard Golden da Hofer Symphoniker na Alemanha.

Paralelamente com o seu trabalho de professor e músico de orquestra, Darkson trabalhou na Azusa Pacific University como Conselheiro para Estudantes Internacionais, e representa a Escola de Música e Arts desta universidade no Brasil. Estes projetos visam estreitar relações entre estas instiuições, oferecer mais oportunidades para talentosos músicos brasileiros, e conectar alunos do Brasil e da Califórnia.

Magrinelli é Bacharel em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ele também recebeu o Diploma de Artista e o grau de Mestre pela Azusa Pacific University, possuindo também o Diploma da Escola de Música da OSPA – Conservatório Pablo Komlós. Este semestre, Darkson estará concluindo o seu Doutorado em Música pela University of North Carolina, Greensboro, aonde ele também é professor assistente e está apresentando um dissertação sobre a primeira formação de grupos de Choro e a sua influência na criação do gênero Choro. Suas recentes apresentações inclui recitais na Carolina do Norte, Tennessee, Itália, Brasil, e Equador.

Atualmente Darkson é Segundo clarinetista e claronista da Greensboro Symphony Orchestra ,e desde 2018, é um artista da marca Selmer Paris e toca exclusivamente  com as clarinetas Selmer Privilège. Seus principais professores são Michele Zukovsky, Dr. Kelly Burke, e Diego Grendene. No tempo livre, Darkson aproveita para escutar música, surfar, e viajar pelo mundo.

 

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.