LateralMinas GeraisMPBProgramação

Orquestra Opus recebe Maria Gadu

Apresentação única em Belo Horizonte


A cantora e compositora paulista Maria Gadu se une aos músicos da Orquestra de Câmara OPUS para apresentação única em Belo Horizonte. Sob regência do maestro, diretor musical e fundador da OPUS, Leonardo Cunha, a artista e a orquestra brindam o público com os principais sucessos da cantora no dia 19 de julho (sexta-feira), às 21 horas, no palco do Sesc Palladium.  O concerto está dentro do projeto “Orquestra Opus Convida”, em que recebe importantes nomes da MPB para dividir o palco. 

A Orquestra de Câmara OPUS foi fundada pelo maestro Leonardo Cunha em outubro de 2006 com o propósito de popularizar a música orquestral e erudita e também aproximar as músicas de grande conhecimento popular do arranjo clássico. “Maria Gadu é um dos nomes que vem abrilhantar o histórico de sucesso da Orquestra. Sua imponente voz, somada à experiência dos músicos da OPUS, é a garantia de uma apresentação ímpar e de experiência musical”, destaca Cunha.


As orquestras de câmara são, por conceito, compostas por um número reduzido de músicos e instrumentos que as orquestras sinfônicas e filarmônicas. As orquestras de câmara foram criadas, tradicionalmente, para apresentações em locais menores e públicos reduzidos, mas não menos exemplar. 

Repertório

Quase sem querer, Bela Flor, Shimbalaiê, Tudo Diferente, Quando fui chuva, Ela (Album Guelã), Ne me quitte pas , Altar Particular , Oração ao Tempo , Tecnopapiro (Guelã), Dona Cila, Amor de índio, Linda Rosa , Lanterna dos Afogados, Axé a capella  e Livros (Caetano Veloso).

 

 

SERVIÇO

 

Orquestra de Câmara OPUS recebe Maria Gadu


Dia 19 de julho, sexta-feira, às 21h  

 

Sesc Palladium (Rua Rua Rio de Janeiro, 1046 – Centro – BH)

 

Ingressos: Plateia I – entre R$ 48,00 e R$ 120,00

                  Plateia II – entre R$36,00 e R$ 90,00

                  Plateia III – entre R$28,00 e R$ 70,00

Venda: https://bit.ly/2I8M0l3 e bilheteria do teatro

Meia entrada válida para maiores de 60 anos e para estudantes devidamente identificados. Válida até 40% dos ingressos vendáveis do teatro (conforme DECRETO no 8.537, de 05 de outubro de 2015).

 


Orquestra de Câmara OPUS


Desde 2006, a Orquestra de Câmara Opus apresenta o projeto “Orquestrando Brasil” realizando apresentações em mais de cem cidades de oito estados brasileiros. Em 2007, este projeto resultou na gravação de um CD cujo repertório foi escolhido a partir das músicas de maior identificação do público nas apresentações da orquestra. 


A partir do lançamento do CD “Orquestrando Brasil”, a Orquestra de Câmara OPUS foi convidada a apresentar-se fora do país, alcançando projeção internacional. Em 2011, realizou quatro concertos no Peru – Lima e Cuzco – e também na Europa, em 2012, com quatro concertos na Alemanha –Munique, Potsdam e Berlim – e França – Paris.


As apresentações levaram um pouco do trabalho da Orquestra para outros países e culturas representando com orgulho a beleza e riqueza da cultura brasileira.
Também em 2011, a OPUS registrou peças de compositores britânicos em seu segundo CD. Neste álbum, a Orquestra gravou obras tradicionais do repertório camerístico escrito para orquestra de cordas, pelos compositores E. Elgar, G. Holst e B. Britten.


Entre os artistas convidados que se apresentaram com a Orquestra OPUS estão: Guilherme Arantes, Fafá de Belém, Mílton Nascimento, Flávio Venturini, Daniela Mercury, Ana Carolina, Nando Reis, Sandra de Sá, Derico Sciotti (Saxofonista do Programa do Jô), Ulla Benz (violino/Alemanha), Jasmin Gottstein (flauta/Alemanha), Márcio Carneiro (Violoncelo/Suíça), Knut Andreas (maestro/Alemanha) e Jitka Hosprová (viola/República Tcheca).

Faça seu comentário
movimento.com
Responsável pela inclusão de programação e assuntos genéricos no blog.