LateralNotíciaSão Paulo

Mozarteum recebe inscrições para novos integrantes

Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro seleciona para temporada 2020.

 

 

Com renovação anual, a Orquestra Acadêmica Mozarteum Brasileiro (OAMB) recebe inscrições de músicos para a temporada 2020 do grupo. Serão selecionados cerca de 50 músicos para os instrumentos violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta (piccolo), clarinete (clarone), oboé (corne inglês), fagote (contrafagote), trompa, trompete, trombone e trombone baixo, tuba, harpa, tímpano e percussão.

Os interessados devem se inscrever de 1 a 30 de setembro pelo site do Mozarteum Brasileiro: www.mozarteum.org.br, que também traz o regulamento completo. A avaliação será realizada por uma comissão determinada pelo Mozarteum, e o resultado divulgado a partir de 4 de novembro de 2019.

Todos os selecionados para a OAMB recebem bolsas para estudar e participar da programação do Mozarteum Brasileiro. Os ensaios começam em março de 2020, em São Paulo, e a estreia da nova formação será durante a nona edição do festival Música em Trancoso, na Bahia, que ocorrerá de 14 a 21 de março (para o evento no sul da Bahia, a bolsa contempla passagem aérea, transporte terrestre, alimentação e hospedagem em Trancoso).

Além de apresentações no Teatro L’Occitante, os selecionados viverão uma rica e intensa troca de experiências com renomados músicos, solistas e maestros do Brasil e do exterior, em masterclasses exclusivas e ensaios. Os integrantes da OAMB ainda participam de atividades socioeducativas com a comunidade local, que envolvem aulas de iniciação musical nas escolas e concertos gratuitos ao ar livre.

O Mozarteum também propicia aos jovens músicos a oportunidade única de se apresentarem, anualmente, ao lado de alguns dos maiores nomes do cenário musical erudito, que vêm ao Brasil para participar dos concertos promovidos pela instituição. No currículo da OAMB já constam espetáculos com Elina Garanca (2019), Anna Netrebko (2018) e Diana Damrau (2017). “Poucas orquestras brasileiras têm uma chance como essa. Queremos colocar nossos músicos em destaque nesse universo. A maioria está estudando e se profissionalizando cada vez mais, e participar de concertos de grande porte é, sem dúvida alguma, uma oportunidade excepcional para eles”, comenta Carlos Moreno, maestro titular da OAMB.

Em um ambiente acadêmico, os bolsistas selecionados integram a orquestra ao lado de músicos profissionais, que atuam como tutores dos mais jovens. “Nosso objetivo é promover essa troca de experiência constante entre os bolsistas, permitindo que eles se aperfeiçoem cada vez mais. Como nossa orquestra é acadêmica, que se reúne para preparar concertos específicos, essa formação é importante para cumprir o papel socioeducativo do conjunto”, explica Sabine Lovatelli, presidente do Mozarteum Brasileiro e diretora artística da OAMB.

 

.

Inscrições 

Período: 1º a 30 de setembro, para candidatos de todo o Brasil. Gratuita.

Perfil: Não há limite de idade, mas os menores de idade devem ser emancipados. Cerca de 50 vagas para violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta (piccolo), clarinete (clarone), oboé (corne inglês), fagote (contrafagote), trompa, trompete, trombone e trombone baixo, tuba, harpa, tímpano e percussão.

Audição: o candidato deve enviar um vídeo executando o movimento de uma obra de livre escolha, de preferência com acompanhamento de piano. A música não pode ser autoral.

Regulamento e inscrição:
https://mozarteum.org.br/cultura-musical/orquestra-academica-mozarteum-brasileiro-abre-inscricoes-para-a-temporada-de-2020/

 

O Mozarteum

Fundado por Sabine Lovatelli e Claude Sanguszko, é uma das mais conceituadas associações culturais do país e tem como objetivo valorizar e difundir a cultura musical. Por meio da organização e promoção de espetáculos de música erudita e da manutenção de uma série de atividades educativas em São Paulo e Trancoso, sul da Bahia, fomenta a inclusão social e estende o acesso ao melhor da música para o maior número de pessoas.

Desde 1981, início de suas atividades, vem atuando para cumprir dois grandes objetivos: trazer a excelência musical internacional para o público brasileiro e, ao mesmo tempo, incentivar o desenvolvimento pessoal e social por meio de várias iniciativas de cunho cultural e educativo. Traz ao Brasil algumas das maiores orquestras do mundo e abre espaço em sua programação para a apresentação de orquestras jovens e novos talentos brasileiros.

Em sua trajetória, realizou mais de 1.500 concertos, que foram vistos por mais de dois milhões de espectadores, em salas de concertos e locais públicos. Mais de nove mil alunos passaram pelas masterclasses e 240 jovens talentos foram encaminhados às melhores instituições musicais nacionais e europeias, por meio de bolsas de estudos concedidas pela instituição.

Faça seu comentário
Antônio Rodrigues
Apaixonado por música coral, é um dos fundadores e mantenedor do movimento.com.