LateralNotícia

Artistas brasileiros no Teatro Colón em 2020

Regentes, pianistas, um cantor e até uma orquestra do país integram a programação do próximo ano do Teatro Colón, de Buenos Aires. A principal casa argentina de ópera, balé e concertos divulgou há poucos dias a sua programação de 2020, com a participação de importantes artistas brasileiros.

E a única mulher da lista é a primeira a se apresentar: no dia 4 de abril, a pianista goiana Ana Flávia Frazão se apresenta ao lado do violinista alemão Laurent Albrecht Breuninger na série Recitales en el Dorado em programa com peças de Beethoven, Poulenc e Gershwin.

Entre 7 e 19 de abril, Carlos Prazeres rege a Orquestra Filarmónica de Buenos Aires no balé Giselle, com música Adolphe Adam. Já entre 5 e 13 de maio, é a vez de o barítono Leonardo Neiva integrar o elenco da ópera The Consul, de Gian Carlo Menotti.

O mês de julho terá a colaboração de dois importantes regentes brasileiros. No dia 11, Silvio Viegas conduz a Orquestra Estable del Teatro Colón na série Colón en la Ciudad. O concerto, que será realizado no Auditorio de Belgrano, terá obras de Khachaturian, Villa-Lobos e Lorenzo Fernandes, e contará com a participação do violinista Oleg Pishenin. No dia 29, será a vez de Luiz Fernando Malheiro reger a mesma orquestra na Missa Solemnis, de Beethoven, na série Sinfónico Coral.

O mês de agosto é recheado. No dia 13, a Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, sob a regência de Evandro Matté, participa da série Orquestras Invitadas. Uma semana depois, no dia 20, Isaac Karabtchevsky conduz a Orquestra Filarmónica de Buenos Aires em sua série oficial. O programa inclui Villa-Lobos, Saint-Saëns e Dvořák, com a participação do violoncelista alemão Benedict Kloeckner. Três dias depois (23), o próprio Kloeckner se une ao pianista paulista Cristian Budu para um programa totalmente dedicado a Beethoven dentro da série Conexión Bach Beethoven.

Por fim, em 3 de dezembro, o pianista Jean-Louis Steuerman encerra a série oficial de concertos da Filarmónica de Buenos Aires, regido por Enrique Arturo Diemecke, em um programa que inclui a Fantasia Tarumã, obra de João Guilherme Ripper.

A programação completa do Teatro Colón para 2020, com óperas, óperas de câmara, balés, concertos e recitais pode ser consultada aqui.

 

Faça seu comentário
Leonardo Marques
Formado em Letras com pós-graduação em Língua Italiana. Frequentador assíduo de concertos e óperas. Participou de cursos particulares sobre ópera. E-mail: leonardo@movimento.com