Crítica

Crítica

"La Bayadere", cada um monta a seu bel prazer

O DVD proporciona coisas incríveis, são gravações de todos os tipos. Há vinte anos atrás, nem sonhava em ter uma versão do balé La Bayadère, hoje tenho mais de cinco. Cada teatro com seu coreografo faz sua versão desse belo balé de Marius Petipa e música de Minkus. Natalia Makarova não deixa por menos,...
Crítica

Todas as vozes de McFerrin

Conhecido por improvisar e por não apresentar um roteiro definido em seus shows, McFerrin impressiona pela criatividade musical. mortgage amortization calculator Uma orquestra mahleriana, uma traditional jazz band, cantos dos negros africanos, baixos potentes de um grupo de rock, scats vocais à la Ella Fitzgerald, uma boa dose das guitarras...
Crítica

"Nabucco" no Theatro Municipal do RJ

Não entendo nada de futebol. Mas um amigo meu, profundo conhecedor da matéria – capaz de proezas como citar de cor os quadros inteiros do Corinthians e do Palmeiras que disputaram a final do campeonato paulista de 1954 –, quando discorre sobre o assunto, vai desfiando, enquanto a conversa se...
CríticaÓpera

O triunfo de Nabucco

Produção de muito bom nível valoriza parceria entre importantes teatros. how to get your ex girlfriend back Ópera em quatro atos e sete cenas de Giuseppe Verdi, sobre libreto de Temistocle Solera, com base no Antigo Testamento e no drama Nabuchodonosor, de Francis Cornue e Auguste Anicet-Bourgeois, Nabucco é a...
CríticaÓpera

"Nabucco", no TMRJ

Há um dito jocoso que diz que brasileiro é especialista em assuntos gerais. No caso do já ilustre Maestro Silvio Viegas o “mot d´esprit”, com óbvias adaptações, aplica-se como luva: Silvio é o mesmo regente preciso, inspirado, correto e valorizador de essências, tanto em missas de Bach, quanto em sinfonias...
Crítica

Don Quixote: balé em novo DVD

Don Quixote como coadjuvante, só acontece no balé de Petipa. va debt management   Petipa e Minkus Don Quixote de Cervantes é um clássico da literatura mundial. A história do cavalheiro que delira uma realidade inexistente tem sua força no cômico, na acidez das sátiras e na crítica à sociedade. Todas...
Crítica

Magnificat, de Bach, pela Osesp

A maioria das partituras renascentistas alterna a polifonia com versos cantados monofonicamente sobre cantochão ou música instrumental. Exceto no caso dos compositores ingleses, as seções polifônicas baseiam-se normalmente na entonação do cântico. É o caso das duas partituras das “Vésperas de Monteverdi”, de 1610. O estilo seccional deste e do...
Crítica

Comentários sobre o Prêmio Carlos Gomes 2011

A Sala São Paulo teve o privilégio de receber a entrega do XIV Prêmio Carlos Gomes de Ópera e Música Clássica. Primeiramente parabenizo a editora Algol pela realização. Sem patrocínio algum, levou a cabo este importante veículo de divulgação da música clássica e ópera. Detalhes nunca nos escapam, buscamos ver tudo...
CríticaMúsica sinfônica

Gustavo Dudamel conquista o Rio

Em turnê buy generic viagra from india pela América do Sul, depois de passar por Salvador, São Paulo e Paulínia, Gustavo Dudamel, sem dúvida o mais celebrado regente da nova geração, conquistou o Rio de Janeiro. Foram duas apresentações no Theatro Municipal com a Orquestra Sinfónica Simón Bolívar de Venezuela....
CríticaMúsica sinfônica

Apenas um rapaz latino-americano

Público carioca prestigia Orquestra Sinfônica Simon Bolívar e Gustavo Dudamel. Era um garoto que, como eu, amava Bach e Mozart. Ele morava em um reino não tão distante, onde a música fazia parte da vida das pessoas desde cedo. Foi assim com nosso herói: filho de um trombonista e de...
Crítica

Missa de Requiem, de Verdi, pela OSESP

Neste último domingo, em récita vesperal às 17 horas na Sala São Paulo, assistimos à apresentação da Missa de Requiem, de Verdi. Exatamente a 22 de maio de 1873, falecia uma das maiores glórias da Itália: Alessandro Manzoni, poeta e autor do famoso romance “I Promessi Sposi” (“Os Noivos”). A...
CríticaÓpera

Em Manaus, Isolda e seu Tristão

ordine nazionale dottori commercialisti Produção simples, mas criativa, tem bom resultado nos 15 anos do Festival Amazonas de Ópera. Tristan und Isolde (Tristão e Isolda), ópera (ou drama musical, como preferirem) em três atos de Wilhelm Richard Wagner sobre libreto do próprio compositor, com base num romance em versos de Gottfried...
CríticaÓpera

No Rio, Lucia di Lammermoor vira Lucia alla Renault

Encenação deixa a desejar novamente e soprano Paula Almerares destaca-se como a protagonista. Lucia di Lammermoor, ópera em três atos e sete cenas de Gaetano Donizetti, sobre libreto de Salvatore Cammarano, com base no romance The Bride of Lammermoor (A Noiva de Lammermoor), de Walter Scott, abre a temporada de...
CríticaÓpera

Lucia de Lammermoor: 14 e 15.05 no TMRJ

buying essaysp>A situação de crise e polêmica criada nestes últimos dias no ambiente musical do Rio de Janeiro, provocada pela saída do diretor artístico do TMRJ Roberto Minczuk, pelas sérias divergências com  instrumentistas da OSB e por muitas outras querelas, com demissões e requisição de exames de suficiência daqueles musicistas,...
CríticaÓpera

A Lucia, de Donizetti, no Municipal do Rio

O interesse que desperta no público ainda hoje e desde 1835, quando a ópera estreou no Teatro San Carlo de Napoli, é conferir a agilidade e a técnica do soprano de coloratura que interpreta a Lucia, verdadeiro marco na história da ópera, que é esse personagem. Vários sopranos ficaram famosos...
1 29 30 31
Página 31 de 31